Mais que melhores amigos - 80º Capitulo

|

No dia seguinte…

POV ARTHUR

-Hoje acabei por acordar a mesma hora de sempre para ir para a escola, o problema, é que eu já não vou para lá! Fui ate à janela do meu quarto e vi a Lua saindo com o pai dela. Coitadinha, ia tristinha olhando o chão e nem me viu.
-Realmente vai ser meio difícil agente ficar junto ate ao final da escola, porque eu vou ficar sempre em casa e ela na casa dela. Mas claro que vai haver as nossas fugidinhas, ate porque eu não aguento um dia inteiro sem ao menos ter um abraço da Lua.
-Desci, pois estava sem sono e fui ate a cozinha. A minha mãe já estava acordada porque vai trabalhar.

Arthur: bom dia!
Katia: voce acha mesmo que é bom dia?
Arthur: mãe, vamos começar de novo? – eu reclamei
Katia: voce acha que não vamos? Ou acha que eu estou feliz por voce ter mandado um menino para o hospital? Arthur, onde estava o seu juízo?
Arthur: e voce por acaso viu o que ele espalhou pela escola?
Katia: ahh claro, e ainda tem essa! Arthur, a Lua é tão nova…
Arthur: mãe, e dai? Agente se ama! – eu alterei um pouco a voz
Katia: amar arthur? Vocês sabem la o que é amar nessa altura! Vocês foram irresponsáveis!
Arthur: eu seria irresponsável se eu te disse-se que voce iria ser avo
Katia: olha que se isso acontece, voce nunca mais volta para cá arthur! Fica para sempre com o seu pai
Arthur: isso é o que vamos ver! Porque este ano eu completo 18 anos!
Katia: arthur, não vamos brigar mais! So quero que voce não se meta mais em confusões… nem adianta em eu te meter de castigo mesmo… sim, porque eu sei que voce saiu ontem de noite não foi?
Arthur: como voce sabe?
Katia: as mães sabem de tudo
Arthur: voce já contou para o pai?
Katia: já… ele ficou super desapontado com voce

POV LUA

-A escola não era a mesma sem os meninos, felizmente, já esta a acabar. A sophia fica chorando pelas aulas, a Mel nem fala nada… e eu? Eu to quase morrendo para fazer como a sophia ou ate pior.
-Estavamos na cantina e so ouvíamos pessoas a falarem mal da gente…

Mel: eu não aguento mais!
Sophia: daqui a pouco eu é que parto para a violência!
Lua: somos duas! Quem eles pensam que são?
Xx chega: voce vai partir para a violência branquinha? Quero so ver – um rapaz chegou se armando em fortao
Sophia: eu veja!

-A Sophia levantou da cadeira toda decidida e deu um forte tapa no rosto dele

Sophia: ESSE É O TAPA NA CARA QUE TODOS OS QUE ESTAO FALANDO MAL DA GENTE, DEREVIAO LEVAR, PORQUE VOCES NÃO ESTAO NO NOSSO LUGAR E NÃO SABEM COMO AGENTE SE SENTE NESSE MOMENTO! – ela gritou isso para toda a cantina

-Depois disso, ela saiu da cantina deixando todas as pessoas de boca aberta!

Lua ri: cara, aquilo era a sophia?
Mel ri: pelos vistos sim… a partida do Mica ta fazendo falta nela
Lua: voce falou com o chay?
Mel: falei… ele esta muito mal. O pai dele vai tirar tudo dele… mas ele esta pensando em sair de casa
Lua: sair de casa?
Mel: é Lua… sair de casa, arranjar trabalho e comprar um ape
Lua: mas isso é ariscado Mel… ele nem um ovo sabe fazer
Mel ri: acredita Lua… ontem o chay estava capaz disso e muito mais. Sabe que ele ate chorou?
Lua: o arthur também… eles estão mesmo mal.
Mel: como será que está o thiago?
Lua: não sei… será que agente podia ir la no hospital ver ele?
Mel: vamos?
Lua: sim, vamos so chamar a sophia

(…)

-Eu não sabia se isso era uma atitude correta ou não, mas eu precisa de ver como o Thiago tava. Sei que ele errou… mas poxa, coitado!

Sophia: a senhora disse que era a sala 312
Lua: é esta – apontei para a porta
Mel: vai na frente Lu…
Lua: ta bom

-Abri a porta bem devagar e ao fundo, vi uma cabeça levantando. Era o thiago… me aproximei da cama

Lua: oi… como voce ta?
Thiago: como voce acha que eu estou?
Lua: é… pergunta boba mesmo
Sophia: Thiago, so quero que voce faça uma coisa…
Thiago: fazer o que sophia? Nem andar eu consigo direito
Mel ri: eu acho que é mais outra coisa, não andar…
Sophia: eu queria que voce desculpasse os meninos… voce sabe como eles são e depois do que voce fez…
Thiago: não fui eu… - ele quase sussurrou
Lua: o que?
Thiago: não fui eu! Pronto, falei!
Lua: não foi voce? Mas como assim? Teve gente que te viu espalhar os papeis!
Thiago: fato… mas não me viram espreitar pelo banheiro ou então tirando copia de tudo aquilo pois não?
Lua: não… - eu pensei melhor – se não foi voce, foi quem?
Thiago: o Diego
Mel: canalha!
Lua: me conta essa historia toda vai…
Sophia: NOS conta! Porque eu também quero saber!!

