"LuAr na casa dos Segredos" - 30º Capitulo - "Voce tem ideia do que eu sofri?"

|

POV NARRADOR

Ontem, a saída da Jhulie abalou de mais o Diego, que ficou que nem o Arthur, ou seja, super triste. Para alem disso, abalou também Rayanna que era a menina da casa mais próxima dela. Mas pronto, o jogo continua.

Lua, saiu da casa em missão, mas ficou novamente no quarto secreto. Mas quem está na casa, pensa que ela desistiu mesmo.
A casa acordou ao som de um verdadeiro e amado rock, o que fez Chay acordar com a energia toda e assim acordando todo o mundo naquele quarto.

Perola: aii Chay, fecha essa boca – disse virando para o lado
Chay: eu lavei os dentes ontem
Perola: mas hoje não dá para aguentar! – disse reclamando – eu quero dormir!

Perola pegou no travesseiro e arrastou para a cama do Arthur, que está sozinho na cama de casal. Arthur levantou logo da cama, para nem criar confusões. Ele apenas pegou o seu boné e foi para a cozinha, sem falar nada com ninguém.

Chay ri: pelos vistos, o seu hálito também está ruim
Sophia ri: noossaaaa – morreu de rir
Mica ri: pegou pesado
Perola: idiotaaaaaa – gritou irritada

Os concorrentes do outro quarto também foram acordando e indo para a cozinha, ou então, foram tomar banho.

Mel: bom dia Arthur – disse chegando perto dele – e ai, como voce tá?
Arthur: como voce acha que eu estou?
Mel: precisando de dormir… seus olhos estão arrasados
Arthur: não consegui dormir de novo
Mel: chorou de novo?
Arthur: não… - disse baixando a cabeça – não, porque acho que esgotei as minhas lagrimas
Mel: calma Arthur, já faltou mais
Arthur: mas não vai ter a mesma graça de acordar e ir dormir todos os dias sem a Lua do meu lado. Ela é a outra parte de mim
Cassiano ri: nossa rapaz, mas tu dava um bom escritor
Rayanna chega: chega Pedro, não zoa com ele. Ele está sofrendo
Cassiano: meu irmão, se liga, bola para a frente, a vida continua
Arthur: queria ver se fosse voce… queria ver a Rayanna sair no jogo numa altura dessas! Depois que isso acontecer, fala como voce se sente. Fala se é fácil assim como voce diz – disse irritado, indo para o jardim
Mel: desculpa ele
Cassiano: eu é que peço desculpas… ele está mal mesmo
Sophia chega: cade o Arthur?
Rayanna: foi para a rua
Mel: coitadinho dele
Sophia: a Lua não devia ter feito o que fez

No quarto secreto, Lua acordou e assim que olhou em volta, viu que afinal não era um pesadelo. Ela ainda estava mesmo naquele quarto, sem o Arthur do seu lado. Assim que a voz viu que ela tinha acordado, ligou a tv, que passava imagens do Arthur no jardim, em direto. De seguida, um assistente deu o café da manha para ela.

Lua: coitadinho dele – disse ela pegando o pao, triste – quando eu chegar lá, vou abraçar ele até não poder mais. Voz, quando eu vou embora?
Voz: calma Lua, já faltou mais
Lua: fala para o Arthur que é tudo missão, por favor, não deixa ele sofrer mais
Voz: não Lua, não podemos fazer isso. missão é missão
Lua: droga! – reclamou

Após umas horas, o almoço começou a ser feito na casa. Nisso, o telefone toca. Perola corre e atende.

LIGAÇAO ON

Voz: Perola, hoje será o dia das Marcas. Me diga uma marca de carro, ou roupa ou outra coisa qualquer, começada pela letra G.
Perola: com G…? bom... Golla?
Voz: acertou, 500 reais foram para a sua conta!
Perola: Yuppii! – gritou feliz

LIGAÇAO OFF

Chay: o que era?
Perola: marcas de coisas
Chay: fácil!
Mel chega: o telefone tocou né?
Chay: hum hum, o próximo a atender, sou eu
Mel ri: isso é se eu não chegar primeiro

Mel e Chay ficaram lá discutindo, enquanto o telefone voltou a tocar e Arthur correu pra lá e atendeu.

