“Tudo por uma promessa” - 37º Capitulo

|

POV NARRADOR


Como sabem, a família do Arthur sempre foi rica, ou melhor, rica não… digamos que sempre foram trabalhadores e sempre tiveram coisas e bens próprios, pois sempre se esforçaram para tal.
O pai do Arthur, Senhor Leo, estava à frente das empresas mais faladas do Rio de Janeiro, que lhe foram deixadas pelo avô do Arthur, que era o melhor amigo da Dona Maria.
Leo, governou tudo durante todos esses anos e sempre se envolveu em negócios que mesmo sem ele se esforçar, davam certo. Mas nem tudo era um mar de rosas… daquelas vezes podia dar certo, mas podia haver um dia em que algo corria mal. Esse dia chegou.
Leo se envolveu num dos mais arriscados negócios, confiante de que ia vencer, mas ele se enganou e o pior é que deu tudo o que tinha, pensando que sairia vencedor daquela “luta”.
O plano deu errado e ele tinha 1 mês para entregar tudo o que tinha: hotéis de luxo, casas arrendadas e inclusive a empresa. Ou seja, todos aqueles anos de trabalho de família reunida, foram por agua à baixo. Leo estava mais pobre, do que um pobre!
Agora, vocês conseguem perfeitamente perceber, a razão dele ter despedido a empregada de casa, assim como o jardineiro e também o motorista, né?

Arthur, logo pela manha, abriu a porta de casa para poder ver o tempo que fazia. Era um tempo cinzento, sem sol nem chuva.
Perto do seu portão de casa, havia um jornal no chao, o que não era normal. Ele pegou e leu a capa

“LEO AGUIAR ESTÁ NA BANCA ROUTA”

Arthur não entendeu absolutamente nada do que viu na capa do jornal, então, decidiu entrar em casa, sentar no sofá e começar a ler tudo. Ele nem consigo acreditar no que estava lendo, naquelas simples letras e bem pequenas, que se notava.

Lua: bom dia meu amor – disse ela, contente, descendo as escadas, vinda do quarto, e beijando o pescoço dele e de seguida, lhe dando um selinho – Voce já comeu? Estou morta de fome! Tive pensando e podíamos hoje ir ao shopping, ver as cois…
Arthur interrompe: eu tenho de sair! – disse ele se levantando rapidamente do sofá
Lua: ãhn? Mas aonde voce vai?
Arthur: eu preciso de ir à minha casa – jogou o jornal no sofá – O meu pai ficou louco, só pode
Lua ri: olha, seu pai veio na capa do jornal – riu ela, sem saber o motivo de ele estar lá representado
Arthur: Lua, pára de rir de coisas serias! – disse ele irritado – agora eu entendo tudo! Cara, que idiota que eu sou! Como eu não percebi antes?
Lua: voce tá bem? – estranhou ela, a reação do marido
Arthur: não, não estou – subiu para o quarto, dando cada passada bem forte

Lua seguiu Arthur até ao quarto, sem se quer entender alguma coisa do que ele falava. Bem que ela fazia perguntas, tentando perceber a irritação dele, mas ele não respondia a nada.

Lua: PÁRA! – pediu, segurando os braços dele – Me explica de uma vez o que se passa
Arthur: - respirou fundo e se jogou na cama – é o meu pai! – suspirou – ele ficou louco Lua!
Lua: mas o que ele fez? – ela sentou na beira da cama, ao lado dele
Arthur: ele perdeu tudo… tudo!
Lua: tudo o que?
Arthur: dinheiro, casas, apartamentos, hotéis e a empresa. Tudo isso era do meu avo e ele perdeu tudo Lua! Tudo!
Lua: nossa, mas como? – disse preocupada
Arthur: ele e os seus negócios. Eu sempre falei que era arriscado, mas ele sempre falava que iria dar certo. E olha agora o que aconteceu, estamos sem nada!
Lua: porque é que ele não te falou isso antes?
Arthur: é isso que eu vou descobrir! – disse se levantando da cama e indo para o closet
Lua: mas amor, vai depois sim? – fez bico – eu queria mor…
Arthur interrompe: Lua, to sem cabeça para os seus desejos agora! – disse irritado, deixando a menina triste
Lua: tá! – ela saiu do closet

Lua não gostou da resposta do namorado e saiu do quarto. Ela sabia que ele estava bravo com tudo o que se passava e ela própria estava tentando não criar mais problemas entre eles. Mas era difícil. Aqueles hormônios tomavam conta do seu corpo como se fosse impossível domina-lo.
Ela entrou na cozinha, abriu a geladeira e nada do que estava lá, lhe apetecia comer… o que ela queria mesmo era…

