3ª Temporada - Mais que Melhores Amigos - 23º Capitulo

|

POV LUA

 

Hoje seria um dia difícil para mim. Para além de estar me despedindo da minha casa, estou me despedindo do Arthur e da minha pequena para ir para um país distante, ainda por cima, fora do continente.

A minha passagem e o meu passaporte estava pronto. Foi tudo tratado pela Luísa, que está organizando toda a viajem. Eu ajudei a ela, mas ela falou que havia passos que eu ainda não sabia bem como organizar, então, como ela não estava muito ocupada, ela própria organizava.

 

Chegamos um pouco tarde, ontem, da casa do Mica, mas mesmo assim ainda deu para aproveitar um pouco. Quando digo aproveitar, falo de mim, do Arthur e uma noite longa pela frente. Bom, longa não foi, porque eu não queria ficar cansada para hoje, mas vocês sabem como é o Arthur. ele nunca se contenta com pouco.

 

Foi um pouco difícil para acordar às 3:30 da manhã, me arrumar, pegar as coisas e ir embora, mas com a ajuda do Arthur, tornou as coisas um pouco mais fácil.

 

Arthur: as malas já estão no carro – falou, chegando a dentro de casa

Lua: a viajem é cedo de mais.

Arthur: temos de estar no aeroporto daqui a 30 minutos e a viajem é às 5horas da manhã. Realmente, exageraram um pouco.

Lua: vai ter saudades minhas? – ela fiz bico, colocando aquele rosto de dengo, como ele diz, e peguei as mãos dele

Arthur: você sabe que sim! – ele me abraçou – Vai ser meio difícil não acordar ao seu lado, mas acho que por dois dias eu aguento.

Lua: dois ou três amor – eu lhe lembrei

Arthur: isso! – ele olhou nos meus olhos – Te amo muito! Estou feliz por ver que os seus trabalhos estão dando certos e que você está tendo muito sucesso com isso. em breve, você será reconhecida internacionalmente.

Lua ri: só você para me fazer sonhar desse jeito! – eu ri e abracei ele

Arthur: é so acreditar…

 

Demos um selinho demorado. Em breve nos iremos despedir com algo mais.

Peguei na Juliana, à qual não a larguei até entrar no aeroporto e a abracei até os meus braços doerem. O problema, é que não doeram, o que significa que eu continuaria a abraçar a minha filha o resto do dia, da semana, do mês, do ano… enfim!

 

Enquanto eu esperava no banco, com a Juliana ao colo e com a Sophia e a Pilar ao lado, dormindo, os meninos entregavam as malas e faziam os passos necessários para a nossa viajem.

 

Sophia: vai me custar tanto deixar esta pequena aqui – ela tirava o cabelo da frente do rostinho da Pilar.

Lua: nem me fala… - segurei o choro – Eu levo uma foto dela, levo uma peça de roupa com o perfume que sempre deito nela e ainda um bonequinho, para quando eu sentir saudade, apertar.

Sophia ri: serio Lua?

Lua: muito serio – falei mesmo sem rir

Sophia: você não existe mesmo

 

Os meninos chegaram e cada menina ficou grudada nos seus mais que tudo.

Eu fiquei aninhada do colo do Arthur, com a Juliana ao colo. Eu queria guardar aquele momento para sempre, mas eu voltei à realidade e vi que não era possível quando a moça chamou os passageiros para o voo, que ia descolar dentro de 30 minutos.

 

Lua: vai sentir saudade?

Arthur: perguntando isso de novo?

Lua: é que…

Arthur interrompe: está com duvida é?

Lua: nunca! – abraçei ele – Não esquece que te amo, não faz asneira, não deixa a Juliana sozinha, não esquece as horas dela comer, não deixa ela tomar sol, não sai de casa sem…

Arthur interrompe: amor, calma tá? Eu já sei de tudo isso, eu já sei o que devo e não devo fazer

Lua ri: mas é que eu estou nervosa!

Arthur: te amo muito tá? E nem pense em olhar para nenhum Português lá ok? Eu sou melhor!

Lua ri: muito melhor, mil vezes melhor – ri entre o beijo que comecei a dar

Arthur ri: minha linda! – ele me abraçou

 

Ficamos uns cinco segundinhos grudados e de repente sinto a Sophia nos separar. Ela estava certa, eu precisava de me despedir de vez e ir para o avião, mas é que estava ficando difícil.

 

Lua: minha linda, cuida do papai viu? – disse, enquanto segurava ela – Não deixa ele se portar mal!

Arthur ri: até parece né?

Sophia: vamos? Vamos antes que eu comece a chorar agora!

Mica ri: fica calma – ele ia lhe abraçar, mas ela se afastou

Sophia: não Mica, fica longe… eu vou chorar – ela segurou o choro – Vamos logo Lua!

Lua: tá!

 

Dei um ultimo beijo ao Arthur e à Juliana e corri para o lugar em que a moça nos chamava mas antes olhei para trás, e vi o Arthur pegando a mãozinha da Juliana para dar tchau. Não teve como eu não me emocionar.

 

(…)

 

POV ARTHUR

 

Difícil é pouco! Ficar sem a Lua é fod*! É mais do que difícil.

Mas para nos animar, tínhamos o Chay nos nossos ensaios para o show que ai vem.

Para ser sincero, eu estava sem ânimo nenhum.

 

Mica: vá vamos Arthur… vamos animar!

Arthur: não consigo…

Mica: consegue, claro que consegue!

Chay: falta a morcega aqui

Arthur: morcega?

Chay ri: você não se lembra? É a secretária da empresa

Mica: é serio que você falou com ela?

Chay: eu falei que ia falar – ele próprio riu do que disse

Mica: e falou o que?

Chay: eu disse se ela podia vir pra cá para ficar com a Juliana e com a Pilar. Ela falou logo que sim, me deixou acabar

Arthur: será que ela demora?

Mica: não sei… vamos começar.

 

Ajustamos as coisas necessárias para um ensaio junto com o resto da banda e tocamos uma musica para aquecer.

Quando íamos tocar uma musica do Chay…

 

Chay: esqueci a letra! – ele colocou a mao na boca

Mica ri: mentira né?

Arthur: você tá zuando né?

Chay: claro… - ele começou a rir – Que sim!

Mica ri: idiota

Arthur ri: palhaço…

 


Matando saudade ;(



4 comentários:

  1. Posta ++++++++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  2. Cheguei tarde ! Fui no dentista e só li agora ! Amei os dois ! Depois a gente se fala ! Beeeeeijos

    ResponderExcluir
  3. Fofinho kkk
    Ass:Manu

    ResponderExcluir