Uma Linda Mulher - 2ª TEMP. | CAP.26

|


Uma Linda Mulher - 2ª Temporada





Capítulo: 26


Arthur fechou os olhos negando com a cabeça, em quanto Mel levava a mão sobre a boca caindo em um choro incontrolável.
Dr Julio – Eu sinto muito, o câncer pode ser exterminado em alguns casos… – Arthur levou as mãos sobre os olhos tremendo dos pés a cabeça. – Há uma série de coisas que contribuem para que isso aconteça, principalmente se a família já teve um caso em particular que é o caso de Kátia Aguiar. Eu sinto muito, a medidas a serem tomadas e…
Mel – Eu conheço essa história, medidas e mais medidas, e conforto… – negou com a cabeça – Pelo amor de Deus Arthur… - olhou nos olhos de seu irmão – Não deixe que isso aconteça de novo… – levou as mãos sobre olhos - Não deixe que o façam novamente… – Arthur se levantou abraçando Mel da maneira como pode, a abraçou a apertando em seus baços como fazia toda vez que chovia e ela sentia medo de trovões. Julio observava a cena comovido, havia cuidado de Kátia, sabia o que aqueles dois filhos haviam passado, observou na época a miúda menina de cabelos pretos à altura do queixo, agora era uma mulher, grande o suficiente para entender que algumas coisas não haviam saída… 
Arthur dirigia sem saber como suas mãos respondiam ao seu comando, "Cuide de Mel Arthur, você é o homem da casa, meu menino, cuide de sua irmã..."
Motorista – Aii o manéé ta a fim de morrer? – Arthur abriu os olhos com o barulho infernal da buzina, mexeu a cabeça mantendo seus olhos cansados bem abertos.
Havia Lua, precisava contar a ela. Havia deixado Mel no quarto mais calma e mais segura, havia conversado com os médicos sobre cirurgias, mais uma série de exames seriam feitos, não que ele acreditasse que mudaria algo, doença ingrata e desumana, a conhecia bem, tinha visto Kátia perder as forças a cada hora que aquela maldita a consumia, quase passou no farol vermelho novamente, virou se na esquina de casa…
-
Lua sentou se na cama levando as mãos à cabeça, sentindo se zonza e fraca, notou que suas mãos tremiam, os lábios estavam secos, respirou com dificuldade levando as mãos até a barriga…
Lua – Aii… – gritou sem medir o tom ao sentir outra pontada nas costas, mais dessa vez um tanto mais embaixo. Procurou respirar com calma, controlando sua respiração. - Aii... – gemeu novamente segurando a baixo de sua barriga, precisava de seu celular, levantou os lençóis para o procurar, havia dormido com o mesmo ao seu lado caso Arthur ligasse. Franziu a testa sentindo uma dor mais aguda em sua entranhas, mordeu os lábios, se gritasse outra vez acordaria Gabriel. – Meu Deus… – seu rosto se formou pálido ao ver a mancha enorme de sangue por quase todo o lado no lençol, onde dormia, levou as mãos entre suas coxas a levantando, vendo suas mãos cobertas pelo líquido vermelho.
Lua – ARTHUR!

