Uma Linda Mulher - 2ª TEMP. | CAP.69

|


Uma Linda Mulher - 2ª Temporada (Maratona)





Capítulo: 69

Lua – Você nunca vai nos deixar, nunca vai me deixar… – negou com a cabeça perdendo o sorriso.
Arthur – Eu sei que não, mais prometa. Porque os meus filhos, não vão passar nem por um terço do que nos dois passamos Lua. Os meus filhos vão ser criados com tanto amor… – assentiu com a cabeça – Com tanta atenção. E ás vezes, me pego imaginando se algo acontecer, se eu faltar com eles, se tudo ficaria bem. Então prometa, prometa que fará o meu trabalho e o seu… – Lua se emocionou. – Eles são… – não encontrou palavras – Linda e Gabriel, são uma parte do meu coração tão imensa e grandiosa Lua. – sorriu fascinado – A sensação de saber que eles são meus de certa forma, que nos os fizemos com tanto amor e carinho. Ser mãe deve ser uma sensação única a você, mais ser pai… - balançou a cabeça para os lados. – Ser pai para mim, você não calcula, Lua. Eu morreria se acontecesse algo a um deles. Eu morreria se acontecesse algo com você… – sorriu – Parece que estou falando um monte de bobagens em fim, só quero que me prometa que…
Lua – Eu prometo a você, eu jamais falharia com os nossos filhos Arthur…
Arthur – Eu sei que não… – a abraçou de repente com força. – Eu só não quero que eles sofram como nós dois sofremos…
Lua – Isso não vai acontecer, e eu também não vou precisar fazer o seu papel e o meu, porque você não vai a lugar nenhum sem nós. Isso é uma ordem não um pedido. – Ele sorriu a olhando nos olhos – Quando as coisas apertarem daremos um jeito, ok? Se algum problema surgir nos encaramos da melhor maneira possivél.
Arthur – Ok… – Arthur ouviu o choro sentido de Linda, se levantou sorrindo subindo rapidamente até o segundo andar, a pegou nos braços e encostando de encontro a seu ombro. – Está tudo bem preciosa. – fechou os olhos a balançando calmamente, Lua apareceu na porta do quarto, observou a cena e a mão de Arthur onde a aliança dourada brilhava acariciar as costinhas de Linda que de olhos fechados mantinha a mãozinha à frente do rosto, debruçada no peito do pai. E ela teve a certeza, que se caso algum dia fosse ela que faltasse, seus filhos estariam seguros e cobertos de amor.
-
A véspera de Ano Novo amanheceu tranquila, como havia amanhecido por toda a semana, Gabriel já estava na piscina animado como todas as manhãs, Lua procurava receitas no caderno de sua mãe com Linda nos braços que encostada sobre os seios de Lua permanecia quietinha e observadora.
Lua – Hum, faremos um Chester e um Tender, com arroz a grega e de sobremesa um brigadeirão, melecado de chocolate como o Biel gosta. E também podemos fazer um soverte com calda de pêssego. Cadê a receita? Mamãe guardava por aqui e... Achei! – beijou carinhosamente cabeça de Linda que chupava o dedo. – O que foi preciosa, está triste hoje?
Gabriel – Mãe?
Lua – Oi meu amor…
Gabriel – Tem alguém batendo na porta. - Lua franziu a testa.
Lua – Será que seu pai esqueceu a chave? – Gabriel já corria de volta para a piscina. - Não se esqueça da bóia, ok? E não vá para o fundo…
Gabriel – Ok mãeeeeeee. – Lua sorriu negando com a cabeça, caminhou até a porta, a abriu avistando um homem de costas.
Lua – Bom dia? – perguntou, e o mesmo se virou a encarando com um sorriso incrédulo no rosto.
XXX – Eu mal posso acreditar que é mesmo você. – Lua franziu a testa surpresa, olhando daqui não conseguia reconhecer. – Não está me reconhecendo? Sua garota boba e pequena sou eu… – Lua arregalou os olhos mirando o homem a sua frente, Linda levantou a cabeça para ver de onde vinha aquela voz estranha.
Lua – Rico? – sorriu incrédula – Meu Deus do céu! Olá… – sua voz era animada, mal podia acreditar.
Rico - Olá bichinho de verdura... – mirou Lua de cima a baixo, inclusive o bebezinho em seus braços. – Quanto tempo. Tudo bem eu não me importo de ficar do lado de fora.
Lua – Ahhh meu Deus, como sou tola, me desculpe entre. – deu espaço para que o amigo de infância entrasse.
Rico – O que foi que fez com a casa da Tia Cláudia… – sorriu maravilhado. – Está maravilhoso por aqui.
Lua – Gostou? Mamãe adoraria a reforma. – Rico sorriu mirando Lua nos olhos.
Rico – Você está Linda pequena, por onde foi que se perdeu nesse mundo? – Lua corou, sorrindo animada.  
Gabriel – MÃE QUEM É? – gritou do lado de fora da piscina. Gabriel apareceu molhado e pingando na casa, observou o homem em sua frente e rapidamente fechou a cara se colocando na frente de Lua.
Lua – Estou tão animada que esqueci de apresentar, Gabriel esse é Rico, amigo da mamãe de infância, Rico esse é meu filho Gabriel e minha filha, Linda. – Rico arregalou os olhos surpreso.
Rico – Nossa, está com dois filhos? Prazer Gabriel… – Estendeu as mãos para o menino que a apertou fortemente.
Lua – Sente se Rico, fique a vontade, quer alguma coisa?
Rico – Não obrigado… – sorriu sentando se no sofá, Lua sentou na poltrona logo à frente. - Malu falou que estava por aqui, e que te viu na cidade essa semana... – Lua sorriu assentindo.
