Milagres do Amor - 1º Cap.

|

Milagres do Amor
Anjo?

Pov Narrador

Decidida a fugir Lua Blanco corre de seu lar ou o que ele não é!
Dois cães assustadoramente gigantescos que correm atrás dela entre o quintal para impedir sua fuga. Seus pais Breno e Melissa, alarmados com os latidos e a bagunça são forçados a olharem pela janela de vidro da mansão Blanco, eles veem Lua fugindo, sendo seguida por seus pitbulls.

 – Sua vagabunda! Volta aqui, se você conseguir fugir eu te acho, vou até o inferno de for preciso! – diz Breno aos berros, quase espumando de raiva. Seguindo o exemplo do marido sua mãe grita:
 – Lua Blanco, se os cães não fizerem o trabalho eu mesma me encarregarei dele, volte aqui nossa dívida tem que ser paga!

Lua consegue pular o muro e fugir dos cães assassinos de seus pais que eram absurdamente alimentados com carne fresca ao invés de ração. – Eles eram mais cuidadosos com seus cães nojentos do que comigo, sua filha, nem me alimentavam como deveria, tapas e pontapés me davam além dá conta. – pensa enquanto corre pelo matagal próximo de sua casa. Lua se despede de sua casa sem nenhum pingo de arrependimento e sem olhar pra trás.

Passou-se mais de uma hora e Lua ainda continua correndo entre as flores e árvores ali existentes, ganhando machucados profundos e escoriações pelo corpo. Sentindo o cansaço pela corrida, porém aliviada por ter deixado o que tanto queria ter um dia, sua família, onde ali naquela casa que agora estava longe ela só teve descaso e sofrimento, saudade só sentia de seu avô Billy, quem lhe ensinou a dar valor para o amor e a felicidade, não sendo capaz de passar a essa última a neta, pois foi assassinato antes disso.

Lua continuou andando apressadamente, pela chuva que caia, pois não tinha mais forças para correr, até que chegou a uma estrada onde ali recomeçaria seu pesadelo. Parados em frente a um carro vermelho e caro dois homens a esperavam.

O mais alto era loiro e o outro era baixinho, os dois o olhavam como se fosse devora - lá, o alto disse:

– Olá belezura, demorou em! – Gargalhou, os dois começaram a se aproximar apavorada ela começa a dar passos para trás, tentando se afastar.
–O que vocês querem?
–Você! Meu suculento e gostoso pagamento – diz o mais alto lambendo os lábios. – Você me custou muito caro, mas valeu apena, virgem e medrosa, isso vai ser muito divertido. E já vou te avisando quando mais você gritar mais eu vou me afundar forte em você. – Ele se aproxima e tenta agarra-la, mas Lua é mais rápida e lhe deu uma joelhada certeira que até sente uma pontada de dor no joelho.
 – Sua vagabunda! – grita caindo com as mãos em seu membro, tentando acalmar a dor. Se aproveitando da fragilidade de um deles, Lua corre com o baixinho logo atrás.

Antes que ele a alcance, um estrondo de pneus sendo queimado no asfalto faz o homem olhar para trás, Lua por sua vez continua correndo e vai para uma ponte, porém o homem logo esquece o carro e volta a correr atrás dela.

No carro Arthur e três colegas de trabalho percebem que há algo errado e saltam do carro atrás do bandido, antes que o homem coloca suas mãos em Lua, Arthur o mais ágil dos três o agarra e lhe dá um soco que logo cai aos seus pés, urrando de dor, os outros vão atrás de Lua tentando dizer que é do FBI.

Ela nãos escuta os policiais, achando que estão tentando engana–lá. Em sua cabeça as ideias se confundem e cansada de sempre fugir decide acabar com a dor e o sofrimento de anos, sobe na ponte e se joga. - Desculpa vovô, mais viver em vão não da mais, não consegui cumpri a promessa que fiz, de ser feliz. Me perdoe! – ela tem um último pensamento.

Arthur percebe o que Lua planeja e agarra sua mão antes que ela caia. Ela espera pela queda que não vem. Pelo contrário alguma coisa quente e firme a mantém pendurada, ela abre os olhos e se vê pendurada na ponte, olha pra cima e se vê encarando um anjo, os olhos mais bonitos e de um castanho brilhante que ela já mais viu, contrasta perfeitamente com um mundaréu de cabelos revoltos cor de bronze agora lhe caindo sobre seus olhos e seu rosto anguloso e bonito. Lua o acha magnífico, mas nada ele poderia fazer para ajuda-la e começa a pedir que ele a solte.

– Por favor, não tenho mais nada o que fazer aqui, me deixe morrer é a única coisa certa a fazer.
– Não! Você não pode desistir assim, eu ajudo você. – diz Arthur mal acreditando no que acabou de falar.
– Ninguém pode me ajudar! - se desespera.
–  Eu posso e vou te ajudar, eu prometo. – Que merda está acontecendo comigo? Eu nem a conheço, mais sinto que não posso deixa - lá fazer isso, se fosse outra pessoa eu não ligaria e nem tentaria salva-la, afinal todos temos o livre arbítrio. Mais esses olhos de chocolate são tão intensos, há muitos segredos escondidos e estranhamente eu quero ser capaz de afastar essa nuvem negra que está sobre eles agora – pensa Arthur.

Lua vê a sinceridade estampada nos olhos de Arthur e o deixa puxa-la para uma nova fase de sua vida!

Continua...


Se leu, comente! Não custa nada.

Os capítulos vão ser atualizados de acordo com os comentários. Próximo post. com mais de 10 comentários.

Vejo que algumas pessoas aqui já leram, mas realmente a web é linda.

22 comentários:

  1. Ameiiiii posta mais please

    ResponderExcluir
  2. ahhh que lindo posta mais um hoje <3

    ResponderExcluir
  3. Eu amei, posta logo outro capitulo <3

    ResponderExcluir
  4. ameeeeiii, continua postando, bjos.
    -allana

    ResponderExcluir
  5. Capítulo demaisss! !!

    ResponderExcluir
  6. Se o primeiro cap. Foi maravilhosa , imagino os restantes, ansiosa por mais. ...

    ResponderExcluir
  7. Ameiiiiiii.... posta mais por favor.

    ResponderExcluir
  8. Estou apaixona já por essa web,posta maiis.

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca li essa web mais já estou adorandoo *---*.
    Que forte essas palavras de Arthur para com Lua.
    Que pais são esses que fazem isso com a filha. Monstros!!
    Adorannndooooooo Milly. Já desejosa pelo proximo capitulo. Bjuuuss

    ResponderExcluir
  10. Ahhhh amei continua ����������

    ResponderExcluir
  11. Gente to amando...qual é a web da sua amiga??

    ResponderExcluir
  12. Sou apaixonada por esta web,e muitos vão ficar.Pode postar mais que eu não importo,kkkk

    ResponderExcluir
  13. Faz maior os capítulos! Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho como aumentar os capítulos. A web não é minha. Não posso mexer em nada.

      Excluir