Belo Casamento - CAP. 15

|


Belo Casamento


Capítulo 15: Finalmente

Arthur

“Não, só nos dê um minuto.”, eu disse .
Lua estava meio deitada, meio sentada no assento de couro preto da limusine, com as faces coradas e respirando com dificuldade. Eu beijei seu tornozelo, e em seguida, peguei entre os dedos sua calcinha e seu salto alto e entreguei para ela.
Caramba, ela era uma bela visão. Eu não conseguia tirar os olhos dela enquanto abotoava a minha camisa. Lua piscou-me um enorme sorriso, enquanto deslizava sua calcinha sobre seus quadris. O motorista da limusine bateu na porta. Lua assentiu e dei-lhe luz verde para abri-la. Entreguei-lhe uma grande gorjeta e, em seguida, levantei minha mulher em meus braços. Atravessamos o lobby e o cassino em apenas alguns minutos. Você pode dizer que eu estava um pouco motivado para voltar para a cobertura alugada, era uma sorte e providencial ter Lua em meus braços, uma vez que meu pau estava muito saliente.
Ela ignorou as dezenas de pessoas nos olhando, enquanto entrávamos no elevador, e plantou sua boca na minha. Minha voz saiu abafada quando tentei dizer o número de nosso andar para o casal divertido que estava mais próximo aos botões do elevador, mas vi com o canto do meu olho que tinham apertado o andar correto.
Assim que saímos para o corredor, meu coração começou a bater. Quando chegamos à porta, eu lutei entre manter Lua em meus braços e tentar pegar o cartão-chave do meu bolso.
“Eu vou pegá-lo, bebê.”, disse ela , puxando-o para fora e, em seguida, me beijando, enquanto abria a porta .
“Obrigado, Sra. Aguiar.”
Lua sorriu contra a minha boca. “O prazer é meu.”
Levei-a para dentro do quarto e baixei-a para ficar ao pé da cama. Lua me observou por um momento, enquanto tirava seus saltos.
"Vamos começar tirando isso do caminho, Sra. Aguiar. Esta é uma peça de roupa que não quero estragar.”
Eu a virei e abri o zíper de seu vestido lentamente, beijando cada pedaço de pele que ficou exposta. Cada centímetro de Lua já estava entranhado em minha mente, mas tocar e degustar a pele da mulher que agora era a minha esposa fez tudo parecer novo novamente. Senti uma emoção que nunca tinha sentido antes. O vestido caiu no chão e o peguei, jogando-o sobre as costas de uma cadeira. Lua desabotoou a parte de trás do sutiã, deixando-o cair no chão, e deslizei meus dedos entre sua pele e o tecido macio de sua calcinha. Eu sorri. Eu já a tinha visto antes. Inclinei-me para beijar a pele atrás de sua orelha.
“Eu te amo tanto...”, sussurrei, lentamente empurrando a calcinha para baixo por suas coxas. Elas caíram até os tornozelos e ela chutou para longe com seus pés descalços. Eu passei meus braços em torno dela, respirando fundo pelo nariz e puxando suas costas nuas contra o meu peito. Eu precisava estar dentro dela, meu pau estava praticamente chegando para ela, mas era importante tomar um tempo para isso. Nós teríamos apenas uma rápida noite de núpcias e eu queria que fosse perfeita.

N/A: Hello, meninas! Desculpem a demora para atualizar a fic, é que meu wifi estava meio bugado, ele é uma merda eu sei rs.


Comentem sobre o capítulo, já vou postar o próximo.

7 comentários:

  1. Que lindoooooooooos vai ter hot

    ResponderExcluir
  2. Queriam as preliminares dentro da limusine já. Essa noite de núpcias promete!!
    Helena

    ResponderExcluir
  3. Próximo cap. Hot ��

    ResponderExcluir
  4. JÁ QUERO O HOOOOOOOOT

    ResponderExcluir
  5. HHAhaha Arthur ta tão assanhado, finalmenteeeeeeeeeeeee casados e agr q vem a parte HOT HOT, ANSIOSA PARA O PRÓXIMO CAPÍTULO !!!

    ResponderExcluir
  6. Como eu amo essa fic,❤️♥️♥️❤️ Mt bom.Esses dois são tão divos juntos s2

    ResponderExcluir