Uma Linda Mulher - CAP.45

|



Maratona - Uma Linda Mulher




Capítulo 45:


Arthur não respondeu simplesmente se virou de costas entrando no banheiro. Ela fechou os olhos quando a porta bateu, olhou o telefone e a cama totalmente revirada com os lençóis desarrumados, denunciando o que havia acontecido até algumas horas antes…Levou as mãos a cabeça, Arthur estava certo, era hora de ser algo a mais do que um perfeita e exemplar mãe. Indo até seu quarto, abriu o guarda roupa colocando uma roupa intima e seu hobbie por cima, passou um pouco de pó no rosto e penteou melhor o cabelo, mesmo descalça desceu até a mesa de café. Marieta a mirou e se despediu alegando que realmente tinha compromissos, Lua agradeceu e se desculpou pelo constrangimento, Marieta sorriu tomando seu rumo. Gabriel tomava seu leite e comia a metade de um pãozinho, Lua abriu um sorriso, que ele correspondeu parando para observa la.
Lua – Há algo errado? – Perguntou acariciando os cabelos castanhos escuros do filho para depois lhe beijar as bochechas.
Gabriel – Você é a mulher mais linda que eu já vi mamãe…– Lua arregalou os olhos sorrindo ainda mais.
Lua – Obrigada, porque você também é o garoto mais lindo que eu já vi. – O abraçou afastando a cadeira, Gabriel pulou em seu colo continuando a tomar o leite quente e o pãozinho. Lua se encostou ao respaldo da cadeira fechando levemente os olhos…– Como dormiu essa noite?
Gabriel – Bem, a tia Mel foi até a casa da vovó com o tio Robert, estavam bastante animados e empolgados, assistimos um desenho e tomei uma tacinha bem pequenininha, – Gesticulou com os dedos. – de sorvete… 
Lua – Hum sei, e a tia Mel está bem? – Se perguntou porque Arthur ainda não desceu. 
Gabriel - Sim, está ótima perguntou de você e do papai, eu disse que estava tudo como sempre. – Gabriel baixou o tom de voz entristecendo a mesma. – Cadê o papai, já estou quase terminando de comer e ele ainda nem desceu...
No mesmo momento Arthur, havia descido já vestido com uma camiseta pólo preta e uma calça jeans escura, os cabelos estavam molhados, estava com a chave do carro e a carteira, Lua desviou o olhar.
Arthur – Vou precisar sair…– Apenas informou – Não me espere acordado Gabriel. – Estava sério, o rosto de Gabriel se contorceu de tristeza. 
Gabriel – Mais aonde você vai? Tínhamos combinado de sair nós três hoje se lembra, o jogo na televisão pai. Mais além do mais você nem tomou café com a gente…
Arthur – Sua mãe vai tomar café com você. Eu preciso sair filho, amanhã assistiremos ao jogo…
Gabriel – Amanhã eu vou jogar futebol com o Micael. Quer saber pai esquece. - Se levantou saindo da mesa subindo as escadas com, pressa zangado. 
Lua – Gabriel, você ainda não terminou de…– não pode terminar de falar se assustando com o barulho da porta batendo, se calou se servindo de suco. Umedeceu os lábios se sentando direito a grande mesa. Ele continuava lá parado, então o celular de Arthur tocou e em poucas palavras ele respondeu que não se demoraria. Lua sorriu ironicamente em quanto passava requeijão na fina torrada, viu que ele se aproximava e com uma das mãos levantou seu queixo lhe dando um beijo na boca. Foi tudo tão rápido que Lua não teve tempo de hesitar, abriu bem os olhos. E pode ouvir quando ele lhe disse em um sussurro se aproximando de seu ouvido...
Arthur – Nada mudou da noite passada Lua, e essa noite eu faço questão de te lembrar novamente…
Lua - Aonde você vai Arthur? – Perguntou entre os dentes de forma ameaçadora.