Arthur chega: desculpa Lua, não queria gritar daquele jeito! Fala o que voce queria…
Lua: eu queria só morangos – fez bico, sentando na cadeira da cozinha
Arthur: tá, eu vou comprar – deu um selinho nela – como voce dormiu?
Lua: bem – sorriu
Arthur: e  o nosso pequeno? – sorriu, pondo a mao na barriga dela
Lua: bem também – sorriu, pondo as mãos dela, em cima das dele
Arthur: já volto – deu um beijo nela

Enquanto Arthur saiu para comprar o pedido da Lua, e enquanto isso a menina foi para a sala, atender o seu celular, que tocava sem parar.

LIGAÇAO

Lua ri: morreu alguém por acaso?
Sophia: não, mas eu estou quase – falou desesperada – é que eu tenho um encontro hoje e não sei o que vestir!
Lua ri: um encontro? Quem é o gato?
Sophia ri: segredoooo – riu

Lua se divertia com todas as maluquices que a Sophia dizia pelo telefone. Apesar de se conhecerem apenas a alguns meses, elas falavam uma com a outra como se se conhecessem à anos, ou melhor, desde crianças. Falavam de tudo uma com a outra. Lua só ficava triste por não poder contar apenas o segredo que tem com Arthur, que é as coisas que ambos fizeram, apenas por uma promessa que Lua fez para avó. Por agora, ninguém pode saber, mas em breve, todo o mundo saberá.

Arthur, comprou o que tanto Lua desejava e voltou a casa apenas para entregar o que devia a ela, depois, saiu logo, falando que ia até à casa dos pais dele. E assim o fez. Assim que chegou lá, tocou à campainha e viu a sua própria mae vir abrir a porta…
Arthur mantinha o rosto irritado e bem serio e só por esses sinais a mae dele entendeu tudo. Ou seja, ela entendeu que ele já tinha visto a noticia no jornal e que já estava sabendo de tudo.

Katia: vamos conversar filho
Arthur: conversar sobre o que mae? Que vocês me mentiram? Que vocês estão sem dinheiro nenhum? Que o pai foi um burro? – disse encarando a própria mae, super zangado – e por falar nele, cade o homem tao seguro dos seus negócios que acabou perdendo tudo hein? CADE? – gritou
Katia: ele está agora na agencia, assinando uns papeis por causa de tudo o que perdemos – disse ela triste – Arthur, o teu pai foi enganado
Arthur: CARALH* MAE, E QUANTAS VEZES EU FALEI PARA ELE, QUE ISSO NÃO IA RESULTAR? QUANTAS?
Katia: voce sabe como o seu pai é…
Arthur: e agora mae? O que vai ser de nos?
Katia: bom, felizmente o teu padrinho, talvez consiga arranjar trabalho para o seu pai
Arthur: o meu padrinho? Mas mae, ele é de Africa, vocês vao para lá morar? – disse sem conseguir acreditar
Katia: filho, eu não sei. A verdade é que eu não sei de mais nada. Eu estou tao amargurada por tudo isso…
Arthur: poxa mae, eu falei tanto para vocês – abraçou ela forte

(…)

Lua: mas e agora?
Arthur: agora? So um milagre pode trazer tudo de novo para eles. Sei lá, ganhar a lotaria ou… sei lá o quê mais! – ele estava destroçado
Lua: calma Arthur – abraçou ele – tudo vai melhorar
Arthur: será que vai mesmo?
Lua: um morango ajuda? – mostrou um
Arthur ri: tolinha – ele comeu da mao dela – ajuda muito
Lua: te amo, conta comigo para tudo tá?
Arthur: hum hum – falou ainda comendo – também te amo

Será que tudo vai melhorar?

CURTAM







9 comentários:

  1. Posta +++++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  2. Posta mais .....ta lindo

    ResponderExcluir
  3. ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei

    ResponderExcluir
  4. Ameiiiii,maissss
    Lissa

    ResponderExcluir
  5. posta mais!!!!!
    cristina vc agora posta mais luar na casa dos segredos do q tudo por uma promessa e eu particularmente acho mais interessante a web tudo por uma promessa do q luar na casa dos segredos pq ela se parece muito com BBB essa e minha opiniao mais amo suas webs

    bjssss

    ResponderExcluir