Não foi um erro - 42º Capitulo

|
No capítulo anterior…

POV ARTHUR

- Promete mesmo?
- Prometo linda.
- E você papai, promete?
- Prometo anjo, o papai promete.

POV LUA

Saímos de casa de passo apressado. Estavam já um pouco atrasados e até ao local da festa, apresentação ou o que for do Arthur, ainda leva um tempinho a chegar.
Eu não estava minimamente interessada em ir. Eu sei que é por uma boa causa, devido ao que vão fazer pelo meu pai. Mas acontece que eu tenho uma filha, pequena, com sentimentos. Eu nunca vi ela tão tristinha. Ela sentia a minha falta e eu por mais que quisesse não conseguia estar muito tempo com ela. Não tive como não deixar uma lagrima cair.
Eu olhei para o lado, para que o Arthur não percebesse e funcionou. Ele estava todo animadinho para a sua apresentação de trabalho aqui no Brasil.

- Vamos entrar pela porta dos fundos. É mais rápido.
- Tudo bem… - dei de ombros

Demos as mãos e entramos num grande salão, pela porta dos fundos.

- Arthur, mas as doações de dinheiro para o meu pai não é na porta principal?
- Mas eu já estou atrasado. Ou melhor, estamos atrasados e eu não quero aparecer mal perante todos.

 Estávamos 10 minutos atrasados, mais ou menos. Mas no relógio do Arthur, parecia uma eternidade. Mal colocamos um pé no salão iluminado, vários flashes vieram bater ao meu rosto.

- Faz carinha bonita, docinho – Arthur dava um belo sorriso
- Que palhaçada! – disse baixo

Continuamos entrando. Havia, espalhado pelo salão, vários cartazes de modelos e na parte de trás havia um pequeno cartaz com a seguinte informação.

- Vamos lutar pelos nossos sonhos e ajudar quem mais precisa. José Blanco, quarentão, tem câncer. Uma doença fatal, todos nos sabemos e necessita de uma bela quantia de dinheiro para receber um tratamento e assim escapar à morte. Vamos todos ajudar. – li e me emocionei
- Viu? Eu sabia que eles não iam recusar ajudar o seu pai. A minha ideia foi brilhante.
- Realmente foi uma bela ideia – uma voz por detrás de nós disse – É vosso familiar?
- Si…
- … Sim, é pai da minha namorada! – Arthur me interrompeu – Está muito mal, coitado. Mas se deus quiser, irá recuperar. – A mulher anotava tudo o que o Arthur dizia
- Já contribuiu para a recuperação do seu sogro, digamos assim?
- Claro. Todos os dias.

Ele sorria para os flashes que dava durante a entrevista e mentia! Exatamente! Eu me lembro bem do que ele disse no dia anterior.

FLASH BACK ON

- Com esta campanha de ajuda para o seu pai, no evento de amanhã, não irá ser necessário agente contribuir com dinheiro
- Mas Arthur, ele é meu pai… eu gostava de ajudar
- Mas Lua, se as outras pessoas vão ajudar, porque é que temos de dar do nosso dinheiro? Alem do mais, pensei que o seu pai não significasse assim tanto para você.
- Ele pode ser um canalha, mas é meu pai
- Fazemos assim. Vamos ver quanto dinheiro recebemos e depois se faltar, agente acrescenta. Pode ser? – ele nem me deixou concordar ou discordar

FLASH BACK OFF

Cada pessoa tinha lugar marcado na mesa. Eu fiquei na mesa com o Arthur e mais três pessoas.

- Adoro ser famoso, já lhe disse?
- Nem é preciso dizer. Eu entendo perfeitamente. Alias, basta olhar
- Viu como as pessoas reagem ao me ver? Caraca! – ele estava fascinado desde o inicio – Olha, uns colegas meus. Já volto!

Fui deixada lá enquanto ele foi conversar com um grupinho de pessoas conhecidas em outra mesa. A conversa pelos vistos estava animada, pois ficou lá uns 20 minutos e nem me chamou para nada.

De um lado para o outro passava figuras públicas e bem conhecidas aqui no Brasil. Todas modelos de passerelle ou então modelos fotográficos. Eu me sentia mal, gorda e feia no meio daquela gente. Todas as meninas eram magras, altas e muito bonitas. Se bem que metade daquela beleza sai com água.

