3ª Temporada - Mais que Melhores Amigos - 18º Capitulo

|

Mais que Melhores Amigos

 

POV NARRADOR

 

Os cinco dias no hospital não foram nada fáceis. Para além de ficar praticamente preso nesse hospital, eu mal podia me mexer, tinha de comer aquelas sopas terríveis sem sal já para não falar das faltas que me fazem as mulheres da minha vida.

A Lua só passava aqui no final da tarde mas mesmo assim não podia trazer a Ju, porque ela é pequena e não convém ela vir ao hospital, um local cheio de doenças.

Mas finalmente hoje eu ia para casa. Quem me vinha buscar era o Mica e o Chay, pois a Lua está trabalhando ainda.

 

Mica: e então bebé – ele chegou perto de mim – Tá pronto pra ir pra casa?

Arthur: mais que pronto

Chay: agora você sai de uma cama, para ir para um carro e para ir de novo para uma cama

Arthur ri: nem morto!

Chay: você ouviu a enfermeira gostosa?

Mica: viu o que ela falou?

Arthur: ouvi, mas to nem ai…

Chay: se eu fosse a você eu fazia o que ela disse…

Arthur: to nem ai para ela. Quero é sair daqui e ver a minha família

Chay: a Lua tá morena, a Ju chora de mais… - contava as novidades

Arthur ri: mas isso eu já sei – riu – To com saudade do choro dela, to com saudade da Lua embirrando comigo… to com saudade de tudo!

Mica: meu deus, que lamechas que o meu bebé está! Olha, vamos embora tá?

Arthur: agora!

 

Eles estavam ali vestidos para ir, sei lá, talvez passear pelas praias ou algo assim, e eu estou vestido para cair num lado de gelo e mesmo assim não congelar, porque eu tenho mais roupa do que o normal. O médico falou que sempre que eu saísse de casa, deveria estar com o máximo de roupa possível, desde que me sinta bem.

 

Saimos do hospital e para não variar haviam fotógrafos e entrevistadores por todo o lado. A Lua já me tinha avisado que as coisas estavam assim, mas quando ela falou que quase passavam das 50 pessoas, eu pensei que ela exagerava, mas não, ela estava falando serio.

Para alem de fotógrafos e afins, haviam muitas fãs que eu admiro muito. Elas estavam preocupadas comigo. Eu estava dentro do carro e mandei beijo para aquelas que estavam lá, querendo falar.

 

Chay ri: elas te amam

Arthur: elas nos amam! Elas queriam também vocês

Mica: queriam tanto que quase fiquem sem calça

Chay ri: o teu cinto serve pra quê meu filho?

Mica: embelezar uê… a Sophia fala que calça sem cinto, não é calça.

Arthur ri: malucos… já tinha saudade de vocês!

Chay: cara, você nunca mais vai para um hospital

Arthur: espero bem…

Chay: você não vai mais, porque cada vez que sai de lá fica mais lamechas que a Lua quando estava grávida.

Arthur ri: idiota!

 

Os dois me levaram a casa e até para entrar em casa foi uma confusão. Felizmente, haviam dois seguranças que puseram “barras” para as pessoas não passarem.

 

Mica: eu acho melhor agente ir lá fora

Chay: você acha? Cara, se eu vou, eu não volto mais

Arthur: tá, vamos lá um pouco.

Mica: vamos…

 

E assim saímos os três de casa. Estava um sol de rachar pedra, mas mesmo assim eu fiz um esforço.

Coloquei um boné e fui receber os meus fãs.

 

XX: ARTHURRRRRR

WW: MICAAAAAAAAAAAAAAAAA

KK: CHAYYYYYYYYYYY

RR: ME COMEEEEEEEEEEE

QQ: CHAY, ME USAAAAAAA

LL: MICAAAAA, DEIXA SE ENVOLVER

TT: ARTHURRRRR, VEM AQUIII

 

Enfim, o tumulto era enorme, mas agente conseguiu falar um pouco com elas todas. Agente conversou um pouco, demos autógrafos e ainda recebemos presentes.

