Tentação Sem Limites - Capitulo 28

|
Tentação Sem Limites

Arthur
Sentei-me em uma das cadeiras de couro em frente á mesa de Fernando. Ele estava estudando-me e isso me irritava. Eu tinha sido o único a chamá-lo e marcado esta reunião. Por que esse maldito estava tão divertido?
''Eu vou pagar=lhe a quantia correta do aluguel do condomínio. Eu sei qual é a taxa e eu tenho um cheque para uma locação de um ano. Embora, Lua provavelmente não viverá lá por muito tempo. Assim que levá-la a confiar em mim, vou traze-la para viver comigo.'' Deslizei o cheque através de sua mesa.
Fernando olhou para baixo e depois voltou a olhar para mim. ''Acredito que isso é porque você não quer que eu cuide do que é seu.''
''Exatamente.''
Fernando assentiu e pegou o cheque. ''Bom. Eu não deveria ter que cuidar de Lua ou do seu bebe. Mas gostaria. Você pode não acreditar em mim, mas estou contente que você saiba da gravidez. Apenas não estrague as coisas. Você terá que certificar-se para que Gi mantenha suas garras para dentro.''
Não precisava que Fernando me dissesse o que eu precisava ou não fazer. Nada disso era da conta dele. Não tinha acabado com ele ainda, então chateá-lo era uma ideia ruim.
''Eu não quero que ela trabalhe turnos dobrados ou lá fora no calor. Ela se recusa a parar de trabalhar, mas o horário dela precisa ser reduzido,''
Fernando cruzou os braços sobre o peito e se inclinou para trás em sua cadeira. ''Ela sabe sobre isso? Por que da última vez que eu chequei ela precisava de todas as horas que ela podia pegar.''
''Na última vez que você checou eu não sabia que ela estava carregando um filho meu. Nada pode acontecer com ela, Fernando. Eu não posso deixar que mais nada aconteça com ela.''
Ele assentiu e soltou um olhar pesado. ''Tá legal, eu concordo. Não gosto que me digam o que fazer, mas eu concordo.''
''Mais uma coisa.'' Disse antes de me levantar. ''Diego é gay, certo?''
Fernando começou a gargalhar e então assentiu. ''Sim, ele é. Mas mantenha isso pra você mesmo. As mulheres gostam de vir aqui só para olhar pra ele. Ele ganha boas gorjetas por causa disso.''
Bom. Eu pensava que ele fosse, mas sua ligação com Lua me incomodava. ''Então acho que ele pode pairar em cima da minha mulher.''
Fernando sorriu. ''Eu não acho que você poderia pará-lo se você tentasse.''
Meu telefone tocou enquanto andava de volta para o carro. Isso me lembrou que Lua não tinha um telefone. Então não seria ela me ligando. Eu estava direcionado a verificar como ela estava agora. Depois falaríamos sobre isso. Puxando meu telefone, vi o nome da minha mãe na tela. Eu tinha ignorando-a por semanas. Tinha Lua de volta, mas ainda não estava pronto pra falar com a minha mãe. Eu pressionei o botão ignorar e coloquei meu telefona de volta no bolso.
Uma vez que estava na casa da Lua, chequei embaixo do tapete e eu fiquei feliz de ver que não tinha uma chave escondida. Tinha falado com ela e Mel ontem á noite sobre como isso não era seguro. Bati na porta e escutei os passos do outro lado no chão. O carro da Mel estava no clube quando eu saí, então, eu sabia que Lua estava sozinha. Só de pensar em ter algum tempo sozinho com ela me fez sorrir.
A porta abriu e 'acabei de sair da cama' Lua parou ou outro lado segurando um donurt. O rosado nas suas bochechas era adorável. O minúsculo top que mal encobria aqueles belos peitões dela e o shortinho boxe pequeno tornou o adorável em tão quente que sai fumaça.
Entrei e fechei a porta atrás de mim. ''Merda baby.'' eu sussurrei enquanto arrastei-a para o sofá.
''Por favor, nunca mais atenda a porta vestida assim, desse jeito de novo.''