Lua – Sim, fomos até a casa dela essa semana, meu marido saiu… - Rico assentiu.
Rico – Estranho, ver você assim casada e com filhos. Eu pensei que eles seriam meus... – Gabriel deixou a sala voltando para a piscina, Lua sorriu corando levemente. – Você foi embora do nada Lua. – franziu a testa – Até hoje me pergunto o que foi que aconteceu, para onde é que você tinha ido, procurei por você durante semanas. - negou com a cabeça. – Por onde estava?
Lua – Fui para a capital, não dava mais para viver aqui Rico. Depois do escândalo decidi começar uma vida nova longe de tudo isso aqui… – sorriu – Mais e você como está?
Rico – Estou bem, indo. Estou morando na cidade vizinha tenho um pequeno negócio por lá. Meu Deus, você está tão diferente!
Lua – É só o cabelo. – sorriu maravilhada, como havia sentido saudade do seu amigo. – Como passou o Natal?
Rico – Bem, passei com a Malu e o Diego. O engraçado é que falamos de você e ela me disse que estava casada e com um filho.
Lua – Sim, a vi algum tempo atrás antes dessa semana, comemos um pizza, foi super agradável.
Arthur – Querida de quem é o carro aqui na… Bom dia. – Rico se levantou, Lua fez o mesmo.
Lua – Thur, este é o Rico, nos conhecemos desde de pequeno, Rico esse é o meu marido…
Rico – Arthur Aguiar, já ouvi falar de você… – estendeu a mão em comprimento e Arthur retribuiu.
Arthur – Prazer, também acho que já ouvi falar de você em algum lugar…
Lua – Sim, aquela vez há um tempo atrás que nos encontramos com a Malu, éramos um quarteto inseparável. – Arthur se sentou ao lado de Lua pegando Linda nos braços.
Rico – Estava aqui me perguntando por onde essa mulher havia andado, nunca mais a vi depois que partiu com tanta pressa… – Arthur assentiu, observando a conversa animada e coberta de saudades dos amigos, pediu licença caminhando até a piscina onde estava Gabriel.
Lua se despediu de Rico uma hora depois, trocaram telefones e prometeram mandar noticias.
Lua – Ele está tão diferente, o chamavamos de magrelo do mato, papai que o apelidou assim quando ele Malu e Diego vinham almoçar aos domingos quando tinha missa. – negou com a cabeça – Mal pude acreditar quando o vi...
Arthur – Eram amigos? – Lua assentiu colocando os ingredientes das receitas em cima da pia, Arthur estava sentado na cadeira, e Gabriel assistia desenho na sala em quanto Linda dormia no berço movél.
Lua – Éramos na verdade namorados antes de eu ir para a capital… – mirou Arthur que com a sobrancelha erguida estava sério. – Coisa de adolescente Arthur, quando Malu deu seu primeiro beijo com o Diego entramos na onda também. – negou com a cabeça – Rico era tão tolo e inconsequente como os garotos agora adolescentes. Acredita que nos domingos de missa, quando mamãe tomava chá com as fofoqueiras do bairro corríamos até o campo ao lado da casa da Malu e ficavamos os quatro observando as estrelas contando piadas idiotas até que alguém desse falta de nós. E meu pai era sempre o primeiro. - gargalhou baixinho – Antes do escândalo, corríamos o bairro a fora. – mirou Arthur que mexia em algo nos talheres postos para o almoço. – Ok, deixe me adivinhar… - sentou se à frente dele – Algo te incomoda, e seria…
Arthur – Nada me incomoda, amanhã é Ano Novo.
Lua – Ah claro, sou casada com você há anos e estou completamente enganada.
Arthur – Ok… - levantou a mirada - Não gostei desse tal de Rico.
Lua – Arthur, deixe disso vai.
Arthur – Ok, não goste e pronto. Viu o jeito que te olha? Falou que estava maravilhosa umas 17 mil vezes.
Lua – Exagerado… - Se levantou abrindo a lata de leite condensado. - Ok , não vamos discutir no Ano Novo, certo? – Arthur assentiu – Bobo… – se aproximou sentando se no colo do marido. – Mal sabe que essa tola só tem olhos para você. - O beijou no pescoço e nas bochechas. - Agora me ajude a servir o almoço, vou preparar a ceia do Ano Novo. - Arthur se levantou, deixando a bobeira de lado voltou a conversar com Lua naturalmente, Gabriel entrou na conversa ajudando a mãe a preparar a sobremesa, Linda logo acordou para entrar na festa e em pouco tempo a família estava reunida preparando a Ceia da virada do ano.
Gabriel havia inflado bexigas brancas que agora boiavam na piscina, a mesa ao lado da piscina estava toda decorada em velas brancas e pratas, com várias rosas brancas em um vaso no meio da mesa redonda e posta para quadro pessoas, a queima de fogos aconteceria como todos os anos na cidade pequena, Lua apenas ficava preocupada com Linda, a garotinha na certa se assustaria. O cheiro de comida penetrava nas narinas de Arthur e Gabriel, a comida estava com um cara ótima e pelo pouquinho que havia experimentado em quanto Lua a fazia por toda da tarde o gosto também deveria estar ótimo. Ela terminou de colocar os pratos e os talheres na mesa, batendo palmas animada.
Lua – Está lindo aqui fora. – concluiu e a falta total de vento do verão contribuía para o ambiente ser ainda mais agradável. - Não se esqueça das velas amor...
Gabriel – Mamãe, são quase onze da noite.