LIGAÇAO ON

Voz: Arthur, me diga uma marca de qualquer coisa começada pela letra D
Arthur: hum… DC Shoes
Voz: muito bem. 500 reais foram para a sua conta. Aproveite e sorria um pouco
Arthur: vou tentar voz, obrigado – sorriu

LIGAÇAO OFF

Chay: a culpa é toda sua!
Mel: minha nada, voce é que se distraiu!
Chay: e ai garanhão, ganhou? – disse pondo o braço em cima dos ombros de Arthur
Arthur: ganhei, 500 reais
Chay ri: ebaaaaa – desarrumou o cabelo dele – se anima bicho, não gosto de te ver assim
Arthur: é difícil
Mel: mas agente tá aqui do seu lado, para te animar… dá ao menos um sorriso vai – pediu
Arthur ri: tolinhos, obrigado – abraçou os dois

Após o almoço, estavam meninas de um lado e meninos do outro. Os dois grupos conversavam sobre coisas que talvez tivessem em comum.

Voz: esta é a voz. Concorrentes, dirijam-se ao jardim

Todos foram. No jardim, havia uma espécie de pano preto, pendurada sobre uma porta e um laço vermelho de volta. Era uma coisa nova.

Voz: aos 3, puxem a fita, todos ao mesmo tempo – todos seguraram a fita – vou contar… 1, 2, 3, puxem!

Todos puxaram a fita, fazendo cair o pano e do outro lado da porta de vidro, conseguiam ver um género de academia, com todos os aparelhos necessários para malhar.

Voz: já que as meninas se queixam que estão ficando gordas, ou então os meninos que estão perdendo os músculos, a partir de hoje, está inaugurada a academia da casa dos segredos!
Todos: EBAAAAAAAA – gritaram
Voz: do que estão à espera? Vao malhar! Mas antes, se vistam de modo para tal e aqueçam para fazer exercício
Mica ri: agora sim eu amo isso
Cassiano ri: quem pratica comigo a passadeira?
Chay: eu… so que não!
Mel ri: era mesmo isso que faltava aqui!

Todos foram se arrumar para treinar e de seguida entraram na “academia”.

(…)

Mais tarde, após a hora do jantar, a voz voltou a juntar novamente todos os concorrentes na casa. Eles ficaram lá um tempo, até que novamente, ouvem um barulho vindo da cozinha e alguém com uma capa e com o rosto totalmente tapado, fica de frente para eles, na sala.

Perola: VOZZZZZZZZ, UM LADRAOOO – gritou
Sophia: AIIIIII, QUE SUSTOOO – gritou
Mica: na boa, quem é voce?
Cassiano: será um fantasma da casa dos segredos?
Chay: será a voz? Nossa, voce é bem gostosa, sabia?
Voz: obrigado Chay pelo elogio
Chay ri: afinal me enganei
Rayanna: quem será?

A pessoa que lá estava debaixo daquele manto preto, tira o chapeu e todos ficam pasmados…

Perola: voce de novo? O que voce faz aqui? – disse irritada
Sophia: CARALH* LUA, QUE SUSTO – disse indo abraçar ela
Mel: AHHHHHHHHHHHH – gritou
Mica ri: maluquinha
Diego ri: LUUUUUUUUUU – foi abraçar ela
Lua ri: desculpem pelo susto – disse abraçando todos

Todos menos Arthur que ficou sem reação ao ver de novo a sua loirinha. Ele não conseguiu falar nada, apenas ir para o quarto, ficando isolado de todos.
Na sala, a ausência dele, fez falta…

