O tempo cura tudo - 31º Capitulo

|


 POV NARRADOR
É difícil lembrar algo que aconteceu no passado que deixou marcas na nossa vida. Ainda mais algo que foi recente. Algo que mexe com o nosso dia-a-dia e que por mais que tentemos fazer algo, nunca sair da nossa memoria. 
- Quer dizer que ele foi embora, deixou uma carta e não disse quando vinha?
- Exactamente. Até hoje… agora não sei se ele está vivo, se está morto ou… - Lua bateu na mesa – Eu não sei nada dele.
- Você vai ver que ele vai voltar. – sorriu – Mas você tem que confessar que por parte, a culpa foi sua
- Mas foi ele que pediu antes para nos afastarmos. Ele me queria apenas para sexo. Eu não aceitei isso
- Mulher que é mulher, nunca aceitaria isso. Mas ele te pediu vezes sem conta para voltarem, e você o que fez?
- Me meti com o Lucas… - respondeu, baixando o rosto
- E tudo por jóias Lua, simples jóias. Quando o que o Arthur tinha era amor. O que você acha mais importante?
- O amor… - ela respondia
- E então Lua? Viu o que perdeu?
- Vi… é isso que me entristece. Mas eu gosto do Lucas e não estou com ele por dinheiro ou jóias e prendas todos os dias. Estou com ele porque realmente gosto e ele me faz bem.
- Mas o Arthur te ama. Gostar é diferente que amar
- Mas é um sentimento
- Mas qual é o mais forte?
- Eu sei que é o amor… - Lua suspirou
Depois da conversa com Clara, Lua tinha cada vez mais a certeza de que Arthur é quem lhe fazia mais feliz. Agora Lua já não estava confusa. Estava apenas arrependida por ter deitado a perder o amor da sua vida. Um amor que ela poderia levar para o resto da vida. 
Enquanto isso, está com um cara que lhe mente, que lhe esconde coisas e que lhe compra com jantares e presentes caros.
As mentiras continuavam…
- A reunião acabou assim tão tarde?
- Tardíssimo! – respondeu Lucas
- E o que falaram lá? – Lua engoliu o choro. Sabia perfeitamente que não existia reunião nenhuma porque viu os registos no computador 
- Ahhh, nada de mais. Evoluções e baixas das empresas, coisas naturais. – ele não tirava os olhos do celular, o que estava irritando Lua – Pode me deixar a sós? Preciso de ligar a um produtor.
- Claro. – respondeu seria e deixou a sala, encostando a porta para poder ouvir a conversa
- O que raios aconteceu? Porque me liga tanto? – gritava ele ao celular – O que aconteceu com ele? – parecia preocupado – Ele caiu na escola? E de quem é a responsabilidade? Eu vou já para ai. Fica calma de uma vez. – berrou ao celular
Lua percebeu que a ligação terminou e se afastou da porta, pegando umas folhas em cima da secretária para disfarçar a situação. Lucas saiu apressado da sala dando a desculpa de que “estão fazendo desfalque na empresa”. 
- O que pensa fazer? – perguntou Clara – Acha mesmo que está havendo desfalque? Eu vi os registos das compras das empresas e está tudo bem. Não existe desfalque nenhum Lua. Abra os olhos
- Eu sei disso… - ela não aguentou e deixou uma lágrima cair – Começo a ficar farta de tudo isso. Quero acabar com tudo o mais rápido possível
- Porque não lhe segue?
- Não… isso é desrespeito
- Ahhh claro, porque ele está sendo super educado ao te mentir né?
- Clara…
- Lua! Acorda mocinha! Ele está te enganando.
- Eu sei Clara! – Lua gritou. Sentou na cadeira e colocou as mãos na cabeça. Não aguentava tanta pressão em cima de si. Precisava de alguém que lhe compreendesse e que lhe ajudasse agora.
- Eu vou te ajudar a descobrir o que tanto ele esconde. Ele foi com o motorista não se sabe onde. Mas quando esse motorista chegar, agente pergunta pra ele
- E acha mesmo que ele vai dizer?
- Não custa nada tentar.
- Será que não? – Lua era pessimista
- Vem, vamos esperar o motorista chegar.
As duas foram para a entrada do hotel. Lua estava tão aflita por causa da pressão sobre os seus ombros, que estava prestes a gritar socorro. Sentia que precisava sair daquele problema de uma vez por todas. 
- Juro para mim mesma, que se ele me estiver enganando, eu acabo com a raça destes malditos homens. O que eles ganham em mentir?
- Eu te ajudo nessa
- Eu não me meto com mais homem nenhum. Filhos da mãe
- Vai mudar de time? – Clara a encarou, roubando um sorriso da amiga
- Claro que não, eu hein. – Lua riu – É apenas maneira de dizer