Ela olhou pra baixo e um sorriso apareceu em seus lábios. ''Eles estão ficando maiores. Acho que é por causa da gravidez.'' Disse numa forma se explicação. ''Eu esqueci que eles ficam assim.''
Enrolei seu cabelo no meu dedo. ''Não só o minúsculo top mas esse cabelo sexy de quem acabou de sair da cama e,'' Deslizei minha mão até seu traseiro pouco coberto, ''isso precisa estar mais coberto também.''
''Pessoas normalmente não aparecem de manhã.'' Lua pareceu sem folego.
Eu gostei de saber que eu estava chegando nela.
''Bom.'' Repliquei. ''Com você dormiu na cama?'' Perguntei antes de alfinetar o lóbulo da sua orelha.
''Uh... Eu... Uh... Dormi bem,'' Ela parecia nervosa. Afastei-me e olhei pra ela. Porque ela parecia nervosa?
''Só bem?'' Perguntei, vendo suas bochechas ficarem vermelhas.
Lua trocou os pés e olhou para o chão. ''Os sonhos da gravides podem ser hmmm intensos.''
''Sonhos de grávida? O que você quer dizer?'' Estava curioso agora. O fato de seu rosto inteiro estar vermelho e que ela parecia pronta para rastejar pra debaixo da mesa e se esconder de mim, me fez querer saber mais.
Ela começou a se mexer e agarrei seus quadris e manteve preso entre eu e o sofá. ''Ah, não. Você não pode me dizer coisas como essa e não explicar.''
Lua soltou uma risada curta e insegura e balançou a cabeça. ''Você pode me prender aqui o dia inteiro, mas não vou te contar.''
Eu deslizei minhas mãos e comecei a fazer cócegas nas suas costelas. Tentei arduamente não centrar-me sobre os seios perfeitamente gordos apenas ao meu alcance. Eu não queria que Lua pensasse que só me importava sobre sexo com ela. Até agora tinha feito nosso relacionamento sobre sexo. Queria provar a ela que era mais do que isso. Mesmo que depois se eu tivesse tomando banho frio e me masturbando pensando em como ela tinha um gosto doce.
Lua riu e se contorceu enquanto fazia cócegas. ''Pare!'' ela gritou e empurrou contra mim. Quando ela tentou se esquivar de mim, minha mão escorregou e roçou em seu peito esquerdo, fazendo-a congelar. Um pequeno som veio de sua garganta que soou realmente perto de um gemido. Escovei a ponta do meu polegar sobre seu mamilo e ela se apertou contra mim. Foda-se a nenhuma coisa de sexo. Como eu deveria ignorar isso?
'Por favor Arthur. Eu preciso de você.'' Ela implorou.
Ela precisava de mim? Espere... eram seus sonhos... ''Lu, querida, seus sonhos eram sobre sexo?''
Ela choramingou e balançou a cabeça quando comprimi seu mamilo entre os dedos. ''Sim, e eu estou cansada de acordar com tesão.'' Ela sussurrou.
Foda-se. Peguei o donut de sua mão e coloquei na mesa, então chupei o doce de seus dedos. Sua respiração engatou. Agarrei-a e levantei. Ela envolveu as pernas ao redor da minha cintura e devorei sua boce enquanto nós andamos de volta para seu quarto. Desta vez havia uma cama grande para eu colocá-la e gostaria de mante-la aqui o dia todo fazendo amor com ela, se isso era o que ela precisava. Eu a deitei na cama e puxei seu short e a calcinha fora antes de ir rastejando em cima dela.
''Tire esse top.'' Disse enquanto arranquei-o acima de sua cabeça.
Parei e olhei para ela. Na semana passada tinha pensado que nunca a veria assim novamente. Abraça-la era algo que ia dormir sonhando. Agora ela estava aqui, e eu queria valorizar cada pequena porção de seu corpo.
''Arthur, por favor. Eu preciso de você dentro de mim.'' ela se contorceu e declarou. Tanto quanto eu queria adorar o seu corpo parecia que eu não ai conseguir. Não seria capaz de desligar uma Lua necessitada.
''Posso provar você primeiro?'' Perguntei, beijando sua boca novamente e depois correndo beijos pra baixo pelo seu corpo.
''Sim, qualquer coisa. Eu só preciso que você me toque.'' Ela suspirou quando minha mão encontrou suas dobras molhadas e eu escorreguei um dedo dentro.