 

Chay ri: eu gosto do facto de elas oferecerem presentes à gente e às meninas também

Mica: tinha uma menina que deu isso para a Sophia – era um caderno-diário com uma foto de SoMic na capa

Arthur: e olha isso pra Ju – mostrei, todo feliz o ursinho que deram também

Chay ri: elas são muito fofas

 

Não demorou muito para as meninas, Sophia, Mel e Lua chegarem com as crianças, Juliana e Pilar.

 

Lua: amorrrr – ela praticamente pulou no meu colo

Arthur ri: amor, que saudade loira! – abraçei ela bem forte e ainda nos beijamos – Espera ai… vou pegar a gripe em você.

Lua: eu não me importo – ela continuava no meu colo, me abraçando – Tá bem agora?

Arthur: to ótimo – sorriu

Lua: você está com o rosto vermelho – ela passava a mão no meu rosto

Chay: agente esteve com uns fãs aqui

Lua: aqui? – ela ficou de boca aberta

Sophia: como assim aqui?

Mica: eles seguiram o nosso carro e alguns já sabiam que o Arthur saia do hospital hoje

Arthur: mandaram isso para a Ju – entreguei à Lua

Lua: ohww, que fofo. – ela se encantou

Arthur: posso pegar nela?

Lua: amor, mas será que pode?

Sophia: acho melhor não… depois de um bom banho, ai sim ele pode pegar.

Mel: fato, vai que pega…

Lua: é, é disso que eu tenho medo.

Arthur: como foi o trabalho?

Lua: amor, esquece isso – ela pegou o meu rosto com as suas duas mãos – Foca na gente, na sua saúde e isso basta.

Mel: bom gente, acho que agente devia deixar eles a sos

Chay: antes disso, Mica que tal dar a novidade para o nosso bebé?

Arthur: que novidade?

Chay: enquanto você ficou lá no hospital espreitando a enfermeira gostosa, eu e o Mica ficamos trabalhando no duro.

Lua: como é que é? – ela levantou do sofá toda brava – Você andou espreitando o que? – ela colocou as mãos na cintura e me encarou

Chay ri: ferrou

Arthur: nada amor… - fiz carinha de doentinho – Ai ai amor, uma dor aqui… - fingi e coloquei a mao na barriga

Lua: serio? – ela sentou logo no sofá, ao meu lado, toda preocupada – Tá doendo muito?

Arthur: tá passando… - ele respirava fundo para disfarçar a situação

Mica ri: esse cara não presta… continuando, enquanto você tava lá, eu e o Chay trabalhamos bastante para acabar com tudo. Já está tudo tratado, e assim que você poder agente vai começar o ensaios para fazer o grande show.

Arthur ri: isso é serio? – ele levantei do sofá

Lua: uê, cadê a dor?

Arthur: ai ai, voltou… - sentei de novo no sofá – Mas cara, é serio?

Chay ri: claro que é serio bebé. Agente vai começar os ensaios agora!

Mica: não é agora, é assim que ele recuperar

Mel: claro, porque ele não pode trabalhar agora, tem de recuperar

 

A Pilar, desde que chegou, estava sempre com o dedinho no ar para falar, mas só agora eu consegui ver.

 

Arthur: Pilar, você quer dizer alguma coisa?

Pilar: eu queria falar com você tio… você tá bem?

Sophia ri: coitadinha da minha filha gente… - ela abraçou a pequena

Arthur ri: estou sim Pilar, sua fofa. Vem cá com o tio – estiquei os braços e ela correu na minha direção

Pilar: senti saudade do tio – ela disse com aquela voz de bebé, toda dengosa, me abraçando

Mica: eu passo o dia todo fora e ela nunca me faz isso. – disse ciumento

Sophia ri: mas eu faço – ela encheu o Mica de selinhos

 

E passamos assim, um dia em família, bem diferente e gostoso.


Quem ai tem FC? coloquem aqui os vossos user's para eu colocar aqui na web ;)

16 comentários: