3ª Temporada - Mais que Melhores Amigos - 31º Capitulo

|
POV LUA

Os dias passavam e eu nem dava por conta deles. Em uma semana se passava um mês. As coisas iam evoluindo conforme o tempo e uma coisa que eu não me habituava nada era ao crescimento da minha pequena Juliana.
Nestes poucos dias que se passaram era evoluiu muito. Começou a dizer as primeiras palavras, começou a engatinhas… só lhe faltam mesmo os dentinhos.
Eu não poderia estar mais feliz do que estou agora. Me sinto completa, realizada e muito amada pela pequena família que eu tenho. Mais nada me pode fazer feliz do que o Arthur e a Juliana me fazem. Devo muito a Deus por ter posto na minha vida dois anjos como eles.

Agora, em todas as manhãs, havia uma surpresa diferente. eu é que deveria estar fazendo surpresa, porque a minha bebé está completando um ano de idade, porém, foi ela mesmo que decidiu acordar e engatinhar até ao nosso quarto para nos acordar.

Juliana: pa-pai – ela dizia as palavras, um pouco baralhadas, mas dizia – papai – ela chamava

A coitadinha estava sentava no chão, do lado da cama do Arthur, esperando que ele acordasse para lhe pegar ao colo. A cama era grande de mais para ela subir. Se bem que ela já tentou uma vez, mas caiu e acabou se machucando por isso acho que ela aprendeu a lição e nunca mais tentou.

Lua: minha filhota linda! – eu me virei, na cama, por cima do Arthur e estiquei os braços para pegar nela – Vem como a mamãe! – peguei nela ao colo e coloquei-lhe em cima das costas do Arthur, que ainda dormia – Chama o papai, chama…
Juliana: papai… - ela dava com a mãozinha nas costas dele e por vezes puxava-lhe o cabelo
Lua: diz assim ‘acorda papai, é o meu aniversário’ – tentava lhe ensinar
Juliana: papai… papai! – ela gritou, ficando já chateada
Arthur ri: nossa, como a minha pequena fica linda chateada! – o Arthur já estava acordando, mas estava apenas fingindo dormir pra ver o que a Juliana fazia – Parabéns amor da minha vida, muitos parabéns! – ele encheu ela de beijos – O papai te ama muito viu? Te desejo o mundo! – e encheu mais uma vez ela de beijos
Lua: e eu não mereço beijo? – diz bico, cruzando os braços
Arthur ri: claro que merece! – ele me beijou dessa vez
Juliana: ma… mamae! – ela se jogou para o meu colo
Lua ri: princesa! – abracei ela bem forte e a cobri de beijos – Vamos abrir os seus presentes?
Juliana: papa… - ela dizia
Lua: humm, parece que temos alguém com fome né?

*Aqui em Portugal, com mais ou menos um ano as crianças começam a dizer “papa” que significa tipo “comida para bebé“, que dizemos que é papa. Não sei se ai no Brasil dizem o mesmo…*

Arthur: que horas são mesmo? – ele ainda tinha aquele rosto de sono
Lua: 7:07 da manhã, precisamente
Arthur ri: não, mentira? – ele ria para disfarçar a situação – Mas meu amor, porque é que você não dorme? – ele perguntava à Juliana
Lua ri: você sabe que as crianças são assim mesmo
Arthur: tá muito cedo… - ele voltou a deitar na cama – Posso dormir mais um pouco?
Lua: não… hoje temos muita coisa para fazer. Esqueceu que vamos fazer um festão para essa linda aqui?
Arthur: não, não esqueci… vamos levantar.

A muito custo, agente levantou e fomos fazendo as coisas naturais do dia-a-dia, sem bem que hoje era um dia diferente, pois a princesinha da minha vida está completando um aninho de vida. Parece mentira… “o tempo passa rápido de mais”…
Demos mamadeira pra ela e depois deixamo-la no sofá vendo desenhos animados. O Arthur ensinou a ela a gostar de ver a Minnie e o Mickey, desenhos animados que ele adorava ver quando era criança. O pior é que quando colocamos esses desenhos animados na tv, ela se mostra interessado mesmo. Enfim, estou vendo que vai criar vicio…

Lua: a Ana falou que trazia o bolo de aniversário
Arthur: e vai ser de que desenho animado?
Lua: da Minnie uê… você é que pediu
Arthur: a Juliana gosta
Lua ri: e você também que eu sei… me ajuda a decorar este bolo? – apontei para o bolo de chocolate que eu própria fiz
Arthur: ajudo… mas, com uma condição.
Lua: que condição?
Arthur: você me encher de beijos agora! – ele riu, daquele jeito safado e me pegou pela cintura
Lua ri: bobo! – mas mesmo assim, eu fiz a vontade dele

Porém, no fim do beijo, o palhaçinho tinha de roubar o chantili e me jogar um pouco no rosto.

