Capítulo único - Brincadeira perigosa..

|





By Carol
Script by Stefania

Lu estava encarado a pia, bebia lentamente sua taça de vinho enquanto pensava em tudo. Em como foi parar ali. 
Ela tinha 20 anos, estava a dois anos em Londres. Sentia falta de sua cidade, de seu pais. Das amigas, família. 
Foi para Londres atrás dele...Foi por que ele havia pedido. Mas nunca imaginou estar ali. Naquela situação. 
De algum modo ela virou a pessoa que ela mais odiava. Uma Groupie. 
Lu conheceu Arthur, a dois anos. Quando ele foi com a banda dele para lá. O McFly. 
A garota fez de tudo para entrar no camarim. E so entrou, por que subornou uma Groupie, que acabou levando ela. 
Lu conheceu a banda, ficou amiga de todos. E se apaixonou pelo Arthur. Eles não ficaram, nem no primeiro dia e muito menos no segundo. 
Mas o dia que ele foi embora eles ficaram. E ele pediu para ela ir junto com ele. 
A garota foi. Sabia que o garoto, estava noivo de outra. E não queria enganar ninguém. Muito menos ser a OUTRA. 
Mas ela foi. 
Os dois se viam sempre que ele estava em Londres. Quando a noiva não ia nas turnês com ele, Lu ia. 
Ela havia virado a amante titular dele. 
Mas agora, a menina havia se cansado. 
Ela colocou a taça vazia dentro da pia e pegou a garrafa, ainda cheia. Bebeu direto da garrafa. 
Ela ouviu o barulho de chaves na porta, mas nem se deu ao trabalho de ver quem era. 
A garota foi para a sacada de seu apartamento e começou a olhar a vista. 
Era tão lindo. E a neve começa a cair, deixando tudo mais lindo ainda. 
Lu! – Arthur falou abraçando a garota pela cintura e beijando o pescoço da garota. 
A menina se arrepiou com aquele toque. Segurou as lagrimas. 
Era a ultima vez. A ultima olhada. Era a ultima vez que ia ficar com ele. Tinha que aproveitar. 
Ela virou. Deu mais um gole e jogou a garrafa vazia no chão. Beijou o garoto com muita força. 
Aguiar, eu te amo! – Ela falou antes de empurrar ele pro sofá e voltar a beijar ele. 
- Eu te amo, muito pequena! – Falou sorrindo enquanto a puxava para mais perto do seu corpo. 
Ela levantou, e olhou para ele sorrindo. 
Arthur, me espere okay?! Desliga tudo hoje...Você pode dormir aqui? – Ela falou sorrindo 
- Eu falei que ia dormir no Chay. Ele já sabe que estou aqui. Então sem problemas pequena. 
A menina sorriu mais ainda e correu para o quarto. Ela puxou uma sacola que estava no armário e tirou toda a roupa. E vestiu a roupa do saco. 
Era uma roupa de odalisca, com sete véus. Colocou um sobretudo enorme no corpo e foi até a sala. 
- Amor!!- Apaga as luzes?!? – Ela falou entrando na cozinha. 
Logo Arthur fez o que ela mandou. Apagou tudo. Ficou super escuro, mas não durou muito, logo ela voltou com duas velas na mão acessas. Colocou perto do som e ligou. 
Começou a tocar uma musica de dança do ventre. Ela sorriu para o garoto. 
Ele sempre pedia pra ela dançar, mas ela so havia feito isso uma vez e com roupa normal. Na frente de muitas pessoas. No dia que eles se conheceram. 
Ela tirou o sobretudo e o queixo de Arthur caiu mais ainda. 
A garota era linda, e agora estava tão mais linda. Ela era perfeita. 
A garota começou a dançar para ele, tirando o véu e para cada véu era peças de roupa do Arthur. 
Logo o garoto estava so de broxes e ela tirando o ultimo véu. 
Arthur agarrou ela e começou a beijar a sua pequena. Ela jogou ele para o sofá e subiu nele. 
Ela dava vários chupões no garoto deixando grossas marcas. Mordia o garoto. Arrancava vários gemidos do rapaz. 
