Foi apenas obra do destino - 26º Capítulo

|



POV ARTHUR

Quando saí bruscamente do quarto da Lua, vi o Miguel chegar ao seu quarto a uma hora daquelas. Ele completava 19 anos hoje, dia de Natal. Ele vinha com um sorriso bobo no rosto, passando a mão pelos cabelos. Ele quase nem me viu.

- Pelos vistos a noite foi boa, não foi? – provoquei ele
- Cara, nem te vi – ele riu – Mas sim, foi muito legal! – ele olhou para mim e depois para a porta atrás de mim – E pelos vistos, a sua também né?
- Não – eu ri – Saí agora do quarto dela, mas estivemos conversando.
- Sei… - ele sorriu safado
- Bom, parabéns mais uma vez, feliz natal!
- Pra você também! – a gente se abraçou e cada um foi para o seu quarto

Peguei as coisas para o meu banho e fui até ao banheiro. Passei pelo quarto da Isabel e ouvi risadas altas vindas de lá. Ela parecia estar a falar com alguém. Espero que tenha sido o carinha que ela conheceu ontem.
Depois de entrar no banheiro e me colocar, nu, debaixo daquela água quente, ouvi alguém bater à porta duas vezes seguidas e logo entrar.
Olhei pra ver quem era. Só podia ser a minha linda.

- Perdeu alguma coisa? – perguntei, sem olhar pra ela
- Sim…
- O quê?
 - Você!
- Você não me perdeu…
- Mas não ganhei o seu beijo esta manhã.
- Mas a caixinha que eu tinha, você soube roubar
- A das alianças?
- Sim. – respondi e desliguei a água, após terminar o banho. Peguei a toalha e coloquei de volta da cintura. Saí do duche. Lua estava encostada na porta, com as mãos atrás das costas. – Além do meu beijo que não ganhou esta manhã, perdeu mais alguma coisa?
- Não. Mas vim aqui pra… - ela me olhou de cima a baixo e suspirou – Pra te dar isso! – ela deus dois passos largos até mim e me abraçou forte. Ela tinha um saco na mão, que bateu nas minhas costas. Mas pouco me importei.
- Boba! – retribui o abraço, a beijando de seguida – Porque é que você é tão boba?
- Ciumenta, quer você dizer – ela me corrigiu – Você sabe que eu sou assim. Frágil, tímida e muito insegura
- Eu sei que você é forte. – passei a mão pelo seu nariz.
- Feliz natal! - ela tirou algo do saco e me deu.
- Não precisava.
- Eu sei que precisava. – abri aquele embrulho. Era um perfume. – Esse é o perfume que eu tanto adorava. O perfume que você tem agora, eu não gosto muito. O antigo é bem melhor.
- Boba! – a beijei de novo – Obrigado, linda.
- De nada. – ela tirou a minha caixinha do saco e me deu – Acho que isto é seu. Eu vou fazer de conta que não vi nada. Mas você sabe que eu sou curiosa e a ansiedade foi maior. Desculpa. Vou fazer cara de paisagem, fazendo de conta que não sei de nada e você me dá o anel, pode ser? – ela virou pró lado, fazendo a tal cara de paisagem e me fazendo rir também.
- Você é tão boba meu deus. – rimos os dois – Lu, tenho um presente pra você.
- Serio? Poxa lindo, não precisava! – ela fingiu muito bem – Você é o melhor. – ela ia pegar a caixinha, mas eu tirei das mãos dela
- Bom, eu sei que isto não é o local mais romântico, afinal, estamos num banheiro e eu estou pelado, apenas de toalha… mas a verdade é que eu vou fazer agora o que já devia ter feito à muito tempo. – abri a caixinha – Lua, minha linda, quer ser minha pra sempre? – eu ri, vendo o seu rosto de boba
- Lindo! – seus olhos estavam cheios de lágrimas – É claro que eu aceito! – coloquei o anel no dedo dela, e ela colocou no meu. Parecia que havíamos casado.

O anel tinha um detalhe. Por dentro, estava digitado “Now & Forever”. Lua é muito ligada a este tipo de palavras e ao sinal do infinito.
Depois de selarmos este acontecimento especial com um beijo na boca, começado por ela, eu começo outro beijo, desta vez no ombro. Ela fechou os olhos ao sentir o ar quente da minha boca subir pelo seu pescoço, passando pela sua bochecha até atingir de novo os seus lábios, que são pegos por um intenso e molhado beijo.
Ela passou as mãos pelas minhas costas molhadas e envolve os seus braços no meu pescoço, me levando para mais perto dela. No final do beijo, ela mordeu o meu ombro.

