Foi apenas obra do destino - 31º Capítulo

|



POV ARTHUR

Na ultima semana, Isabel decidiu ir em frente, finalmente, pra ter esse bebé. Saiu da escola, organizou a sua vida e foi passar férias a SP com o namorado. Lua não gostava nem um pouco dele, mas é graças a ele, que a Isabel fica um pouco fora de casa e assim temos um tempo para nós.

- A minha mãe ainda não caiu na real… ela não se acostumou ainda de que daqui a uns meses vai ser avó de um garotão.
- Talvez seja difícil de aceitar por ser a Isabel… se fosse você ou os seus irmãos que são mais velhos, talvez ela não ficasse assim
- Eu realmente também fiquei chocada com a noticia. Mas já se passou tanto tempo, né?
- É… e em breve somos nós, não é? – sorri e passei a mão pela sua barriga lisa. Lua se arrepiou toda e riu. Os dias de frio chegaram, mas com ela ao lado, frio é tudo o que eu não sinto
- Amanhã é a tal consulta de rotina. – disse ela, pegando a minha mão – Será rápido
- Ao menos isso. – deitei na cama e olhei para o teto – Imagina que amanhã você descobre que tá grávida. Como ia contar para a sua mãe?
- Ela me matava… no mínimo – rimos juntos – Mas… nada a ver. Eu sou eu, a minha irmã, é a minha irmã.
- A sua mãe queria que a Isabel fosse para Portugal, né?
- Sim. Lá existem mais cuidados e afins, mas aqui na minha clínica ela ia ter o melhor tratamento
- A sua mãe quer estar por perto, apenas isso
- É… talvez seja isso.


POV LUA

Eu queria aproveitar a folga do dia seguinte para fazer coisas dedicadas a mim. Arranjar o cabelo, fazer unha, comprar roupas novas e ainda fazer uma consulta de rotina. Eu tinha a certeza que estava tudo bem comigo, afinal, sou enfermeira. Levo uma boa alimentação, corro um pouco quando posso e bebo muita água.

- Quem diria né? – ele riu, quando me deitei na maca – O ginecologista fazendo uma consulta à patroa.
- Olha que o meu namorado está lá na rua, hein
- Ele é ciumento?
- Muito – eu ri
- Pois, mas eu sou casado! Relaxa! – ele riu e continuou o seu trabalho

Após os exames feitos, esperei 10 minutos para receber os resultados. Arthur não sabia que eu vinha no ginecologista. Não queria que ele fizesse um escândalo após saber que era um homem que me ia examinar. Ele pensa que é uma consulta normalíssima.

- Lua, pode entrar – disse o médico à porta
- Era um homem? – Arthur me perguntou, levantando a sobrancelha
- Era… - me levantei
- Vou com você…
- Nananinanão! – disse eu – Você fica. É rápido
- Mas Lua…
- Mas nada! – dei um selinho nele e me encaminhei para a sala

Sala branca, normal de médicos, com uma maca grande e outros equipamentos necessários para o bem estar dos pacientes. Apenas de estar frio, ele tinha a ventoinha ligava. Talvez quisesse assim para deixar a sala fresca.
Eu sentei à sua frente e o olhei. Barba feita, óculos de vista postos e um olhar brilhante no meio daquelas olhos verdes. Um verdadeiro “deuso”. Ele balançava aquela cadeira de um lado para o outro, enquanto olhava para uns papeis. Aquilo estava me irritando.

- Então…?
- Então que… eu já tenho os resultados. Realmente não sei como é que você não soube disso antes. Nunca deu por nada? Nenhum sinal, nenhum… nenhuma desconfiança? – ele colocou as mãos sobre a mesa, deixando os papeis de lado
- Desconfiança do quê? Eu estou doente?
- Não Lua… não é bem doença né?! Mas para muitas mulheres, é um caso de felicidade
- Mas como assim?
- Você estava tentando engravidar? – ele foi bem direto
- Bom… a verdade é que o Arthur queria muito. A minha irmã ficou grávida. Descobrimos logo no inicio do ano e ele ficou com muita vontade de ter também filho. Afinal, somos adultos, temos casa, emprego… nada nos impedia.
- Só mesmo a infertilidade, não é? – eu paralisei – Lua, você sofre de infertilidade. Eu não sei como é que você não descobriu isso antes… afinal, você é enfermeira, seus pais são médicos e trabalham nas melhores clínicas de Portugal. Inclusive você trabalha num das melhores clínicas do Brasil. Como é que não soube disso antes?

Querendo ou não, eu comecei a chorar. Me sentia uma inútil. Comecei a chorar, sem mais nada dizer ao medico, Júlio. Ele estava ficando sem jeito, apesar de ser bem profissional.

- Quer que chame o seu namorado? – olhei para ele com os olhos cheios de lágrimas
- Eu não sei… eu não sei se quero que ele saiba. Ele vai ficar transtornado
- Você vai esconder uma coisa dessas pra ele? Olha que se realmente estavam planeando ter um filho, e ele ver que não está dando certo, talvez ele vá pensar que o problema é dele. Já viu a confusão?
- Eu sei… mas eu não lhe posso contar isto. Irá ser uma desilusão pra ele.
- Eu aconselhava você a dizer a verdade… mas você é que sabe.

