O tempo cura tudo - 38º Capitulo

|




POV NARRADOR

Já na casa nova, no Brasil, o casal desfrutava de uma vida nova. Vida diferente, igualmente boa à vida de Inglaterra.
Foi difícil convencer o senhor José, pai de Lua, que Arthur era o homem justo pra ela. É ele quem lhe vai fazer feliz o resto da vida, pra sempre e sempre. Arthur teve de andar muito em cima dele, pedindo desculpas por isto e por aquilo e ainda fazer promessas. Promessas essas que vão ser cumpridas. Uma delas, era levar Lua ao altar.

FLASH BACK OFF

Depois de mais um jantar na casa dos pais de Lua, ela e a mãe foram para a cozinha, deixando Arthur, Gui e o senhor José na sala. Ele não tinha dirigido a palavra a Arthur porque caso isso acontecesse, ia sair m*rda!

- E então, gostou do resultado do flamengo ontem? Eles jogaram muito bem!
- Eu não sou do flamengo! – disse de voz grossa
- Ahh, tá certo. É de que time então?
- Vasco, como é claro!
- Ahh, certo! Eles são bons! – mentiu Arthur para alegrar o sogro – Sendo assim vão jogar amanhã, não é mesmo?
- Não me venha com conversinhas mansas, que eu não sou a Lua tá? Fala mais uma vez e eu parto a sua cara!
- Estava só tentando ser simpático
- Não tente!
- Tudo bem… - ele pegou Guilherme ao colo – Só queria que entre nós não existesse esse clima. Afinal, eu vou passar a vir aqui mais vezes, como você vai ter de ir à minha casa também. Por que temos de andar assim às turras?
- Nós não andamos às turras se você não falar comigo porque eu também não vou olhar pra você
- Meu deus! Realmente a Lua tinha de sair marrenta a alguém. É você! – ele brincou mas José olhou de lado para Arthur (acho que vocês dizem não sei o que do “rabo de cavalo”) – Não acha que podemos colocar tudo de lado e sermos bom sogro e genro?
- Me diz como esquecer o facto de você ter abandonado a minha filha e o meu neto e ter ido para Itália, sei lá fazer o quê? Me diz, como esquecer isso?
- Eu fui pra lá trabalhar e apenas trabalhar. Nada além disso. Eu não estive com mais ninguém, se é isso que quer insinuar. Além do mais, eu disse pra você colocar de lado e não esquecer. Porque isso é impossível!
- Que bom que sabe!
- Ouça senhor José, eu prometo fazer a Lua feliz até ao final dos meus dias. Eu prometo nunca mais abandonar eles. Nunca mais os vou fazer sofrer. Além do mais, eu juro que levarei a Lua ainda este ano ao altar
- O-o qu-e? – ele se levantou do sofá de salto, engasgado com o que Arthur disse
- É… eu vou pedir a Lua em casamento! Eu disse que agora com a sua filha, é pra valer! – Arthur sorriu
- Se você por acaso leva a minha filha ao altar, a engravida de novo e depois a abandona, fique sabendo que quando voltar, não poderá mais fazer filhos tá? – ameaçou o garoto, que engoliu seco
- Não se preocupe. Eu não farei isso. – Arthur falou a medo.
- Acho bem! – disse com voz autoritária o sogro. Antes de sair da sala, ele levou dois dedos aos seus olhos e depois apontou para Arthur, que engoliu seco de novo

FLASH BACK OFF

O pedido de casamento não foi original. Bom, não é bem assim. Ser original, sempre é porque cada um tem a sua forma de fazer as coisas. Mas o modo foi um pouco ousado. Arthur organizou um grupo de músicos para cantarem à janela de Lua à noite. No final da canção romântica escolhida, Arthur se declarou perante Lua e a pediu em casamento.
Quando isto acontece nas novelas, normalmente a mulher taca com um balde de água em cima do homem, mas este caso foi diferente. Lua ficou emocionada, se sentindo como uma verdadeira princesa e pegou no Guilherme ao colo, indo até fora de casa pra aceitar casar com Arthur.
O casal, depois de estarem oficialmente noivos, se beijou e foi aplaudido por todos os vizinhos daquela zona e nessa semana não se fartaram de elogiar Arthur.

Os preparativos para o casamento foram feitos aos poucos. Tudo tinha os seus detalhes. O vestido da noiva foi feito com todos os detalhes acertados, assim como o do noivo. Os padrinhos do casamento tiveram o seu significado também.
Para que tudo fosse perfeito, faltava apenas os pais de Arthur virem ao casamento. No inicio, eles recusaram o convite, mas depois de uma seria conversa com Lua, lá eles vieram. Apesar de tudo, Arthur era filho deles e ver o filho casar é uma coisa única, digo eu.