- Se o Arthur voltar, eu tenho a certeza que você muda logo de opinião
- SE ele voltar… - Lua suspirou de novo – Tenho medo que ele volte e não me ame mais. Que volte apenas para ficar com o filho e não comigo
- Isso não vai acontecer. Vocês se amam.
Depois de uns minutinhos esperando o motorista, ele finalmente chegou. 
Lua se apressou para ir falar com ele. Ele tinha um ar serio, desconfiado e muito antipático. Mas Lua balançou o cabelo e deu aquele sorriso largo, fazendo ele ir na dela.
- Podia falar consigo? – perguntou Lua. O cara ia entrar na empresa, mas logo voltou para trás, dando atenção a Lua
- Claro. Em que lhe posso ajudar? – ele olhou Lua de cima a baixo
- Eu queria saber uma informação sobre o meu amigo colorido, sabe? O dono da empresa?
- Se ele é seu amigo colorido, porque razão tenho de lhe dar informações sobre ele? Você é que tem de saber…
- A simpática mandou cumprimentos, viu? – o encarou – Eu queria apenas saber para onde você levou ele
- Eu levei ele ao hospital. O filho dele caiu na escola e foi para o hospital
- Mas ele está bem?
- Mais ou menos
- E a mãe do pequeno? Estava lá? Digo… a mulher dele, né?
- Sim, a mulher do Lucas está lá, mas está muito mal…
Lua ficou com raiva das suas dúvidas se terem confirmado agora. Afinal, Lucas está mesmo lhe enganando. Aquela foto que ela viu de família, na gaveta do Lucas, era a família dele. A mulher e os seus dois filhos. Porque raio ele escondeu isso dela? Pior! Lua estava se sentindo mal pelo facto de ter sido a terceira pessoa naquela relação, ou seja, ela foi a amante dela. 
- E o que vai fazer agora?
- O que você acha? – Lua chorava na secretária. Estava desfeita, completamente desfeita. É duro ser enganada, traída e ainda por cima estar traindo também. – Eu vou acabar tudo com ele. E eu devia contar tudo para a mulher dele, mas não vou. Porque ser traída pelo homem que você ama deve ser a pior coisa do mundo. Agora eu entendo…
- Entende o que?
- Entendo o que o Arthur sentiu quando eu comecei a namorar com o Lucas. Eu só queria que o tempo voltasse atrás para eu corrigir toda essa borrada. 
- Dá tempo ao tempo. – disse ela. Lua riu. Era naturalmente aquela a frase que ela sempre usava com Arthur. 
Talvez o destino estivesse preparando uma partida para Lua. Ou melhor, talvez o que aconteceu agora com Lua tenha sido uma lição.
Ela sempre pediu ao Arthur pra dar tempo ao tempo, pois com o tempo, Lua iria conseguir de parte toda a sua magoa.
Agora que aconteceu isto com o Lucas, é Clara quem pede a Lua que dê tempo ao tempo, pois é com o tempo que as coisas passam para trás das nossas costas e assim damos um novo rumo à nossa vida.
Lua estava disposta a largar a empresa para não ter de se cruzar nunca mais na sua vida com Lucas. A relação deles, como é claro, tinha chegado ao fim e Lua pegou em todas as coisas que ele lhe deu e jogou fora. Não queria que nada lhe fizesse lembrar estes últimos quatro tristes meses. 
Agora estava focada na sua vida pessoal: o seu filho que era a coisa mais especial e importante da sua vida e depois a preocupação de lhe dar uma boa vida e boa educação.
- Quem é que vai fazer 1 aninho, quem é? – Lua brincava com ele na cama. Estava um dia meio chuvoso, sábado à tarde e por isso nada melhor do que ficar na cama entre cobertas, beijinhos e abraços 
- Mamãe! – Guilherme ainda não abe dar beijinhos, mas sabe muito bem lamber o rosto de Lua, encher ele de saliva
- Meu lindo. – ela passou as mãos pelos cabelos dele – Se depender de mim, você terá o melhor aniversário.

Sexta não sei se vou conseguir postar, mas caso não dê, eu peço pra Duda postar por mim ;)
Proximo capitulo será especial. A web talvez acabe no cap 40 ;)

8 comentários:

  1. amei e também quero que o arthur volte !!!

    ResponderExcluir
  2. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. Posta +++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  4. Ahhh..sempre q leio essa web,lembro de uma frase:"Amor que não tenha sido testado com dor e magoa,não é amor realmente de verdade"

    ResponderExcluir
  5. e ela deu a uma grande revira volta e a web veio com tudo, haha to amando isso.

    ResponderExcluir