Arthur –Terminar o que nunca deveria ter começado, me espera acordada, há coisas que ainda preciso lhe mostrar. – Sem que ela pudesse ter a chance de responder ou praguejar, ele saiu da habitação subindo as escadas rapidamente até o quarto de Gabriel onde se demorou 10 minutos depois desceu novamente e jogando uma última mirada em Lua saiu, uns 30 minutos depois a campahia tocou, era Sophia, que trajava uma calça jeans apertada e uma bata solta da cor verde clara, sorriu tirando os óculos escuros.
Lua – Sua sumida, faz semanas que não nos falamos.– Se abraçara com força, em quanto Sophia entrava na grande sala de estar. 
Sophia – Alguma coisa aconteceu…– Lua parou de sorrir olhando Sophia com um ponto de interrogação na testa. – Seus olhos, estão brilhando. – gargalhou.
Lua – Não, estão não…– Foi até o espelho no corredor. 
Sophia – Estão sim, agora olha os meus nota, sou a mulher mais feliz desse mundo.- Soltou um gritinho de excitação abraçando Lua novamente se sentaram as duas de volta a mesa, e Lua tomou mais outro copo de suco.
Lua – Gabriel, a Sô ta aqui em baixo…– não ouviu resposta olhou chateada para Sô. 
Sophia – O que aconteceu?
Lua – Arthur havia marcado de assistir um jogo de futebol com ele hoje, mais teve um compromisso.
Sophia – Que compromisso?– Já se colocava furiosa, se havia uma pessoa que Sophia não confiasse era Arthur. 
Lua – Eu não sei…- baixou a mirada. 
Sophia – Eu já disse o que acho sobre isso não disse Lua. Lu, pelo amor de Deus, acaba logo com isso, ou vai ou fica, isso já dura tantos anos e…– Gabriel desceu a escadas lentamente segurando seu ursinho favorito de pelúcia com um bico enorme nos lábios.
Lua – Oh filho, vem cá com a mamãe. – Lua afastou a cadeira novamente e Gabriel se escondeu em seus braços em quanto Sophia só sorria olhando para Lua que fazia o mesmo. 
Sophia – Hey mocinho, não vai falar comigo hoje não? 
Gabriel – Oi Sô. – sua voz saiu abafada por estar tão abraçado a Lua. – Sophia sorriu e Lua começou a dizer. 
Lua – O papai me disse que era algo muito importante, ele tinha um serviço muito sério na empresa filho. – Sophia torceu o nariz odiava as mentiras que Lua dava quando Gabriel notava que Arthur não estava em casa.
Gabriel – Ele me falou, mais mesmo assim promessa é promessa mãe. Posso tomar um sorvete? - Lua sorriu. 
Lua – Pode, mais ó, só um pouco, não quero ninguém no pronto socorro de madrugada.– Gabriel levantou em um pulo indo até a cozinha. 
Sophia – Micael mandou um beijo, e disse que ta de pé o futebol de amanhã. 
Lua – Ah, ok. E você como foi a viagem? 
Sophia – Maravilhosa, sem comentários, os detalhes íntimos ficam para outro dia. E você o que fez essa noite?
Lua – Dormi com o Arthur…– Sophia arregalou os olhos quase caindo da cadeira. 
Sophia – Você só pode estar brincando, como, porque? 
Lua – Aconteceu, quando eu dei por mim já havia acontecido… 
Sophia – Lua, você sabe onde está pisando, não vou lhe dar palpites mais.
Lua – Eu sei Sô, eu sei…Mais por favor, não quero falar sobre isso agora.
Sophia – Ta, tudo bem mais de qualquer maneira, deixa para lá. Mais estou de saída, marquei com o Micael de ir até a casa de não sei quem da família dele. – Lua se levantou com um sorriso triste. – Hey, se liga Lua, não deixe que jamais homem nenhum volte a te dobrar ok? – Lua assentiu, sentia uma grande admiração por sua amiga se abraçaram novamente se despedindo de Gabriel. Sophia partiu…