(…)

- Você promete não fugir à ultima da hora?
- Prometo boba. E você, promete chegar a horas?
- A noiva sempre se atrasa
- Por que é que você não pode ser diferente de todas as horas?
- Porque deixaria de ter piada – ela riu – E talvez porque dá azar
- Pra pensar nisso quando tenho você do meu lado?
- Ahh, pare de dizer isso Arthur. – ela riu de novo – Estamos no meio de uma ligação. Se você fala essas coisas eu não vou ter como te agarrar e beijar
- Feche os olhos e imagine então
- É doloroso isso – ela riu outra vez – Mas só de pensar que amanhã é o grande dia, já conta
- Obrigado!
- De quê?
- De tudo. Por me fazer tão feliz, por me fazer concretizar os meus sonhos e me fazer acreditar…
- Em quê?
- Que o tempo cura tudo.
- Cura mesmo. – ela sorriu ao telefone
- Obrigado também por ter ido conversar com os meus pais. Valeu mesmo. Será importante pra mim
- Eu sei que sim. Amanhã será sem duvida o grande dia. Estou orgulhosa de mim, sabia?
- Porque?
- Por ter acreditado sempre no nosso amor e consequentemente nunca ter desistido
- Obrigado mais uma vez por não ter desistido de mim
- Digo o mesmo. Eu te amo!
- Também te amo de montão!

Na hora do casamento, as declarações foram bem mais numerosas.
Lua entrou na igreja chamando a atenção de todos os convidados, inclusive Arthur que a toda a hora da missa não parava de elogiar ela e roubar vários selinhos. As alianças foram levadas por Guilherme, que por engano, colocou uma no bolso, mas logo se lembrou e entregou pai.

- Agora sim, Arthur Aguiar, pode beijar a noiva. – o padre fez a gracinha, porque durante toda a missa Arthur roubou selinhos de Lua.

Ao sair da igreja, Arthur pegou Lua ao colo e ambos levaram com arroz e pétalas de rosas, como a tradição assim dita. Todos felicitaram o casal e que mais dias de felicidade assim viessem.

Na festa de casamento, várias fugidas se deram. Ora no banheiro, ora no jardim, ora na cozinha do hotel. Todos os lugares eram úteis para amar.

A despedida foi um pouco dura. Se despedir do seu filho de 2 anos é duro. O pequeno não chorou porque não entendeu que os seus iam ficar fora durante uns bons dias.

Não havia melhor destino do que Acapulco, México. Lugar distante de todos, romântico, bonito e otimo para se amar.

- Serão os melhores dias das nossas vidas! – Arthur se jogou na cama do hotel – E ao seu lado, será ainda melhor
- O que pretende fazer nos próximos dias? – ela chegou perto dele, colocando uma perna a meio das duas dele e despindo a blusa que tinha vestida
- Nos próximos dias eu não sei… - ele sentou, colocando as mãos na cintura dela e a puxando para perto – Mas nas próximas horas, eu prometo te amar muito! – iniciaram aquele beijo!


Queria pedir a vossa opinião. Eu quero mandar algo ao Arthur, este natal e pretendo mandar o mais rápido possível. Vou mandar para a projac, visto que não tem outro endereço. Mas será que enviando para lá, eles dão depois ao Arthur? É que vou gastar muitoooooooo dinheiro enviando algo para ele e não queria que fosse em vão :(

Bom, queria que tentassem saber se caso eu enviar algo para lá, eles entregam mesmo ao Arthur. Alguém ai vive perto da projac?

Outra coisa, mais capitulos é só quinta porque vou ter mini testes nestes dias ://

10 comentários:

  1. Ja fui no Projac e tipo é muuuito grande tem algumas portarias e variooooos estudios nao acredito que eles entreguem, eu moro "longe" meia hora da minha casa ate la. E trabalho se nao ia la e aproveitava e mandava o meu, mas acho difícil eles entregarem :/

    ResponderExcluir
  2. Posta mais +++++++++++...
    Xoxo'Nadinha'

    ResponderExcluir
  3. lindo demais
    ass Sophia

    ResponderExcluir
  4. Eu moro pertinho do Projac, e acredito que eles não vão dar o presente ao Arthur !
    É muito grande e até acredito que alguém pegue em vez de dar ao Arthur ;)
    Espero ter ajudado *-*

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente eu não sei nada linda . Queria arranjar um meio de me comunicar com vc , é que quero ser adm da pag. Tem facebook ? Manda ?! Nessecitava fala com vc !
    Beijo :*

    Amanda K.

    ResponderExcluir