Ele num movimento rápido trocou com a garota e começou a chupar, pescoço, colo e o peito da garota. Arrancando mais gemidos. 
Ele deixou varias marcas nela também.Ela arranhava as costas do rapaz. 
Arthur...Eu te quero...Agora!!- Ela quase implorava. 
Mas o garoto estava disposto a provocar a sua pequena, começou a beijar o canto da boca da garota, o pescoço, peito, barriga, cochas, perna, pé...Depois voltou todo o trajeto novamente. Suas mãos percorriam o corpo todo da menina. Que cada segundo gemia mais alto. Quando ele chegou na boca da menina a beijou com muita força. 
Enquanto ele beijava a garota ia passando o dedo pelo corpo dela, até que chegou na virilha da garota. Ele a penetrou com o dedo tirando um gemido alto da garota.Mas ele não ficou lá. O objetivo era provocar a sua menina. 
Quando ele voltou para beija- la. A menina deu um sorriso malicioso.E num movimento muito rápido ficou por cima dele novamente. 
- Agora... Você...vai... me pagar, Aguiar... – Ela falou com falha na voz. 
Ela começou a beijar Arthur com força, em quanto a mão percorria todo o corpo dele, parando no pênis... Arthur se arrepiou. 
A garota não fazia nada de mais. So passava as pontas do dedo provocando. E provocava muito. 
Ela ficou ali um bom tempo. Até que Arthur não agüentou mais. Ele trocou novamente com a garota, e sem nem pensar duas vezes penetrou a menina, com uma certa violência e urgência. 
O corpo dos dois tinha um encaixe perfeito, parecia que havia sido feito sobre medida. 
Arthur se movimentava cada vez mais rápido, até que gozou, os dois chegaram juntos. 
Arthur caiu com o corpo em cima da garota. Ele estava cansado. Logo saiu de dentro da menina. 
Ele a pegou e colocou em cima dele e ficou encarando os olhos da garota. 
Ela sorria para ele, em quanto passava as unhas com carinho no peito dele. 
- Te amo! – Os dois falaram juntos. Logo riram. 
Ele a beijou com calma. Com carinho e muito respeito. 
Há muito tempo eles não se beijavam assim. Eles ficaram se olhando e fazendo carinho por um bom tempo. 
- Quer comer alguma coisa Arthur? – A garota perguntou docemente. 
- Hummm...- Ele a olhou maliciosamente.- Você?! – A garota soltou uma risada e se levantou. 
- Tenho algo muito bom aqui...- Ela falou indo para a geladeira. 
- O que? 
- Surpresa...Vai pro quarto que eu to indo. – Ela falou sorrindo. 
Arthur foi pro quarto e encarou o cômodo. Ele olhou estranhando as coisas. Normalmente na parede tinha fotos dos dois juntos, presentes dele para ela. E agora estava vazio. Ali de normal so estava a cama. 
Ele andou até o armário da garota e abriu. Tinha malas. Roupa que era bom nada. 
- Olha o que eu...- Lu falou entrando com uma travessa numa mão e champagne na outra. Mas parou assim que viu o garoto com a mala dela na mão. 
Ela havia se esquecido disso. 
Lu...O que...- Arthur gaguejava. – Onde você vai? 
Arthur...Eu...- Ela tava tentando pensar o mais rápido que podia. Apesar de estar com muitas coisas na cabeça. – Eu achei que havia te falado...Minha mãe ficou muito doente, vou visitar ela... 
- Você não me falou nada. Você vai voltar? – Ele estava nervoso...Apavorado. 
- Vou...claro que eu vou. – Ela chorava. 
- Por que você esta chorando pequena? – Ele falou indo abraçar a garota. 
- Eu não quero te perder Arthur...não quero...não posso...- Ele a abraçou forte. 
- Vai ficar tudo bem...quando você voltar, eu vou estar aqui, te esperando. 
Ela soltou tudo no chão, fazendo uma sujeira enorme, mas ela não ligou. Jogou as mãos no pescoço dele e o beijou. 