Quis ficar mais uns minutos na sala, para me recompor. Não queria que o Arthur visse que eu estava chorando. Alias, não queria mesmo que ninguém soubesse do sucedido, se bem que era meio impossível.

- Vamos? – cheguei perto dele com um sorriso falso
- Como foi? Tá tudo bem?
- Sim – dei um selinho nele
- Mesmo?
- Falamos em casa… - demos as mãos e calmamente fomos até ao carro

Ele dirigia enquanto eu ia ao seu lado. Eu coloquei os óculos de sol escuros apesar do sol não ser muito. No caminho para casa, eu tentava imaginar a nossa futura conversa sobre o facto de “eu não poder engravidar”.
Das duas, uma. Ou ele ia reagir bem. Ou ele ia me abandonar. Afinal, eu não posso lhe dar aquilo que ele tanto quer. Mas eu não tenho culpa, não posso fazer nada.

- Você ficou tensa Lu… - entramos em casa e eu pousei a bolsa no sofá, enquanto tirava os meus exames.
- Arthur… o que eu tenho pra te dizer, não é fácil.
- Alguma coisa tá errada, não é?! – ele me perguntou – Eu sabia. Eu te conheço.
- Arthur… eu só quero que saiba que eu não tenho culpa. Eu não queria ser assim. Eu não fiz de propósito e… - parei de falar devido ao choro. Arthur veio me abraçar e eu recusei o abraço, pois ia ser pior – Arthur, eu não posso ter filhos. Eu sofro de infertilidade. – disse eu, sem rodeios.

E ai, agradou a vocês ou nem por isso? Como é que o Arthur deve reagir?
Bom, vou ver se consigo fazer uma mini web hoje. Ideias para a mini web?

16 comentários:

  1. Poxa adoreeei. Queria q o Arthur apoiasse a Lua ne, ele tem q ficar com ela e quem sabe dps eles podiam adotar um bebe, seria bem legal, ou entao a Lua fizesse tratamento e conseguisse engravidar

    ResponderExcluir
  2. Ta show de bola a web.
    Que baque eim :'(
    Pois é Arthur deve apoiar ela mas antes podia ter um drama, pra dar mais emoção *-*
    Daí ela faria o tratamento e engravidava de gêmeos *-*
    amando essa web, posta mais :)
    Ass: Chris

    ResponderExcluir
  3. Mais!!!
    O Arthur poderia apoiar a Lua.

    ResponderExcluir
  4. Acho que o Arthur deve apoiar ela sim <3

    ResponderExcluir
  5. Acho q podia ter um drama mais o arthur deve apoiar ela
    Muito boa a web, posta mais ♡♥

    ResponderExcluir
  6. Ameeii *-*
    O Arthur tem que apoiar a Lua e podia também depois que o bebê da Isabel nascer, eles dois podiam adotar um bebê recém nascido !

    ResponderExcluir
  7. Ela faz o tratamento e tem gêmeos,um menino e uma menina de preferencia,aí fica tudo bem *--*
    E quando eles descobrem que a Lu ta gravida o Thur pode pedir ela em casamento.
    Ou melhor ele apoia ela.

    ResponderExcluir
  8. Queria que o Arthur apoiasse ela..é outra,existem tratamento é que mais pRa frente ela engravide!!! Iria ser bem legal

    ResponderExcluir
  9. é claro que esta noticia abala qualquer casal, mas ele tem que apoiar ela. a culpa não é da Lu, eles tem que conversar e decidir as coisas. tipo tratamentos e se não rolar talvez adotar uma criança. não é por essa criança não ser do mesmo sangue deles que vai ser menos filho. ela merece amor como qualquer outra pessoa. ou talvez mais pra frente ela consiga engravidar do Thur
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  10. que noticia! um choque mesmo. espero mesmo que ele cuide dela e que entenda que a culpa não é da Lu.

    ResponderExcluir
  11. tadinha da Lu, ele tem que apoiar ela. ela podiam fazer tratamentos e se não rolar, sei podiam pensar em adotar uma criança.

    Ana

    ResponderExcluir
  12. ela um tratamento ela tem filhos sem complicações mais o arthur vai reagir bem

    ResponderExcluir
  13. Ameii a web o Arthur tem que apoiar ela e convenscer ela a fazer um tratamento e depois de um tempo a Lua engravida de um casal de gemeos e depoiis o Arthur pedi ela em casamento ia ser lindo

    ResponderExcluir
  14. Ameeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Posta Mais hojeeeeeeeeeeeee pfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpf

    ResponderExcluir
  15. Ai que dó da Lu! Mas aposto que no final tudo vai se resolver e ela vai ficar grávida. O Arthur tem que aceita de boa, aliás ele afirma que AMA à Lua, então...

    ResponderExcluir
  16. Continua
    Tambm vivo em portugal mas eu sou de lisboa :)

    ResponderExcluir