Amor e Foto - Cena 29

|

Lua: ta bom. Não demora amor
Arthur: eu não demoro

Dei um beijo na testa dela e sai para falar com o medico.

POV ARTHUR

Encontrei o medico nos corredores e comecei a falar com ele.

Medico: bem, a dona Lua Blanco ainda não esta a se alimentar como deve de ser. Mas ela fala muito na família, talvez se ela estivesse com voce, lá em casa, ela se alimentasse melhor. Mas não sei, é um risco deixar ela ir para casa nessa altura.
Arthur: ainda por cima eu estou trabalhando e não consigo deixar ela em casa sozinha com os filhos
Medico: e não tem mais ninguém?
Arthur: tem a empregada, mas a Lua dá a volta a ela. Talvez se eu pedisse ao meu chefe para ficar em casa tomando conta dela – pensei – me dá um minutos?
Medico: claro

Peguei o celular e liguei para o meu chefe e expliquei toda a situação para ele.

LIGAÇAO ON

Chefe: arthur, voce sabe a quantidade de dias e ferias que j+a tirou esse ano? Sabe que voce esta em risco de perder o emprego?
Arthur: eu não vou deixar a Lua sozinha em casa, pouco me importa o emprego
Chefe: olha arthur, eu não esperava essa sua reaçao. Voce pode tirar os dias que quiser, mas na minha agencia, voce não  trabalha mais
Arthur: pois que assim seja!

LIGAÇAO OFF

Aff, que cara de pau! Eu to pedindo uns dias e não um mês de ferias! Enfim, pouco me importa o trabalho, eu quero é a saúde da minha pequena bem.

Arthur: pronto, ela pode vir
Medico: arthur, voce tem de ficar sempre de olho nela, não pode deixar ela sozinha. Ela já emagreceu de mais, não pode emagrecer mais ou… - ele baixou o rosto
Arthur: tudo bem – eu engoli seco – eu vou fazer de tudo para que ela volte ao normal.
Medico: vou passar alta para ela então.
Arthur: ta bom – sorri

Voltei para o quarto da Lua. Quando la cheguei, ela estava bebendo agua.

Arthur: amor, tenho boas noticias
Lua: eu já vou embora daqui?
Arthur sorri: sim princesa
Lua ri: ahh, que bom! Obrigada amor – ela me abraçou
Arthur: mas…
Lua interrompe: tem sempre um ‘mas’
Arthur: voce tem de me prometer que vai se cuidar e deixar eu te cuidar
Lua: vai ser o meu medico é?
Arthur ri: é quase isso… amor, voce não pode me mentir e voce tem de melhorar rápido, não quero que voce piore
Lua: voce não vai trabalhar para cuidar de mim?
Arthur: isso é outro assunto – bufei – acho que fui despedido
Lua: o que? Mas porque? – ela disse preocupada
Arthur: não importa amor, o importante é que eu vou cuidar de voce. Voce tem de me prometer que não vai fazer mais aquelas coisas porque se acontece alguma coisa de ruim a voce, a culpa é minha amor e eu nunca vou conseguir me perdoar
Lua: eu sei amor… eu vou fazer tudo o que voce me pedir
Arthur: vai mesmo? – peguei a mão dela
Lua: vou – ela sorriu – vamos sair daqui? Quero abraçar os meus filhos
Arthur: e eu? Voce não quer? – fiz bico
Lua ri: voce será o primeiro

As enfermeiras arrumaram as roupas dela e ajudaram ela a se vestir. Eu tive de esperar na rua e enquanto isso, liguei para todos avisando que a Lua ia ter alta e finalmente ia sair do hospital.
O medico me passou a alta dela, me deu e também me deu um papel com vários medicamentos que eu iria precisar de comprar.

Saimos do hospital. O rosto da Lua ainda não era o melhor, porque ela estava meia pálida, mas em breve, ela vai ficar bem
Compramos os medicamentos e fomos para casa. Quando chegamos, a minha mãe estava lá com os meninos e a Sophia também estava lá com a Maria.

Sophia: amiga – ela abraçou Lua – sua boba, me matou de preocupação. Eu so sabia chorar nesses últimos dias
Maria: a mamae chorou muito
Lua: desculpa amiga – ela abraçou a Sophia – Cade os meus filhos?
Katia: estão lá em cima no quarto Lua. Bem vinda de volta
Lua: obrigada dona Katia – ela abraçou a minha mãe – obrigada por cuidar deles.
Katia: de nada Lua.

Pouco depois, sentamos no sofá e os meninos chegaram. Mal eles viram a Lua, saltaram para o colo dela

Diego: mamaeee
Ana: que saudade – eles diziam abraçando ela
Lua: meus lindos, que saudade – ela dizia também abraçando eles
Arthur: cuidado, a mamae ta doente
Lua: aii arthur, não diz isso! Eu não estou doente
Arthur: Lua…
Lua: deixa… - ela continou abraçando eles
Arthur: e o Mica?
Sophia: trabalhando, como sempre
Arthur: brigados de novo?
Sophia: não… mais ou menos! Eu pedi para ele sair e vir ver a Lua, mas ele disse “agora não, depois eu vou” – ela tentou imitar a voz dele
Arthur: voce sabe que ele não tem culpa
Sophia: aii arthur, mas mesmo assim, é a Lua! Nossa amiga à muito tempo
Arthur: deixa para lá. Depois vocês vêm todos juntos

A campainha tocou.
Eu fui abrir. Eram os pais da Lua e o irmão Pedro.

Lua: mãe, pai, Pedro – ela se levantou e foi abraçar eles – que saudade!
Mae: sua tolinha, quase morri quando soube
Pedro: sua maluca, vou te matar
Pai: como voce ta?
Lua: eu estou bem… relaxem!

Ficamos o resto do dia em casa. Todos davam atenção à Lua.
E nas refeições, ela comeu tudo o que eu pedi

Amanha tem mais :)


6 comentários:

  1. posta maisssssssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Posta ++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. tou amando
    posta maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais pf

    ResponderExcluir
  4. Nossa , tomara que a Lua continue assim fazendo tudo que o médico mandou para ficar livre dessa anorexia !

    ResponderExcluir