''Oh Deus! Sim! Ahhhh.'' ela fritou quando comecei a tocá-la. Sexo com Lua enlouquecida seria divertido. Era como se eu tivesse acabado de ganhar a porra da mega.
Empurrei suas coxas ainda mais abertas e abaixei minha boca para beijar o pequeno clitóris endurecido escondido lá. Ela resistiu e começou a pedir novamente. Tirando minha língua fora, eu corri sobre se nicho inchado. Com ambas as mãos, ela agarrou meu cabelo e me segurou. Não pude deixar de sorrir.
''Por favor, Arthur, Por favor. Você faz isso ser tão bom. Por favor.'' Suas pequenas alegações sexy estavam prestes a me fazer explodir. Eu queria entrar nela tanto quanto ela queria-me lá, mas eu também estava gostando disso. Concentrei-me em faze-la gozar com minha boca enquanto ela se torcia e gemia na cama. Quando ela finalmente gritou meu nome, e que ela estava gozando, eu pulei e tireo minhas roupas em tempo recorde.
Nós não precisávamos mais de preservativo. Eu deitei sobre ela e com um traçado fácil, entrei nela. Lua agarrou-se em meus ombros e jogou a cabeça para trás. Se todas as mulheres grávidas forem assim, então por que diabos os homens não mantinham suas mulheres grávidas? Isso estava quente. Tão quente que eu poderia não aguentar muito tempo.
''Foda-me, Arthur. Muito forte.'' Lua arfou.
''Querida, se você continuar dizendo coisas assim, vou explodir antes que você queira.''
Ela sorriu perversamente para mim. ''Eu vou fazer você ficar duro novamente. Eu prometo. Agora, por favor, faz forte. Em meus sonhos, você me curva e fode-me até que eu esteja gritando e me agarrando na cama implorando para você nunca parar. Logo antes de gozar, eu acordo.''
Ela não só tinha tido sonhos de sexo comigo, mas sonhos de sexo sujo comigo. Sai dela e virei-a em seu estomago, então empurrei seus quadris para cima no ar. ''Você quer ser fodida, doce Lu? Vou fazer minha menina se sentir melhor.'' Falei de forme amorosa quando corri minhas mãos delicadamente na sua bunda nua.
Ela começou a se contorcer e eu bati na sua buceta fazendo-a-a suspirar em surpresa. ''Se você quer muito forte querida, então eu vou dá-lhe duro.'' Prometi. Agarrando seu quadril, eu soquei dentro dela e então quase atiro minha carga. Ela era tão apertada, merda. Os gritos desesperados de prazer vindo de Lua não estavam ajudando. Lembrar que eu precisava fazer ela gozar de novo era muito difícil quando minha bolas estavam fortemente apertadas e meu pau estava latejando.
''Mais forte.'' Lua gemeu e eu perdi. Comecei bombeando dentro dela com o mesmo abandono, necessidade selvagem que a consumiu. Quando seu firme calor começou a me apertar e meu nome veio rasgando de sua boca, eu fechei os olhos e deixei ir.
                                                                               Continua........
Adaline.
Tem praticamente uma temporada completa!
 Mari, Isa e Lola
Que horas vocês vão? Vamos se encontrar lá ?!

9 comentários:

  1. Aahh poosta mais um hoje? Amando a web!

    Naathy

    ResponderExcluir
  2. Perfeitaaaaaaa.... Posta maisss!!

    ResponderExcluir
  3. Manu ainda ñ sei exatamente a hora que vou,se tiver como vc me enviar seu numero para podemos no falar,e obrigado por me aceitar no google+!

    Isa

    ResponderExcluir
  4. São quantas temporadas? E quantos capítulos cada uma tem?

    ResponderExcluir
  5. Owm Arthur todo protetor <3
    Ahh Lua tá que tá eim u.u

    Adorandoooo *--*

    ResponderExcluir
  6. Posta maisss
    Amando *-*
    -vc podia podia postar dois por dia ne?

    ResponderExcluir
  7. Como que chama a primeira temporada ?

    ResponderExcluir
  8. WEB MARAVILHOSAA POOSTA MAAAIS

    ResponderExcluir