Arthur estacionou o carro, sentindo uma fisgada no estomago, apertou o alarme sentindo que precisava de um banho e com urgência. Entrou dentro de casa subindo as escadas, deu um beijo em Gabriel que dormia tranquilamente, o acariciou os cabelos – ARTHUR! – Gabriel acordou em um pulo assustado, Arthur levantou se correndo até o quarto, observou Lua sentada na beirada da cama observando as mãos cobertas por… Oh Céus… Observou os lençóis manchados e o rosto pálido da mulher a sua frente.
Nelita – Ohh Menina, fique calma… – Arthur não tinha reação. Gabriel caminhou se até Lua chorando junto com a mãe, e ele permanecia ali, avistando aquela cena sem nenhuma reação. Nelita passou sobre ele, para depois voltar e o chacoalhar.
Nelita - ARTHUR… – Ela estava apavorada. Ele finalmente se mexeu. 
Arthur – Tire o Gabriel daqui… – sua voz era dura e firme, atravessou o quarto até Lua que o olhou nos olhos em pânico.
Lua – O que está acontecendo? – observou suas mãos uma vez mais. Soltou um soluço alto assustando ainda mais  Arthur, que a pegava nos braços saindo do quarto descendo pelas escadas…
Arthur – Filho, olhe para mim…
Lua – Aiiii… – gemeu se encolhendo no colo de Arthur.
Arthur – GABRIEL OLHE PARA O PAPAI… – pediu em quanto descia as escadas com calma mirando nos olhos do garoto. – Se lembra sobre o que a mamãe disse, sobre ser o homem da casa? – O menino assentiu aterrorizado ouvindo os gritos altos de Lua. – Se lembra? Então está na hora novamente, consegue parar de chorar e se acalmar? - Gabriel assentiu, Nelita abriu a porta e logo depois a porta do carro com a chave que havia tirado do chaveiro. – Então fará o seguinte, se acalme e ligue para... - "ligar para quem Arthur?" Perguntou a si mesmo, você não tem por onde correr e para quem correr, olhou a mulher em seus braços que perdia a cor cada vez mais. – Apenas se acalme e acalme Nelita, consegue fazer isso? Consegue depois se trocar e esperarar até que o papai te ligue? – Gabriel assentiu, franzindo a testa segurando o choro a qualquer preço. Arthur colocou Lua no banco de trás, sentou no banco do motorista fechando a porta. – Você é meu garoto, cuide de tudo por aqui. Nelita…
Nelita – Vá, vá menino… – Arthur assentiu, ligou o carro arrancando com pressa…
Lua – ARTHUR. 
Arthur – EU SEI, SEU SEI, FIQUE CALMA, RESPIRA, RESPIRA COMO FIZEMOS DA OUTRA VEZ, RESPIRA… – ela assentiu, se contorcendo no banco traseiro. 
Arthur chegou no hospital e quando o primeiro enfermeiro o viu com a mulher nos braços, rapidamente pegou uma maca contatando outra equipe. O atendimento foi rápido e eficaz, em quanto alguns médicos a examinavam enfermeiras com um aparelho portátil de ultra-som examinavam o bebê.
Lua – Thur… – sua voz era fraca, enfermeiras já aplicavam drogas para a dor e controladores de contrações, ele segurou a mão dela em quanto à maca se colocava em movimentos, estava sonolenta. – O bebê… – ele franziu a testa a olhando, seu corpo inteiro suava, seus olhos estavam vermelhos. – O bebê…
Arthur – Não faz isso comigo… – mordeu os lábios segurando o choro – LUA NÃO FAÇA, NÃO FAÇA ISSO COMIGO… – a enfermeira o puxou, pedindo para que se acalmasse, levou as mãos sobre os olhos, santo Deus será que era aquilo o inferno?






Chorem comigo :(
O que será que vai acontecer?
Com mais 10 comentários, posto o próximo capítulo.

18 comentários:

  1. Nãooo !!! Chorando litros . Preciso de mais capítulos 🙏🏻

    ResponderExcluir
  2. Brenda malvada, Brenda malvada!! Kkk , Ah mds, se ela perder o bebê eu morro !! Quero jaa que esse bebê nasça !!! #SeSentindoAflita

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus o que vai acontecer to preocupada. Chorei muito

    ResponderExcluir
  4. Ooow coitadinho deles

    ResponderExcluir
  5. Socorroooooooo, isso não pode acontecer
    posta mais logooooo
    Julia

    ResponderExcluir
  6. Meu deus 😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭
    Meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

    ResponderExcluir
  7. Chereiii Rios Lendo aquiii,aí essa Nenê tem q sobrevive ....
    Posta logo Por Favor

    ResponderExcluir
  8. Meu deus 😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭
    Meu deus😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭😭

    ResponderExcluir
  9. Meu Deus! Estou curiosa! Posta mais mais mais rápido kk

    ResponderExcluir
  10. Caraaa 😱😨... To tremendo aqui😱😰... Tadinha da Luh😩💔... Tudo vai dar certo... Neh?!!
    Mais please ❤️❤️

    ResponderExcluir
  11. coitado do arthur ela e uma mãe para ele.
    by sofiaxc

    ResponderExcluir