15 dias para confessar - Sexo?

|




Pov Narrador

     Durante o pequeno almoço, o casal conversava normalmente, agora sem estarem chateados um com o outro. Arthur foi quem fez o café da manhã por Lua estar a sentir-se menos disposta a fazê-lo.

- É normal Lua. Estás grávida e as grávidas enjoam.
- Mas todos os dias? A toda a hora? - Lua mostrava-se cansada e ainda era tão cedo.
- Sim. É normal. A partir das 12 semanas, isso melhora.
- Espero que sim. Estou cansada já.
- E ainda mal começaste. - Arthur passou-lhe a mão pelo rosto e beijou-lhe a testa.

     Louis desceu mais cedo para tomar o pequeno almoço com Arthur e Lua e aproveitou para declarar algo importante.

- Andei a ver umas casas por ai, tratei das papeladas e ainda hoje vou mudar-me para lá. Assim, terão a casa só pra vocês.
- Não eras incomodo nenhum.
- Pois não. Mal paravas em casa. - Comentou Lua.
- Sim, mas, de qualquer forma, eu disse ao Arthur que isto era passageiro. E, bom, com a chegada do bebé é bom vocês terem a vossa privacidade.
- Ora essa. - Arthur sorriu.
- De qualquer forma, agradeço-vos por tudo. E vamos combinar um jantar na minha casa, qualquer dia.
- Combinado! - Disse Arthur. - A propósito amor, a Cecília mandou ontem os resultados dos exames que fizeste e estão ótimos.
- E de quantas semanas estou, exatamente?
- Nove semanas. Daqui a duas semanas vamos fazer a primeira ecografia.
- Já vai dar pra ver o sexo?
- Não. É demasiado cedo. Bom, vamos? - Perguntou Arthur, levantando-se.

     Arthur movimentou-se para o exterior da casa despedindo-se antes do seu colega de trabalho. Levou as coisas de Lua para que ela não carregasse nenhum peso e ligou o carro. Lua entretanto saiu de casa e entrou no carro.

- Podes ir. - Afirmou ela. - Achas que podemos ir jantar à casa dos meus pais hoje? Eles ainda não sabem de nada. E quero muito comunicar-lhes que vão ser avós.
- Como achas que vão reagir?
- Vão finalmente descobrir que não sou virgem.
- Poupa-me! - Arthur gargalhou ao volante.
- Estou a brincar. Mas queria fazer algo engraçado, assim como fiz para ti.
- Vai ser engraçado os teus irmãos descobrirem que vão ser tios com 10 anos de idade.
- É a altura certa. - Lua suspirou. - Parece que foi ainda ontem que saímos com eles, os quatro de mãos dadas e nós todos cuidadosos com eles ao atravessar a estrada. Que bons tempos.
- Ainda vamos poder fazer isso. Imagina, nós com o nosso bebé e os teus irmãos. Serão uns tios babados, aposto.
- Não sonhes tão alto. - Lua gargalhou.
- Sabes de que é que me lembrei?
- De quê?
- É que... tu tens probabilidade de ser mãe de gémeos.
- Não me digas uma coisa dessas. - Lua ficou repentinamente assustada. - Só eu sei a trabalheira que os meus irmãos me deram.
- Era giro. - Arthur comentou sorridente, agarrado ao volante.

(...)

     Chegando ao hospital, Arthur ouviu murmúrios pelo corredor e decidiu perguntar o que é que se passava por ali.

- Parece que o assassino deixou algo para trás que o identifica.
- A sério? Tipo o quê?
- A seringa do crime.
- O quê? - Arthur gargalhou. - Que idiota. E tinha impressões digitais? Algo assim que possa dizer quem ele é?
- Isso já não sabemos. - Respondeu Louis. - Mas a verdade há de chegar.

(...)

