“Tudo por uma promessa” - 6º Capitulo

|
FELIZ LUAR DAY 

 

POV NARRADOR

Arthur acordou assim que o sol se fez sentir no seu rosto. A janela do seu quarto estava aberta e através dela podia ver o céu cerrado (cinzento/nublado) que hoje se vazia.
Pensou em se levantar rápido, vestir uma roupa mais apresentável e ir até ao quarto da Lua, ver como ela estava.

Assim que o fez, a princesa ainda dormia. Ela estava sem a coberta por cima dela e isso fazia com que arthur conseguisse ver a sua calcinha comportada rosa e a claro, a blusa dele que emprestou pra ela dormir essa noite.
Ele sentou na beira da cama, tapou ela com a coberta e ficou olhando aquele anjo dormir.

Arthur: se for assim todos os dias, eu não me importo nada – disse ele em meio dos seus pensamentos

Assim que pensou no que disse, riu sozinho mesmo. Estaria sentindo algo diferente? Algo que nunca sentiu assim de um dia para a noite? Será que dessa vez seria para sempre?

Saiu do quarto para não incomodar mais a moça mas por causa do vento que se fazia por causa de algumas janelas abertas, a porta se fechou dando um estrondo enorme.

Arthur: porr* - gritou
Lua: bom dia – disse ela se espreguiçando e sentando na cama – me acordou
Arthur: desculpa, não era essa a minha intenção
Lua: voce estava aqui a muito tempo?
Arthur: o tempo suficiente para te ver – sorriu – dormiu bem?
Lua: como assim?
Arthur: é que voce é linda – sorriu e se aproximou – dormiu bem ou não?
Lua: voce também é – sorriu de volta – amo o seu sorriso
Arthur: o seu é que é mais bonito

Lua pensou que agora ia beijar o garoto. Que finalmente iria beija-lo pois ela desejava isso à muito tempo. Mas não… sempre tem algo que incomoda e dessa vez, foi mesmo ele.

Arthur interrompe: e pela terceira vez, dormiu bem ou não?
Lua ri: desculpa… - Lua se pôs direita – dormi bem sim, e voce?
Arthur: também. Se bem que estava frio ontem de noite
Lua: pois estava. Eu deixei a janela aberta ainda por cima
Arthur: eu também. Mas bem, vamos levantar e ver a nossa casa?
Lua: vamos – ela sorriu

Lua se levantou da cama e arthur, que estava ao seu lado, não pode deixar de reparar nas coxas da loirinha e ficou olhando sem ao menos dar de conta que Lua estava vendo tudo…

Lua: Arthur… Arthur! – chamou
Arthur: desculpa – finalmente prestou atenção
Lua: voce me dá licença para eu me vestir?
Arthur: claro

O que realmente ele queria dizer era “precisa mesmo de vestir?” mas Arthur ainda não tem essa confiança com a Lua. Não quer deitar tudo a perder então achou melhor sair do quarto e ir até a cozinha preparar o primeiro café da manha para a sua futura mulher.

Assim que ela desceu até à sala, viu que a mesa estava posta e que em cima dela estavam panquecas, suco, pao, leite entre outras coisas. Do outro lado da mesa, estava arthur, sorrindo para ela…

Lua: voce é que fez tudo sozinho?
Arthur ri: bem… digamos que eu tive uma pequena ajuda
Lua ri: logo vi
Arthur: vamos comer? Hoje temos um longo dia

Esse longo dia se resumia em achar as moradas das casas que tinham para ver hoje: a branca e a bege. Duas casas totalmente afastadas uma da outra.

Assim que os dois entraram na casa branca, puderam ver uma grande casa de sonho, porem, um pouco grande. Muitos quartos, muitos banheiros, varias varandas, enfim, exageradamente grande.

Lua: não, esta não
Arthur: tá… voce venceu. É enorme. So se estiver nos seus planos ter uns 10 filhos
Lua ri: quero ter filhos, mas não assim
Arthur ri: eu posso fazer os filhos, agora cuidar… - ele passou a mao na cabeça
Lua: ahh claro, isso todo o mundo quer né?

Lua não achou muita piada ao comentário dele, pois ele se mostrou ser irresponsável. Mas já sabemos que ninguém é perfeito, todo o mundo tem quedas para as suas parvoíces e arthur não era excepçao. Eram essas reações que Lua não gostava de nele pois mostrava que Arthur era irresponsável e um garoto que sempre teve tudo na vida, sem se esforçar. Lua não foi assim…

Seguiram para a casa bege.
Um jardim lindo, uma entrada encantadora, três quartos de dormir bem grandes, assim como a cozinha, os banheiros e os outros cómodos da casa. A única desvantagem era o preço da casa…

Lua: é muito cara
Arthur: mas é a que voce gosta
Lua: mas eu não consigo pagar isto
Arthur: Lua, não se preocupa com isso, eu posso pagar
Lua: não é voce, são os seus pais – disse meia irritada
Arthur: Lua, deixa de ser orgulhosa!
Lua: voce nem me conhece para dizer isso sobre mim
Arthur: mas pelas suas reações estou vendo que não quer a casa, porque eu vou pagar ela à custa dos meus pais
Lua: o trato era nós pagarmos os dois
Arthur: mas eu posso comprar a casa e voce outras coisas
Lua: mas não é justo, voce paga mais
Arthur: eu tenho mais dinheiro!

E pronto… ai voltou o Arthur metido convencido filhinho da mamae Aguiar que Lua detestava. Lua encarou ele. Porem, Arthur virou as costas a ela e foi assinar o contrato com o agente da casa.
O casal podia ir para a casa daqui a dois dias, pois é durantes esses dois dias que a casa ficará pronta e toda montada, digna de um casal jovem viver lá.

Durante o caminho para o hospital, Lua foi de braços cruzados, sem falar nada. Não queria chingar o arthur, mas também não iria falar nada.
Sairam do carro, entraram no hospital e foram ver a mae da Lua.

Medico: ela continua no mesmo estado
Lua: não melhorou nada?
Medico: nada de nada… pelo contrario, ela piorou. Ela não fala
Lua: como assim? – seus olhos se encheram de lagrimas
Medico: é tudo derivado ao cancer… se prepare, más noticias virão em breve

Não tinha outro jeito de falar as coisas, pois se o medico falasse de outro jeito, estaria mentindo. Lua pode confirmar que a sua mae estava tal igual ao que o medico descreveu pois entrou no quarto em que ela estava e não ouviu uma única palavra da boca daquela mulher lutadora.
Claudia lutava contra o cancer a 5 anos, era digna disso, mulher lutadora.

Lua saiu do hospital sem chao, sem fala, sem nada… apenas com o seu coraçao despedaçado.
Arthur tentava ficar do lado dela, mas Lua como de sempre, se fechada no seu mundo e não aceitava palavras confortáveis de ninguém, pois isso so a enchia de esperanças que nunca poderão se realizar. 

Hey, quero muitos comentarios aqui!
Vou postar daqui a pouco "Mais que Melhores Amigos"


6 comentários:

  1. Aaah espero que a mãe da Lua saia dessa uma mulher lutadora , batalhadora não merece passar por isso , amei a briguinha deles hahaha mt fofaa

    ResponderExcluir