- Boa noite meus queridos – uma mulher super fina disse no palco – Antes de mais nada queria vos agradecer pela vossa presença. – Arthur veio, finalmente, se sentar ao meu lado – É um grande orgulho para mim estar aqui com vocês esta. – todos bateram palmas - Teremos muitas surpresas esta noite. Mas antes de mais, queria deixar um grande apelo a todos. Queria que contribuíssem, nem que seja com uma moedinha, para ajudarmos uma pessoa com câncer. Ele necessita de um remedio muito caro e se deus quiser, com o apoio de todos, ele vai ter esse tratamento e vai poder viver por mais longos e belos anos! – todos bateram palmas de novo

Ela saiu do palco e este se encheu de fumo. As cortinas se abriram e veio de lá um monte de garotas e garotos desfilar. Acho eu que com novas roupas de estação.

- Olha, eu desfilei com aquela ali – Arthur apontou – Você está se divertindo docinho?
- Não mais que você – disse irónica
- Arthur, é você? – uma garota disse, roubando a atenção dele para mim – Não me diga que você é uma das surpresas?
- Será? – ele riu e foi conversar com ela, me deixando mais uma vez sozinha

Eu via o Arthur de um lado para o outro pousando para fotos, ou conversando com pessoas importantes. Ele não me dava atenção nenhuma e eu começava a ficar farta dessa cena ridícula que eu estava fazendo aqui.

- Boa tarde mais uma vez. – disse a apresentadora dessa noite, aquela que à pouco esteve no palco – Deixem-me vos apresentar mais uma surpresa dessa noite! – todos bateram palmas, entusiasmados. Quando olho para o lado, vejo que o Arthur não está. De novo! – Bom, quero vos apresentar mais duas grandes pessoas, novas, no nosso grupo de modelos. Eles vão arrasar nas passerelles, nas revistas… em fim, no mundo da moda! Que entre agora, Arthur Aguiar e Rodrigo Silva! – todos bateram palmas e os dois foram ao palco. Arthur estava com outra roupa e não parava de acenar para as pessoas, com aquele sorriso largo – Me contem de vocês! Como se sentem agora?
- Muito entusiasmado! – Arthur se chegou à frente pra falar – Eu mal cheguei aqui me senti acarinhado logo pelas pessoas. Estou desejoso de fazer parte desta grande família de modelos!
- Ainda bem. E você Rodrigo, como é ser o centro das atrações das meninas?
- Cara, é de mais! Eu dou até autógrafos já! Eu vim de Portugal sem conhecer nada aqui no Brasil, mas estou adorando tudo!
- E a sua namorada, é ciumenta?
- Ah, não – ele riu – Ela não é nada ciumenta.
- Podemos saber ela quem é?
- Claro! É a menina ali de verde – ele apontou para a garota, que morreu de vergonha – É a minha princesa! – ele fez uma forma de coração pra ela
- E você Arthur Aguiar, como é ser o centro das atenções? A namorada se incomoda?
- Não, penso que não – ele riu – Na verdade eu adoro me sentir assim. Ainda não dou autógrafos, não paro na rua para tirar fotos mas acho que em breve isso irá começar. Prometo me esforçar a agarrar ao máximo essa chance que vocês me estão dando, do fundo do coração!

Sentiu a diferença? Pois eu senti!
Enquanto o Rodrigo morria de amores pela namorada, o Arthur se limitava a criar palavras bonitas para alcançar a fama! Pelos vistos, a fama subiu de novo à cabeça, tal como antigamente quando ele foi para Londres.

Mas não acabou por ali. O tal de Rodrigo pousou com a namorada, mesmo ela não sendo modelo, mesmo não sendo alta nem magra. Eles fizeram entrevistas juntos, enquanto o Arthur se limitava a andar por ai, sozinho, ou melhor, sem mim mas acompanhado de Mídia para alcançar a sua fama!

No final da noite, ele me pediu que eu fosse andando sozinha para o carro. Esperei uns 10 minutos sozinha até ele chegar!

- Fique sabendo que nunca mais Arthur, nunca mais! – entrei no carro irritada
- Oi? – ele estava com um sorriso irritante no rosto
- Nunca mais se eu sou a sua bonequinha, que você usa e deita fora, entendeu? Me diga, pra quê que eu vim nessa maldita festa? Para ficar tipo estatua na cadeira? Ahh não… - disse irónica – É só para você não passar pelo lado de solteiro, não é mesmo?
- Eu não estou entendo nada Lua!

Eu sei, tenho que compensar vocês. Vou tentar que seja amanhã

6 comentários:

  1. porra tanta mudança, mas afinal o arthur continua o mesmo, iludido com a fama

    ResponderExcluir
  2. ++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. o arthur nao vai crescer nunca? ele tem que se fazer homem, que ódio dele e tadinha da lu
    ass Sophia

    ResponderExcluir
  4. que raiva do arthur, a lu dá lhe uma segunda oportunidade por ele estar mudado e mais responsavel e afinal continua o mesmo babaca de sempre. ela merece ser feliz

    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com certeza! certo estão o mica,mel, chay e soph!

      Excluir