Lua – To te vendo pequeno Aguiar, essa é a segunda vez que vejo essa taça cheia. – Gabriel sorriu sapeca pulando no sofá para começar a assistir o desenho que passava naquele horário. - Lua subiu entrando no banho, colocando uma roupa, olhou a janela e viu que o dia não estava nublado, ao contrário se fazia um radiante e iluminado sol, vestiu uma calça fuso preta e uma bata da mesma cor, se olhou no espelho e não gostou do que viu, penteou os cabelos e fez uma bela maquiagem natural, colocou uma rasteirinha baixa com pequenos pontinhos de luz que dava um grande charme. Se perfumou descendo, precisava fazer o almoço.
Lua – Macarrão com molho branco e filé de frango o que acha Gabriel? – Gabriel assentiu, voltando a prestar atenção o desenho, em quanto na cozinhava com gosto e com o rádio ligado em baixo volume. Sorriu, adorava cozinhar e se sentia á vontade no dia de hoje, olhou a foto de Arthur e Gabriel jogados na grama grudada a geladeira, novamente sorriu, deu uma espiada no filho sentado no sofá para se concentrar na gostosa comida. O dia se passou tranquilo e com um almoço muito empolgante. Gabriel adorava quando Lua cozinhava nos finais de semana, logo depois saíram para dar um passeio e tomar um sorvete, eram quase cinco quando carregando o filho no colo, que havia dormido no carro, Lua subiu as escadas depositando Gabriel em sua cama, sabia que ele adorava dormir lá. Desceu novamente logo depois de um tempo o telefone tocou era Mel. Conversaram cerca de 1 hora então cansada Lua se deitou no sofá bebendo um cálice de vinho, mordeu os lábios olhando o relógio, já eram quase 19:00, não pode evitar de pensar em Arthur se levantou caminhando ao redor da piscina agora iluminada deixando a água quase transparente, mexeu na sua aliança e no anel de noivado, ficou ali por longos e longos minutos olhou para trás e sorriu ao vê Gabriel coçando os olhinhos.
Se levantou o pegando novamente no colo, lhe deu um banho e colocando o pijama fez o leite que o pequeno tomava antes de deitar, caindo de sono novamente. Gabriel tomou o copo inteiro no colo da mãe adormeceu novamente…Depois de o colocar agora em seu quarto Lua tirou as sandálias ficando descalça, ligou a televisão, estava tão cansada fechou os olhos e assim de rápido adormeceu...Abriu os olhos sentindo ser profundamente observada, piscou ao ver Arthur abaixado em sua altura já que estava deitada sobre o sofá, piscou novamente coçando os olhos olhou o relógio já eram quase 23:00…




Se leu, comente!!

13 comentários:

  1. Será q é agr q eles irão se resolver por favor... Posta mais

    ResponderExcluir
  2. Vou dar Spoiler Vai ter declaração meu povo ♡ Tô in love já com o próximo capítulo.

    Aqui, quase chorando com esse. Arthur me deixa maluca, quero Abraçar e bater neelnele ao mesmo tempo. Vê se pode!


    "Lua - Aonde você vai Arthur? – Perguntou entre os dentes de forma ameaçadora.Arthur –Terminar o que nunca deveria ter começado, me espera acordada, há coisas que ainda preciso lhe mostrar."

    AMEI LER ISSO ♥ E ah.. que chegue logo a noite. Quero que ele a lembre de que nada mudou ♡

    Sou dessas...

    ResponderExcluir
  3. Q Fofo o Gabriel *---*
    Posta Mais Anciosa para o Próximo

    ResponderExcluir
  4. Começei a ler ontem ta muito legal a essa web
    Toma q thur tome coragem para dizer o q é precido

    ResponderExcluir
  5. Começei a ler ontem ta muito legal a essa web
    Toma q thur tome coragem para dizer o q é precido

    ResponderExcluir
  6. Mais pelo amor de Deus

    ResponderExcluir