"Certezas" - 30º Capítulo

|



No capítulo anterior…

POV LUA

Respirei fundo, fechei os olhos e abri-os segundos depois. Ele pegou uma blusa e vestiu.

- Eu estou farto de ser deixado para segundo, terceiro e quarto plano da sua vida. Tudo é mais importante que eu. A sua família é mais importante, a faculdade é mais importante, os seus novos amiguinhos – ele fez ênfase – da faculdade são mais importantes, resumindo, tudo é mais importante do que o Arthur! O Arthur só serve para dar voltas e parar apoiar quando a Luinha precisa, mais nada! – ele estava sendo grosso – Eu estou farto, sabe? Quando eu tinha provas, na véspera dessas provas eu ia para a sua casa e ficava com você até você pedir o contrário. Sinceramente… - ele olhou no fundo dos seus olhos – Eu preferia mil vezes que você nunca tivesse entrado nessa “faculdade” – ele fez aspas com os dedos
- Voltar a estudar era o meu sonho. Isso me faz feliz!
- Mas você me deixa infeliz, não entende? – ele gritou comigo
- Quer dizer que você quer que eu abdique da minha felicidade por você? – o encarei, cruzando os braços. Eu não estava acreditando no que ele estava dizendo.
- Se você me ama mesmo, você faria qualquer coisa pra me ver feliz
- Se você me amasse de verdade, você não faria isso! – meus olhos se encheram de lágrimas
- Você duvida mesmo do quanto eu te amo? – ele se aproximou de mim e pela primeira vez eu senti medo

Engoli seco e apertei os olhos para não chorar. Arthur estava sendo grosso e sem noção comigo. Nunca antes ele me havia tratado assim. Não sei realmente o que se passava com ele.

- Vamos dar um tempo! – pedi, dando as costas pra ele
- Tempo? Em quê?
- Nessa discussão. Caso contrário – me virei para ele – Vamos acabar estragando tudo.
- Você é que…
- Nem adianta. – o interrompi – Eu já admiti que eu errei, mas eu vim até aqui, não vim? Podíamos estar agora namorando, rindo, nos abraçando… mas não, você prefere me jogar coisas na cara e dizer outras sem noção
- É o que eu sinto!
- Não sei qual a razão de você estar assim! – gritei – Você está diferente. O que te deu?
- A distância tem dessas coisas
- Distância? – eu ri irónica – Não exagera.
- Você não entende! – ele gritou

Olhei para o chão e fechei os olhos novamente. Queria acreditar que isto não passava de um pesadelo, mas estava ficando difícil. Nunca tinha visto o Arthur desse jeito e acreditem que eu já o conheço à vários anos.
Pedi à minha mãe que me viesse buscar e assim que cheguei em casa me fechei no meu quarto.

Passei três dias fechada no quarto estudando. Estudando, pensando… chorando.
Arthur não queria que eu frequentasse a faculdade, sendo que voltar a estudar era o meu sonho e ele sabia disso.
No inicio, ele me apoiava e dizia que estava feliz. Por que razão ele agora diz o contrário? Por que razão não me apoia mais? Ele está diferente! Algo aconteceu ou deve estar acontecendo ainda. Ele podia me ter contado, podia ter acreditado em mim.

No dia do exame, para a bolsa numa faculdade de verdade, eu estava muito nervosa. O exame era às 10horas da manhã, mas logo às 6horas da manhã eu acordei para rever tudo. Eu sabia tudo. Tinha tudo na ponta da língua e me sentia pronta, além de nervosa.
Não quis comer. Apenas bebi água junto com os meus medicamentos. A minha mãe me fez um lanche para depois da prova, caso eu quisesse comer.
Cheguei às 9horas, ao local de fazer a prova, e os meus amigos já estavam lá. Eike, o garoto que havia me cantando à dias, estava nervoso que nem eu. Ele tinha câncer, há cinco meses, mas era algo que estava no inicio. Depois dessa prova, ainda esta semana, ele será operado para retirarem o “bicho maligno”.

- Eu sei tudo cara, vou tirar 10 e vou ganhar essa bolsa
- Eu também! – batemos a mãos os dois
- Eu espero ganhar também – disse Júlia – A minha mãe nunca terá dinheiro para me colocar numa faculdade. O meu tratamento é muito caro.
- Eu entendo – disse eu – Os meus medicamentos também são muito caros.
- Nós vamos conseguir! – Eike segurou as nossas mãos e piscou para mim – A bolsa vai ser nossa. – por fim, nos abraçamos

Chegou as 10horas e os professores nos mandaram entrar na sala. Tinha duas canetas em cima da mesa, caso uma resolvesse parar de dar, um lápis, borracha e de mais material necessário.
A professora escreveu na lousa a data e de mais informações que tínhamos de colocar na folha de prova e por fim nos deu boa sorte. Outra professora veio e nos entregou a prova. Após a autorização de virar a folha, eu respirei fundo e me benzi. Comecei a ler a prova com toda a atenção do mundo.

Eu tinha em mente: você, Lua, vai sublinhar os que sabe e os que não sabe, você logo faz e pensa com tempo. Assim foi. De 17 exercícios, eu apenas sabia 5. Parecia que eu me tinha esquecido de todas as formas de calcular e não sabia nem interpretar gráficos.
Peguei a minha garrafa de água, de meio litro, e bebi metade de uma vez. Olhei em volta e todos estavam concentrados escrevendo e fazendo cálculos na calculadora. Todos menos eu.

Comecei e resolver os que eu sabia. Vi os de escolhas múltiplas, fiz as contas e o nenhum resultado era igual às opções. Entrei em desespero.

Faltavam 20 minutos para terminar a prova e nem metade dela se eu tinha resolvida. Alguns amigos meus já tinham acabado e estava de sorrido no rosto, o que fez com que eu pensasse que talvez tinha corrido bem.
Li tudo de novo, reli e bebi água. Respirei fundo. Começou as dores de cabeça e outras de barriga devido à ansiedade. Começaram os calores. Tentei fazer algo, inventado, em três exercícios mas algo me dizia que aquilo estava errado. Queria inventar mas já nem sabia exatamente o quê. Para piorar, a minha visão fica embaçada.

POV NARRADOR

Devido ao stress, Lua acabou passando mal. Dores de cabeça, tontura, visão embaçada, palidez e palpitações foram as devidas consequências. Tudo se devia à tanta de descanso.
Ela acabou desmaiando e caindo no chão. Todos os que tinham terminado a prova socorreram ela, inclusive Eike que foi o aluno que mais preocupado se demonstrou. Em seguida, chamaram uma ambulância e Lua foi encaminhada para o hospital.

Quié isso produção? Tão poucos comentários?

10 comentários:

  1. Ai meu Deud agora desandou tudo!!! Tafinha dela, mas coitado do Arthur tbm que sempre fez tudo por ela e foi deixado de lado! Posta mais hj???

    ResponderExcluir
  2. Ai que perfect
    Posta mais

    ResponderExcluir
  3. ++++++++PAIXÃO PROIBIDA +++++++++++

    ResponderExcluir
  4. Posta mais hoje pf♥

    ResponderExcluir
  5. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Posta Mais hojeeeeeeeeeeeeeeeeeeee pfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpf

    ResponderExcluir
  6. Aiiii🙈 posta mais, logooooo Cris. Ansiosa 😱 #Amandooo

    Gabbyh

    ResponderExcluir
  7. Posta maiiis! fiquei um pouco desatualizada por conta da net que a via caido! Mais ta perfeitoo, posta maiiiis!

    ResponderExcluir