Lua: cade o Arthur? – disse olhando para os lados
Chay: ele estava ainda agora aqui
Voz: esta é a voz. Lua, agora sim, pode contar para todos o que aconteceu
Lua: tá… então, naquele dia da discussão com a Perola, eu queira mesmo desistir. Ai eu fiquei num quarto secreto, pesando. No dia depois, eu voltei a falar com a voz e disse que afinal não ia desistir de nada. A voz então me disse para fazer a missão, que era fazer de conta que queria abandonar a casa, e assim eu fiz. Vim pra cá, fiz o meu drama e deu nisso
Mel ri: sua louca
Diego: e agente aqui sofrendo por voce né?
Lua: acreditem que eu sofri bem mais que vocês… deixar vocês foi super ruim! E era mais difícil quando eu via imagens de vocês
Rayanna: voce viu agente?
Chay: eu sou um gatinho na tv?
Mica ri: e eu?
Lua ri: ficam todos lindos, não se preocupem
Mel: mas como voce viu?
Lua: lá no quarto tinha tv. Doía tanto ver o Arthur pelos cantos
Chay: ele era o cara mais chato do mundo, tudo por sua causa
Lua: eu sei, quero falar com ele
Voz: muito bem Lua, 5000 reais estão agora na sua conta
Todos: EBAAAAAAA
Lua ri: obrigada voz
Voz: agora sim pode conversar com o Arthur
Lua ri: agora!

Lua correu para o quarto, onde Arthur estava, e fechou a porta. De seguida, correu, pulando a cama, abraçando ele por tras e dando um beijo no seu pescoço, mas o problema, é que ela não foi correspondida

Lua ri: AHHHH, AMOR, TAVA COM SAUDADE – ela disse satisfeita por abraçar ele – nossa, que saudade – disse abraçando ele, mas não sendo correspondida de novo – Ei, Arthur
Arthur: que foi? – disse tirando as mãos dela, da cintura dele, sempre serio
Lua: porquê isso?
Arthur: porque? Voce ainda pergunta? Voce viu o que eu sofri por voce? Voce tem ideia do que eu sofri?
Lua: eu sei amor, mas eu não tive culpa…
Arthur: porra Lua, nem um sinal voce me fez… eu estava prestes a desistir dessa porra toda so para ficar com voce, quando afinal voce me mentia?
Lua: eu não mentia, eu apenas representava
Arthur: fique sabendo que representou muito bem, enganou todos, especialmente a mim – disse irritado – mas pode deixar que desse jeito, voce não me engana mais
Lua: nem desse jeito, nem de nenhum jeito – disse pegando as mãos dele – Arthur, eu não fiz de propósito. Não fiz mesmo. Voce acha que eu não sofri? Voce acha que eu gostei de ver voce chorando? Eu so queria sair daquele quarto e gritar por socorro… eu estava tao aflita por voce, estava com tanto medo… desculpa – disse quase chorando
Arthur: pedindo socorro? – ele sorriu, de lado
Lua: claro – confirmou, e as lagrimas rolaram pelo rosto – eu odiei te ver daquele jeito e saber que tudo isso era por minha causa. Desculpa, desculpa e desculpa. Eu nunca mais faço isso – abraçou ele – mas por favor, me abraça, me beija, faz alguma coisa – disse ela saindo do abraço, olhando para ele nos olhos
Arthur ri: claro amor – disse abraçando ela forte – tava cheio de saudades

Os pombinhos ficaram ali por um bom tempo, mantando as saudades, se beijando, se abraçando e falando coisas lindas um para o outro. Realmente as saudades não fazem bem a ninguém… só mesmo, quando as pessoas voltam a se encontrar e assim, matam aquele sentimento.

Quantos comentários isso aqui merece?


7 comentários:

  1. Gabriela Almeida4 de abril de 2013 14:06

    Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Posta ++++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  3. Merece muitos comentários, amei o capítulo.

    ResponderExcluir
  4. preciso de maiis, eu necessitooo socoorrrrro perfeito maiis por favor

    ResponderExcluir
  5. Tudo de booooom , que bom que a Luinha voltooou. Posta maais ?

    ResponderExcluir