Arthur, nem um pouco ciumento hahaha.
Eu iria postar mais capítulos, na maratona, porém quase ninguém participou e comentou, então acaba aqui. E eu só irei voltar a postar, quando tiver comentários nesse capítulo e nos outros. Beijos

17 comentários:

  1. Posta mais por favor

    ResponderExcluir
  2. QUE LINDOS, JÁ VI QUE ESSE RICO VAI DAR PROBLEMA

    ResponderExcluir
  3. Já não gostei nesse Rico será que vai tentar fazer eles brigar. Thur lindo com ciúmes

    ResponderExcluir
  4. Gostei da atitude do Biel com esse tal de Rico😂✔️...
    Mais Mais Mais❤️Please❤️

    ResponderExcluir
  5. Aaaaaa meu deus que maldade.. posto outro logo essa web e viciante.

    ResponderExcluir
  6. Mt boa a maratona! Já quero mais! Posta mais está mt boa essa web

    ResponderExcluir
  7. Esse tal de rico aí aí, tô vendo que vai dar merda

    ResponderExcluir
  8. O Gabriel ficou muito apagadinho depois que a Linda nasceu..acho que sei lá,podia acontecer algo com ele,ciúmes,sei lá..rs Mas está ótima a web.

    ResponderExcluir
  9. O Gabriel ficou muito apagadinho depois que a Linda nasceu..acho que sei lá,podia acontecer algo com ele,ciúmes,sei lá..rs Mas está ótima a web.

    ResponderExcluir