tentação Sem Limites - Capitulo 38

|
Tentação Sem Limites

Arthur
Lua estava determinada a negociar um aviso-prévio de duas semanas com Fernando. Eu não iria discutir com ela. Ela concordou com tudo que eu pedi. Eu não estava preste a abusar da minha sorte. Sentei-me á mesa com o meu laptop e uma xícara de café esperando ela terminar o seu turno.
Fernando havia parado para conversar comigo por alguns minutos, mas fora isso tinha sido uma noite tranquila. Quase todos haviam deixado a cidade. Chay ainda permaneceu por causa da Mel, mas eu não estava certo de quanto tempo mais ele conseguiria ficar. Eu tinha visto o olhar inquieto em seus olhos no outro dia, quando estávamos jogando uma partida de golfe. Ele não estava acostumado a ficar na cidade por mais do que um verão.
''Esse lugar está ocupado?'' Olhei para cima para ver Bruna tomar o assento na minha frente. Não a tinha visto muito desde o torneio de golfe. Olhei para trás para ver Lua repor a água de alguém, mas seus olhos estavam em mim.
''Sim, está.'' Respondi sem olhar para Bruna.
''Eu sei que você está comprometido coma loira. Todo mundo sabe disso. Não estou aqui para dar em cima de você.'' Respondeu.
Lua sorriu para mim e, em seguida, virou-se para voltar para a cozinha. Merda. O que aquele sorriso significava?
''Ela tem um diamante gigante na mão. Ela não tem nada com o que se preocupar e ela sabe disso. Se acalme, cara. Você está pirando por nada.''
Mudei minha atenção para Bruna. ''Ela sabe que você foi a minha primeira. Isso a incomoda.''
Bruna riu. ''Posso te assegurar que as lembranças que tenho da nossa experiencia e a realidade que ela está vivendo agora são completamente diferentes. Fiquei com o virgem com tesão. Ela tem o profissional experiente.''
Olhei para trás para ver se Lua tinha voltado. Não queria que ela ouvindo isso. ''Apenas vá sentar em outro lugar. Ela está emotiva nesse momento. Não a quero chateada.''
Ninguém sabia que ela estava grávida ainda. Eu estava deixando ela decidir quando contar ás pessoas.
''Ela não é feita de porcelana. Ela não vai quebrar. Ela sabe que você a trata como uma maldita boneca?''
''Sim, eu sei. Nós estamos trabalhando nisso.'' Lua respondeu enquanto se aproximava da ossa mesa e serviu mais um café na minha xícara. ''Eu não acredito que tenhamos sido oficialmente apresentadas. Sou Lua Blanco.
Bruna deu uma olhada rápida e assustada para mim, então virou-se para La. ''Bruna Senna.''
''É bom finalmente conhece-la, Bruna. Você quer algo para beber?''
Este não era o que eu estava esperando. Não que eu não gostasse disso, porque gostava. Isso significava que eu estava fazendo ela se sentir mais segura comigo.
''Se eu perdi uma coca Diet ele vai tentar bater em mim?'', Bruna perguntou.
Lua riu e balançou a cabeça. ''Não. Ele vai ser um bom menino. Eu prometo.'' Então ela olhou para mim. ''Você está com fome?''
''Estou bem.'' Assegurei a ela. Ela assentiu e voltou para a cozinha.
''Eu posso ter me apaixonado por ela um pouco. Ela é muito quente. Mas,então, se alguém vai amarrar você, Ela terá que ser um pacote completo.''
Sorrindo tomei um gole do meu café. Em seguida, olhei para a porta, esperando Lua caminhar por ela de volta. Não podia esperar para levar seu traseiro sexy para casa.
Lua continuou se inclinou sobre o assento, pressionando beijos no meu pescoço e mordiscando minha orelha. Foi realmente muito difícil manter o foco enquanto eu dirigia de volta para casa.
''Estou pronto para encostar e foder minha pequena noiva com tensão se ela não parar.''
Avisei mordiscando seu lábio inferior quando ela me beijou muito perto da minha boca.
''Isso soa mais como uma promessa do que uma ameaça.'' Ela brincou, deslizando sua mão entre minhas pernas e a colocando na minha ereção.
''Porra baby, você está me deixando louco.'' Rosnei, apertando a mão dela.
''Se eu chupar ele, você consegue se concentrar o suficiente para dirigir?'' Ela perguntou, enquanto começava a desabotoar minha calça jeans.
''É mais provável que eu vá em direção a uma palmeira, mas não dou a mínima no momento.'' Respondi quando sua mão escorregou na frente da minha cueca.
Felizmente, nós não teríamos que  descobrir. Entrei na garagem e estacionei o carro assim que Lua desabotoou minhas calças. Meu telefone tocou pela terceira vez. Ele estava no silencioso de modo que não iria nos perturbar com sua tela piscando. Minha mãe tinha me ligado mais cedo, enquanto eu estava esperando por Lua e não estava com disposição para atende-la. Depois que ele parou, começou a tocar de novo. Droga.
Ia ter que desligá-lo ou lidar com ela. Lua tinha meu pau em suas mãos, então eu estava pensando que desligá-lo iria funcionar mais. Olhando para baixo, notei um número de outra cidade piscando na minha tela. O código de área era familiar, mas eu não conseguir lembrar de onde.
''Quem é?'' Lua perguntou.
''Não tenho certeza, mas eles são determinados.''
Lua parou de me tocar. '' Atende. Eu vou me comportar por alguns minutos.''
Pressionei o botão de atender. Precisava me livrar deles e levar a minha garota para dentro. Mas antes que eu pudesse dizer oi minha mãe começou a falar e meu mundo foi retirado de debaixo dos meus pés.
                                                                  Continua..........
Alice
O Arthur não trabalha.

O Que Será Que Aconteceu?

6 comentários:

  1. Arthur deve arrumar um emprego

    ResponderExcluir
  2. O que sera q aconteceu ???? Anciosaaa pelo proximoooo.. Faz uma maratonaaa!!! Posta maissss!!

    ResponderExcluir
  3. Quem morreu ? Omg curiosa quero maaiiss
    Alice

    ResponderExcluir
  4. Aconteceu alguma coisa com a Gi..
    Contiinua, super curiiosa

    ResponderExcluir