2ª Temporada - "LuAr na Casa dos Segredos" - 14º Capitulo

|

POV LUA

E depois daquele quase beijo eu fiquei estonteada, fiquei sem saber o que pensa… quando eu senti aqueles lábios rosados nos meus, senti também mas coisas na barriga. O meu cérebro dizia “agarra ele agora!” mas o meu coraçao falava “será que é isso que você quer mesmo?”. Eu fiquei sem saber o que fazer, então simplesmente corri e sai daquele lugar. Eu sabia que ontem não era um bom dia para sair, mas ele pediu e eu não tive como dizer que não…

Eu pensei que o clima ia ficar estranho hoje, mas nem ficou. O Arthur fez as suas coisas naturais, como faz todas as manhas e agiu como se nada tivesse acontecido. Mas como assim? Ele não vai dizer nada? Não vai fazer nada?

Lua: ele nem vai me perguntar o porquê de eu ter saído daquele jeito? Jura? – falei sozinha mesmo, enquanto ele estava no banheiro – Afff, ele tem de me perguntar alguma coisa sobre ontem… - sim, eu queria mesmo que ele falasse comigo

Ele saiu do banheiro, passou por mim, deu os seus simpáticos “bons dias” e depois voltou ao banheiro.
Era a hora de eu tomar uma atitude. Ele não podia ficar assim, sem me dizer mais nada. Me levantei, respirei fundo e fui, toda decidida, até à porta do banheiro. Abri ela e levei mó susto quando vi ele totalmente pelado. Ele olhou para mim, ficou envergonhado e pegou logo uma toalha para se cobrir.

Arthur: tá maluca? – perguntou, enquanto se tapava
Lua: desculpa… foi mal… - eu estava igualmente
Arthur: o que você quer afinal?
Lua: eu… - a verdade é que eu não conseguia parar de olhar o tanquinho dele – Eu vim te perguntar que raio de dançinha foi aquela ontem…
Arthur: você sabe muito bem…
Lua: tá, mas… - aii, que tentação
Arthur: mas já que você fez uma pergunta, eu também tenho o direito de te fazer outra
Lua: o que?
Arthur: porque saiu daquele jeito?
Lua: porque eu não queria que aquele beijo acontecesse ontem…
Arthur: então queria que acontecesse quando mesmo?
Lua: nunca…
Arthur: tem certeza?
Lua: se você perguntar isso de novo… não, não terei a certeza
Arthur: tem certeza? – ele sorriu, safado

GRRRRRRRR, porque é que ele tem aquele poder em mim? Porque é que só com aquele olhar e com aquelas lábios ele me enfeitiça de um jeito louco que só ele sabe? Que poder é esse que ele tem sobre mim?
Gente, eu sou mulher, tenho os meus defeitos, qualidades e também necessidades. A minha única e desesperada necessidade agora era aquele  beijo… aquele beijo que tinha um gosto especial de “quero mais”. Mas eu parei, pois aqueles pensamentos de ontem, entre o meu cérebro e o meu coraçao, pararam…

Arthur: que beijo foi esse? – ele sorriu
Lua: eu não sei… - eu estava meia desnorteada
Arthur: porque parou?
Lua: porque… - eu sai do banheiro correndo de novo

Eu já tinha saído daquele banheiro à 2 minutos, no máximo e ainda me sentia ofegante depois daquele beijo. Eu senti a língua dele, pedindo passagem e simplesmente eu permiti, mas… dorga, eu parei!

(…)

Passei a tarde evitando o Aguiar. Eu estava com medo de deixar a minha pose de durona de lado e ter aquela recaída gostosa de novo. Porém, ele não facilitava.

Arthur: eu estava pensando em agente praticar snorkelling
Lua: quê? – eu despertei dos meus pensamentos – O que é isso?
Arthur: é um desporto náutico – lá estava ele com os papeis de informação na mão – “proporciona a observação da maravilhosa flora e fauna marítima, que se encontra a poucos metros da praia”. – ele leu – Vamos experimentar isso amanha?
Lua: não quero…
Arthur: hoje ficamos em casa, ontem só saímos à noite… daqui a uns dias voltamos para o brasil e adeus ferias gostosas nas maldivas

“gostoso é você e o seu beijo” – pensei

Lua: talvez vamos amanha… mas hoje não.
Arthur ri: são 21:22 da noite… você queria mesmo ir hoje?
Lua ri: a verdade é que não… - eu ainda estava desnorteada

Eu fui para a minha cama e ele foi para o sofá. Ele não se deitou. Ficou lá, apenas sentado, com um rosto de cachorrinho abandonado, me olhando.

Arthur: Lua, posso dormir na cama com você, por favor? – pediu
Lua: não… - respondi, sem tirar os olhos do livro que à dias tentava ler
Arthur: eu juro que não toco em você
Lua: não! – disse mais confiante
Arthur: e se colocarmos travesseiros no meio… isso impede agente de se tocar
Lua: não Arthur, deixa de ser chato!
Arthur: então dorme aqui no sofá esta noite e eu durmo ai… assim não nos tocamos mesmo!
Lua ri: isso era um sonho seu mesmo… nem pensar!
Arthur: vamos jogar um jogo… quem perder, dorme no sofá
Lua: nem pensar…
Arthur: pensei que você gostava de desafios…
Lua: e gosto
Arthur: entao… - ele me desafiou
Lua: ok!

(…)

Jogamos e adivinhem só… eu perdi!

Arthur: boa noite princesinha… - ele me zuava
Lua: fique sabendo que é a primeira e ultima noite que você dorme ai – ameaçei

Postei mais tarde, mas postei ;) 

7 comentários:

  1. seria legal o Thur deixar a Lua dormir com ele e essa maluca aceitar...to com saudaDES DELES JUNTOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele podia fazer ciúme nela

      Excluir
    2. Boaaaaa
      Ass:Manu

      Excluir
  2. Posta ++++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  3. Faz ele levantar no meio da noite e pegar ela no colo e colocar ela na cama. *-* beijos. Amo suas webs. Nathalia.

    ResponderExcluir
  4. Quando eles saísse , o Thur deveria fazer ciúmes na Lua com outra menina ai ela ñ ia aguentar iria querer bater na menina e se declarava para ele. ~sugestão~ Maaais ?

    ResponderExcluir
  5. Queria eles dormindo juntos!!
    Posta mais

    ResponderExcluir