Lua ri: Arthur, não faz isso. – pedi – É o creme para o bolo
Arthur: mas é que assim fica melhor… - ele praticamente lambeu o meu rosto
Lua ri: para Arthur – pedia

Por mais que eu pedisse para ele parar de gastar o creme para o bolo, ele não parava, então, entrei na mesma brincadeira que ele. Peguei o outro creme de chocolate e joguei na cara dele também.

Arthur ri: olha, vai gastar o creme – dizia para me provocar
Lua ri: paciência, agora não importa…

E continuamos nessa brincadeira: eu jogava creme da cara dele, ele jogava na minha e ainda vinha lamber… enfim, sujamos tudo e não fizemos nada.
Fomos interrompidos com a Ana chegando a nossa casa com o bolo de aniversário da Juliana.



Ana: mas o que se passa aqui? – ela chegou mas não se livrou de levar com um pouco de chantili que o Arthur jogava pra mim, mas acertou nela
Arthur ri: desculpa!
Lua ri: foi ele que começou
Ana: Lua, você tem tudo para organizar e está aqui na brincadeira? – ela estava mais nervosa que eu
Lua ri: calma maninha, dá tempo. Já viu a sua afilhada?
Ana: já sim, ela estava na sala e o Bê ficou lá com ela assistindo o Mickey. O bolo ficou lindo
Arthur: é impressão minha ou é quase meio dia(12h)?
Ana: não é impressão sua mesmo, é quase meio dia sim! E vocês ainda têm tanto para fazer

Tá, agora sim eu fiquei preocupada. Tinha a casa inteira para decorar e ainda não tinha feito praticamente nada.
Felizmente, a Sophia e a Mel vieram e puderam me ajudar a arrumar as mesas no jardim e a colocar os enfeites e restantes decorações para o dia de hoje.
O jardim estava todo colorido e organizado, prontinho para a criançada se divertir.
O Arthur ainda conseguiu alugar aqueles parques pras crianças brincarem. Havia uma “pisicina” de bolas para elas brincarem lá dentro e também insufláveis. Aquilo era só para crianças, mas na hora da festa, eu vi o Chay e o Mica lá dentro pulando…



Mel ri: sim senhora, verdadeiras crianças mesmo
Sophia ri: o Mica não existe…
Lua ri: deixem eles se divertir

Os convidados foram chegando. Acho que nunca vi a minha casa tao cheia de pessoas como hoje. A Luisa, dona da agência de moda, também veio e trouxe consigo os seus três filhos e o marido. Os pais do Arthur vieram, assim como umas primas dele que traziam os namorados. O Lucas, marido da minha irmã que nunca se cansa de trabalhar, felizmente pôde vir assim como os meus pais que trouxeram algumas tias minhas que eu já não via à muito tempo.
Felizmente o tempo estava excelente, muito sol e muito calor. As crianças se divertiam à brava, corriam de um lado para o outro.

Na hora dos parabéns, eu fui arrumar a Juliana com outra roupinha que eu comprei no outro dia pra ela. Ela ficou uma princesinha.
Com a ajuda da minha minha mãe, eu levei tudo para fora, inclusive os cupcakes que a mãe do Arthur fez.



Bê: quando a Juliana crescer eu vou namorar ela
Mica: como é que é? Então você não era namorado da Pilar?
Pilar: não… não quero mais! – ela cruzou os braços toda irritadinha – Ele é feio!
Arthur ri: o que você fez pra ela?
Bê: nada, ela é que é chatinha
Arthur ri: esse meu afilhado não presta mesmo! – Arthur abraçou ele
Sophia ri: coitadinha da minha filhinha – Sophia abraçou Pilar – Deixa coisa linda, você vai encontrar um menino bonito pra namorar um dia
Mica: mas só depois de fazer a faculdade e ter um trabalho e…
Sophia interrompe: deixa de ser chato!
Mel ri: que pai mais ciumento
Chay ri: normal, é coisa de pai
Arthur ri: fala o cara que não é pai
Chay: mas que um dia vai ser
Lua ri: boa Chay! Bom, vamos cantar os parabéns?

E ao som do violão do Arthur, todos nós cantamos os parabéns à Juliana. Ela ficou assustada vendo tantas pessoas de volta dela, cantado, rindo e olhando para ela. A minha filha vai ser muitoooooo envergonhada.

Arthur ri: sopra amor, apaga as velhas…
Lua ri: coitadinha, ela não sabe… a mamae te ajuda! – ai eu apaguei e ela ficou olhando
Chay ri: ela deve estar pesando assim ‘uê, cadê o fogo que estava ali?’


Todos rimos, partimos o bolo e aproveitamos o resto da tarde lá em casa...

*Estou postando mais cedo, porque vou sair e devo voltar tarde*
Em principio, esta web acaba no cap 30 ;)

5 comentários:

  1. Posta +++++++++++++++++++
    Ameeii *-*
    Não era pra ser 40 ?

    ResponderExcluir
  2. Oooowwww ti fofo
    Ass:manu

    ResponderExcluir
  3. Aaawnt que perfeitooo , 1 aninho da Juli =) Ué mais esse capítulo não é o 31 Cris ? Maais ?!

    ResponderExcluir