     Os pais de Lua ficaram rendidos depois que a filha mais velha lhes disse que ia lá a casa jantar. O pai de Lua tratou de fazer churrasco porque é um dos pratos preferidos dela. Os irmãos, Edward e Thiago, ficaram eufóricos quando descobriram que iam receber uma visita da irmã e do recente cunhado.

- Ao tempo! - Comentou o João, pai de Lua.
- Pai, não foi assim à tanto tempo.
- Não, que ideia! - A sua mãe ironizou. - Foi o casamento, a festa do casamento, a lua-de-mel e depois nunca mais vos vimos.
- Ok, já faz assim então alguns mesinhos. Mas temos falado por telefone.
- Isso não conta! - Argumentou a senhora Blanco.
- E então, aquele problema já está resolvido? - Perguntou o pai da Lua ao seu genro.
- Sim, graças a deus. Foi tudo um grande erro.
- Processaram eles, certo?
- Sim. Vamos ao tribunal dentro de uns dias para saber como é que isso ficou.
- Espero que tudo se resolva. Vocês são jovens, estão a começar agora a vossa vida, os vossos trabalhos, e não merecem que vos atormentem com isso. - Suspirou a senhora Blanco - Bem, vamos lá pra fora pôr a carne a assar e...
- A Lua não pode apanhar fumo. - Soltou-se Arthur. Lua arregalou-lhe os olhos. - Digo... eu vou com o senhor João e vocês podem ficar aqui.
- Está bem.

(...)

     A mesa foi posta e o churrasco ficou pronto em poucos minutos. Lua fez a salada e de seguida foi chamar os irmãos.


- A carne está uma delicia! - Comentou Arthur.
- Ótimo. Trás isso para cá porque estamos cheios de fome! - Lua sentou-se à mesa, mas a senhora Blanco reparou no pequeno gesto materno de Lua ao colocar a mão na barriga.
- Blanco, tens alguma coisa para nos dizer? - Perguntou a sua mãe.
- Como assim? - Perguntou João.
- Bom avô João, digamos que...
- Eu e o Arthur vamos ser pais. - Nisto, Lua abre o seu casaco de ganga e mostra a sua camisola personalizada.

"Loading a little baby. Please, wait."
("Carregando um bebé pequeno. Por favor, aguarde.")


- Não acredito! - Exclama a senhora Blanco levantando-se novamente da mesa.
- Muitos parabéns! - Comentou o avô João ao abraçar o genro.
- Obrigado. - Arthur retribuiu o abraço.
- E à quanto tempo?
- Cerca de dois meses, mais ou menos.
- Que pena que ainda não sabem o sexo. Estou tão ansiosa, meu deus!
- Foi uma boa surpresa ou não? - Perguntou Blanco.
- Foi uma ótima surpresa, uma verdadeira alegria! Que bom que vamos encher esta casa novamente.
- O que é que se passa? - Perguntou Edward confuso.
- Vocês vão ser tios. - Explicou o Arthur. - A vossa irmã tem um bebé na barriga que irá nascer dentro de algum tempo.
- Vocês fizeram sexo? - Soltou-se Thiago.

(...)

Notas finais:

Aqui está mais um capítulo que merece alguns comentários. Caso tiver muitos comentários, eu posto mais um ou dois capítulos ainda hoje! 

Como vai o carnaval? Sei que a maioria do Brasil não gosta mas eu amo o carnaval, pena não estar aí no brasil para festejar à grande. Aqui também comemoramos e tals, mas não é a mesma coisa. Quem sabe um dia eu passe por aí ahah


PS: Passem no wattpad e leiam Confidences of a lonely girl. Aqui 

5 comentários:

  1. Kkkkk #Murrida
    - Vcs fizeram sexo ?
    Kkkkk

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkk Descobriram agora que Lua faz sexo kkkkkkkkk mais?

    ResponderExcluir
  3. Ai muito fofo a Lua gravida kkk queo logo o nenem :)

    ResponderExcluir