- Eii, doeu… - brinquei com ela
- Arthur, está no banho ainda? – a voz do pai da Lua se propagou por toda a casa. Meu coração começou a bater mais rápido. Eu estava apenas de toalha, no banheiro, com Lua grudada em mim. Podíamos ser pegos a qualquer momento
- Si-sim, estou! Estou terminando já…
- Tá, tudo bem. Sabe onde a Lua está? Quero falar com ela.
- Não… não vi ela hoje. – no momento, Lua morde de novo o meu ombro e aperta a minha bunda, quase gemi baixo
- Tudo bem… - ele parecia ter ido embora e o melhor, é que não nos flagrou.
- Sua maluca! – prendi ela na parede e beijei o seu pescoço. Parei ofegante. – É melhor você ir embora, antes que eu faça uma desgraça.
- Tudo bem, eu vou. – ela apertou a minha bunda de novo e fugiu para a porta.

Assim que ela saiu, eu olhei para a minha mão, enfeitada com aquela aliança. O momento para mim tinha sido especial, mas espero que esta noite eu me possa declarar, pelo menos em melhores condições. Já que o banheiro não é o local mais romântico.

Passamos o dia em casa, vendo filmes, trocando prendas e muitos carinhos.
A mesa estava coberta de coisas gostosas pra se comer. Doces, bolos, sobremesas e receitas naturais da Ilha. Estava com tudo a que tinha direito.
Este natal tinha sido diferente. Então no Brasil, estamos no verão, praia, sol e muitos sorvetes, em Portugal, estamos no inverno, com muitas cobertas de volta da gente e muito cacau quente/chocolate quente.

O bolo de aniversário do Miguel, foi à sua escolha. Para o jantar, veio alguns amigos mais chegamos dele pra cantarmos os parabéns. Depois, ele saiu de novo com a namorada, na sua moto nova.

Quando nos despedimos, cada um subiu para o seu quarto. Eu e a Lua nos olhamos, muito cúmplices. À 00:00, eu tinha de ir para o quarto dela, ou ela vinha para o meu. Tínhamos de recompensar a outra noite perdida.
Lua comentou que normalmente o seu pai tem insónias, e enquanto eu saia do meu quarto, para ir ao dela, estava com medo de encontrar ele.
Bati na porta e entrei. Lua estava com o portátil em cima da cama, com uns DVDs e pipocas.
Sorrimos ao nos encararmos. Ela abriu logo os braços para eu me poder aconchegar no seu abraço.

- Minha namorada… - sussurrei ao seu ouvido – Você não tem noção do quanto é bom poder dizer isso, sabia?
- Você é que não sabe o prazer que me dá, poder dizer que você é meu… meu namorado. – nos encaramos por breves instantes, até que eu comecei um novo beijo.

Aos poucos, fui deitando Lua na cama e ficando por cima dela, passando a minha mão na lateral do seu corpo. Ela tinha os braços de volta do meu pescoço, bagunçando o meu cabelo de leve.
Fui afastando os DVDs para um lado. Não que eu não gostasse de filmes, mas preferia uma noite de amor entre nós do que ver um filme qualquer.

- Amor… - disse entre beijos – Combinamos ver um filme.
- Você me chamou de quê?
- Amor… – disse ela com um sorriso tímido
- Linda! – a beijei de novo, até perder parte do ar que restava nos meus pulmões – Eu te amo muito, sabia?
- Eu também te amo. – ela passou a mão pelo meu rosto
- Eu adoraria ser mais romântico com você. Até por você merece. Mas é com pequenos gestos, que percebemos o quanto nos amam, não é mesmo?
- Eu sei que você me ama. E quero que saiba que eu te amo em dobro
- Nada disso… eu é que te amo em dobro. – disse eu
- Não, eu é que te amo mais – ela riu
- Não Lu… - fui teimoso. Deitei o rosto sobre o ombro dela, entre os seus cabelos e dei um cheiro sobre o seu pescoço – Eu quero que esta data seja infinita, entende? Quero que sejamos para sempre.
- Mas nós vamos ser pra sempre!
- Jura?
- Juro, juradinho! – selamos a promessa com mais um beijo

Vocês gostaram das musicas? Não falaram nada :(
Vou tentar postar mais este final de semana, porque semana que vem tenho mais testes.

A LUA VOLTOU AO TWITTER E HOJE TEM TWITCAM! AINDA NÃO SABEMOS QUE HORAS

O que querem que aconteça na web? As melhores ideias, eu coloco aqui.
PS: não se esqueçam que eles estão em PT e vao passar o fim de ano lá. 

10 comentários:

  1. posta maissssss um hj enquanto não começa a twitcam

    ResponderExcluir
  2. amei as músicas e este capítulo lindo demais

    ResponderExcluir
  3. que coisa mais perfeita eles dois, as músicas são lindas. A Lua voltou ao twitter feliz demais com a notícia <3
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Posta Mais hojeeeeeeeeeeeee pfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpf

    ResponderExcluir
  5. Vou tentar pensar em algo e no próximo capitulo eu dou minha idéia. Bjos.

    ResponderExcluir