(…)

-Depois de sair do hospital, eu fui ate à casa do arthur. Tinha que contar toda esta historia para ele. Aproveitei que a mãe dele ainda não tinha chegado e fomos falar

Arthur: porque voce ta assim? – ele disse pegando a minha mão – me dá um beijo – ele se aproximou
Lua: não arthur… antes voce tem de ouvir o que eu tenho para te dizer
Arthur: voce vai terminar comigo?
Lua ri: terminar? Quem falou em terminar aqui?
Arthur: voce vem ate aqui sem me dizer nada, fala que tem uma coisa para me dizer e nem me dá um beijo…
Lua ri: não é nada disso amor – dei um selinho nele – é sobre o thiago
Arthur: eu não quero ouvir falar desse filho da p…
Lua interrompe: calma! Não foi ele!
Arthur: como não? Teve gente que viu Lua – ele estava bravo
Lua: foi o Diego que mandou ele fazer isso!
Arthur: o Diego? Como assim? – ele levantou do sofá
Lua: dá para voce parar de me interromper?
Arthur: ta bom… fala!
Lua: foi o Diego que ouviu a conversa no banheiro e imprimiu naquelas folhas… mas depois, na hora de espalhar essas folhas pela escola, ele foi pedir ao thiago para fazer, porque tinha medo de ser descoberto. O thiago não queria fazer, mas ele o obrigou e pagou para ele fazer isso!
Arthur: não acredito – ele sentou no sofá e baixou a cabeça – quer dizer que agente fez aquilo para o Thiago, sem ele ter culpa
Lua: foi… mas amor, ele te perdoa – eu senti ao lado dele, pondo o meu braço a volta do seu corpo sem blusa – ele te perdoa! Ele entende o seu lugar
Arthur: mas mesmo assim Lua… eu quase destrói a vida dele ou ate mesmo a minha por causa disso
Lua: voce se precipitou… mas esta tudo bem, ele tem alta amanha. Vai ainda mais machucado para casa, mas ele esta bem!
Arthur: tenho de visitar ele
Lua: faz isso
Arthur: ele vai fazer queixa no tribunal?
Lua: não, ele disse que não ia fazer
Arthur: agora tenho de ir partir a boca ao Diego – ele disse levantando do sofá
Lua: ARTHUR, VOCE TA LOUCO? NÃO CHEGA DE BATER NÃO? –eu gritei brava
Arthur: como assim Lua? Foi ele! Foi ele que espalhou tudo aquilo pela escola… voce quer que eu fique parado?
Lua: eu não quero que voce vá bater nele, por favor! – eu pedi e abracei ele
Arthur: era o que ele merecia! – ele disse bravo, me abraçando
Lua: mas não vai… - abracei ele mais forte – lembra que o batizado a Carolina é domingo?
Arthur: eu não vou!
Lua: la isso é que vai! Voce vai sim Arthur
Arthur: eu nem consigo olhar para a cara dele
Lua: mas voce vai, ao menos pela Carla
Arthur ri: voce ta dizendo para eu ir por ela? Voce tem ciúmes dela
Lua: bobo! – dei um tapa devagar nele – pela carolina então!
Arthur ri: pronto… eu vou pela carolina! – ela me beijou
Lua: tem mais uma coisa! – eu sai do beijo – a minha irmã já escolheu o nome do bebe
Arthur: já? E como é?
Lua: bernardo! Porque ai dá para chamar de Bê ou Beni
Arthur: ta bom, eu gosto também. Mas preferia Matheus
Lua: Matheus é lindo
Arthur sorri: eu também gosto – ele me abraçou
Lua: e agora? O que fazemos?
Arthur: vamos para o meu quarto? – eu dei um sorriso malandro
Lua sorri: vamos…

-Subimos para o quarto dele no maior romance… chegando lá, o meu casaco já não estava no meu corpo, pois tinha ficado pelas escadas… ele já estava sem blusa, isso era um ponto a favor para mim.
-Deitamos na cama dele, so com roupas interiores e logo depois… LOVE!

Mais tarde tem mais !!


4 comentários:

  1. Para o Arthur não ir para Nova York, ela podia descobrir que tá grávida!

    ResponderExcluir