Arthur estava com medo que a garota não voltasse. E algo, dizia para ele, algo dizia que aquela era a ultima vez que beijava a garota. A ultima vez que ela seria dele. 
Ele a apertou contra o corpo dele, e chorou junto com ela. O beijo deles tinha gosto de despedida, as lagrimas saiam sem rumo. A garota notou que no final Arthur havia entendido que ela não ia voltar. 
Ele foi a levando para a cama, com cuidado, a deitou e parou de beijar ela. A menina estava triste e ele também. Ele voltou a beijar a garota. 
Logo os dois estavam se beijando com força, desejo e raiva. O beijo deles tinha raiva. 
Ele estava com raiva por deixar ela ir embora assim e ela estava com raiva por tudo ter acabado assim 
Os dois se machucavam com o beijo. Eles se beijavam com tanta força que logo sentiram o gosto de sangue no beijo. 
Eles se separaram rapidamente, ambos estavam ofegantes, e apavorados com aquilo.Arthur a abraçou e beijou a garota com carinho. 
Ele a penetrou como se fosse a primeira vez que eles faziam isso juntos. Tinha muito mais coisa envolvida naquele momento do que desejo. 
Ao amanhecer, Lu levantou sem fazer barulho. Ficou olhando o garoto que ela tanto amou dormindo. 
- Te amo, para todo o sempre.- Ela falou baixinho. Antes de ir tomar um banho. 
Ela tomou banho, vestiu a roupa que já estava separada, pegou suas coisas e olhou o garoto dormindo. Pela ultima vez. 
Sentiu uma lagrima caído, fechou a porta e saiu. 
Havia acabado, agora não tinha mais volta. Ele havia ficado para trás. Londres ia ficar para trás. 
Ela entrou no avião com um aperto muito grande no coração. Acabou. 
Enquanto isso... 
Arthur acordou assustado, sentou e olhou a sua volta. Ela não estava mais lá. Havia acabado. Tudo havia acabado. 
Ele sentiu as lagrimas caindo pelo seu rosto. Ela não ia mais voltar. 
E o único culpado era ele. Ele...E mais ninguém. 
O garoto ligou o celular. 14 chamadas de sua casa e 2 de Chay. 
Ligou para o amigo. 
Chay...- Arthur falou com voz de choro.- Acabou... 
- Dude...eu sinto muito... Eu...Você sabia que isso ia acontecer, ela não é como essas garotas que se encontra por ai. Você estava chocado que havia durado tanto tempo. 
- Eu sei...Eu ia me separar... Ontem...eu ia...Mas a Aline falou que estava grávida. E eu não podia abandonar minha mulher grávida. 
- Então foi melhor assim Arthur. Agora você tem que seguir enfrente com sua mulher e seu filho. Se casa com a Aline..Tenham o filho de vocês... 
Eles ficaram conversando por mais um tempo. Arthur se trocou e olhou pro apartamento pela ultima vez. 
Foi para seu carro, comprou rosas e uma aliança. E foi para casa. 
Lua chegou no Brasil, triste. Agora ia seguir em frente. Nada de Londres, de McFly e nada de Arthur. 
Mais lagrimas escorreram antes da garota olhar para fora e ver sua família sorrindo. 
Pelo menos estava em casa agora.Aquela foi a escolha certa. 
Apesar de achar que havia errado. 
Aquilo era um jogo. E ela escolheu. Ela escolheu amar ele, e escolheu voltar para casa depois de dois anos. 
Se tivesse escolhido, logo no começo ficar em casa. Ela não teria se machucado tanto. Mas também não teria amado. 
Fim... 

Créditos: Fanfic Obession 

Querem que eu poste a parte 2? 

7 comentários:

  1. pelo amor que vc sente pelo o blog por nos posta a outra parte hj
    Se vc ñ postar vc ñ sente nd por nunhum de nos :-(

    ResponderExcluir
  2. Chorei, amei e achei triste, Quero que voo'c poste a parte 2 Siim pf
    By: Gabii*

    ResponderExcluir
  3. Posta urgentemente o próximo capítulo!!!

    ResponderExcluir
  4. Posta mais urgentemente

    ResponderExcluir