“Tudo por uma promessa” - 8º Capitulo

|

POV NARRADOR

Após a longa conversa que Arthur e Lua tiveram ontem no quarto de hospedes da casa do jovem, eles acabaram por adormecer um ao lado do outro. À medida que a noite foi passando, os jovens se puseram de maneira confortável e hoje acordaram na posição de conchinha.
Lua foi a primeira a acordar e reparou que acordei de um jeito diferente. As mãos de alguém estava de volta da sua cintura e também umas pernas em cima das suas. Assim que se voltou para o lado, reparou que Arthur estava dormindo feito anjo ao seu lado. Sorriu, mas depois seu sorriso foi para o espaço quando pensou que talvez tivesse acontecido algo mais nessa noite.
Rapidamente levantou os lençois e apos fazer isso ficou descansada, pois estava com a mesma roupa que se deitou, assim como Arthur.
Ao ter levantando os lençois tao rapidamente, acabou acordando o Arthur, que sorriu assim que viu a moça e deu um beijo no rosto dela.

Arthur: bom dia Lua
Lua: bom dia Arthur – sorriu ficando olhando para o teto depois
Arthur: é hoje – disse olhando para ela
Lua: hoje?
Arthur: sim… esqueceu?
Lua: de que?
Arthur: que mudamos hoje para a nova casa
Lua: nossa, nem me lembrei – ela levantou da cama – eu preciso de ir para a minha casa, arrumar as coisas e depois ainda ir visitar a minha mae e…
Arthur interrompe: calma, eu te ajudo em tudo – disse ele levantando da cama e indo para junto de Lua – posso te dar um beijo de bons dias?

“E ainda precisa pedir?” – pensou Lua enquanto beijava aqueles lábios lindos do Arthur. lábios bem pequenos e finos, com sabor a chocolate. Chocolate? Mas porque isso agora? Enfim… eram pensamentos que só ela tinha.

Arthur: vem, vamos descer
Lua: vamos – sorriu

Desceram de mãos dadas e foram até à cozinha, onde o café da manha já estava preparado. Começaram a tomar o café da manha…

Katia chega: bom dia lindos – disse simpática – Arthur, o seu pai chega hoje
Arthur: nossa, que pena. To saindo hoje daqui
Katia: como assim?
Arthur: esqueceu que vou trocar de casa?
Katia: Arthur, mas isso tem de ficar para outro dia
Arthur ri: logico que não. eu vou hoje
Katia: mas Arthur! – repreendeu a mae
Arthur interrompe: não adianta mae. Eu vou hoje e acabou!
Katia: mas e a Lua?
Arthur: tem uma coisa que voce não sabe…
Katia: o que? – perguntou

Arthur, parou de beber o café, se levantou da mesa e pegou a mao da Lua, fazendo a garota levantar e ficar do seu lado.

Arthur: a Lua vai comigo, nós estamos namorando e vamos viver juntos!
Katia: vocês o que? – falou incrédula – Arthur… - ela ficou sem palavras – voce esta louco? Desde quando é esse namoro? Por que querem apressar as coisas? – ela parou para pensar – Arthur, voce engravidou a menina?
Arthur: so por que vou viver com ela, já quer dizer que eu engravidei ela?
Katia: é a única justificação
Arthur: eu vou morar com ela porque ela é a pessoa perfeita para mim. Ela me mudou muito. Ela é a tal… - sorriu
Katia: eu preciso de um copo com agua – disse quase sem ar, sentando na cadeira e se apoiando na mesa – são muitas emoções para uma só manha! – disse agoniada

Mais emoções se sentiram quando Lua chegou no hospital e viu a sua mae no mesmo estado clinico da ultima vez. Nada de melhoras, nada de sinas positivos, nada de nada…
Lua estava sentada à beira da cama de Claudia, esperando um pequeno gesto da mulher, mas nada! Isso so fazia com que todas as forças de sua fossem por agua à baixo.
Arthur, que estava na porta, decidiu dar uns passos à frente e ficar atras da Lua, pondo a mao nas suas costas, em forma de apoio.
Lua, sentindo o apoio de Arthur, desabou em lagrimas e dessa vez, ao invez de se fechar no seu mundo, abraçou Arthur e chorou no seu ombro.
Arthur estava desolado, mais uma vez, sem saber o que fazer.

Após saírem do hospital, Arthur levou Lua a antiga casa dela, para arrumar as ultimas coisas e irem para a nova casa deles.

Lua: não me posso esquecer de nada
Arthur: Lua, posso te perguntar uma coisa?
Lua: claro…
Arthur: agora que voce vai sair de casa, e a sua mae não está… para quem vai ficar tudo isso Lu?

Boa pergunta… a casa da mae da Lua, que era a casa da sua avó, não era um casarão de sonho, mas era uma casa linda, simples e modesta.
Lua ainda não tinha pensado no que fazer, teria de falar com a sua mae, mas isso não era possível nesse momento.

Lua: eu ainda não… por enquanto, ficará fechada e eu vou vir aqui de vez em quando, tentar por uma ordem nisso.
Arthur: tá bom. Vamos?
Lua: vai andando… eu já vou ter com voce – sorriu esforçado
Arthur: esta bem

Arthur pegou a mala da Lua e foi para o carro.
A garota ficou sozinha e foi andando devagar por cada cantinho da casa que lhe trazia uma lembrança.
Passou pelo quarto da mae onde, quando era pequena, fugir para lá com medo de dormir sozinha; passou pelo quarto antigo da avó, para onde também fugia quando a sua mae queria brigar com ela por alguma asneira. Enfim, todos os cantos daquela casa traziam uma recordação que para sempre ficará na sua memória.

Limpou as suas ultimas lagrimas e saiu de casa, indo para o carro do Arthur, que já lhe esperava.
Foram para a nova casa deles, que estava prontinha pra ser habitada.
Assim que entraram, deixaram as malas à porta, dando umavista de olhos na decoração que o Arthur contratou. A casa ficou perfeita. Um sonho de casa!
Foram à cozinha, aos outros cómodos da casa e por fim, dirigiram-se ao quarto em que vao dormir, para arrumar algumas roupas. Lua permanecia calada.

Arthur: gostou da casa?
Lua: adorei – sorriu – ficou linda.
Arthur: eu também adorei – sorriu de volta

E o silencio tomou o quarto de novo, até que…

Arthur: Lua, voce quer descansar enquanto eu arrumo isso?
Lua: não… deixa – ela continuou arrumando as suas roupas – voce não vai ver o seu pai?
Arthur: não… nós vamos amanha.
Lua: nós?
Arthur: logico! – sorriu – voce vem comigo
Lua: como voce acha que vai ser?
Arthur: normal… o meu pai vai adorar conhecer voce, porque ele sempre gosta de conhecer as minhas namoradas.

Lua ia falar, mas foi interrompida pelo celular, que estava tocando. Era o seu advogado, marcando uma nova reunião para o casal, amanha de manha, às 9horas.

Arthur: tao cedo – resmungou
Lua: tem de ser. – ela terminou de arrumar as roupas – o que voce quer jantar?
Arthur: pizza… pode?
Lua: pode - sorriu

Este foi o capitulo de Terça !!


5 comentários:

  1. I bought a great E-lite аbout a few daуs
    ago, іt's about time ok, and it got me thinking that i could really make use of an electronic cigarette as a replacement. However, with the E-lite, the particular vapour creation was not satisfactory, it felt like there is too much oxygen being let in and the vapour just never felt hefty enough. It absolutely was a decent, and comparatively cheap test, but it still left me yearning a real smoke at night just before i went along to bed. This prompted me to do more research online, after which I discovered Green Smoke.

    Here is my web page green smoke promo codes

    ResponderExcluir