Uma Linda Mulher - 2ª TEMP. | CAP. 93

|


Uma Linda Mulher - 2ª Temporada



Capítulo: 93

Gabriel – Ok, o papai vai viajar...
Lua – Eu sei meu amor… – se levantou caminhando para dentro da casa, acariciou os cabelos de Gabriel, entrando na cozinha subindo as escadas. Trocou Linda mais uma vez, lhe colocando uma roupa quente e confortável, se maquiou levemente colocando seu sobretudo de lã por cima da bata de manga cumprida e a calça jeans que usava, passou uma escova nos cabelos e colocou seu tênis baixinho. Acomodou Linda no banco de trás em sua cadeirinha, deu a bolsa que levava a qualquer lugar que fosse, com tudo o que Linda ou Gabriel pudesse precisar, viu Arthur falando no celular, e o nome Pérola a fez fechar os olhos com rapidez e intensidade. "Respire Lua", ela repetia a si mesma e o carro se colocou em movimento.
-
Eram quase 3 da tarde quando Lua abriu a porta, Gabriel deixou as coisas em cima do sofá correndo para o banho,  Lua subiu as escadas colocando Linda em seu berço, fechou os olhos respirando fundo, Arthur já havia partido, logo depois do almoço havia de despedido dos filhos com ternura, a olhando nos olhos e partido. Sentia seu coração acelerado e a sensação de que algo não era real, fechou os olhos sentando se em sua cama, correu as mãos pelo lençol, pegando o travesseiro de Arthur o colocando de encontro ao rosto, sentindo aquele cheiro maravilhoso, sentindo seu coração e seu peito se contorcerem de saudades. Havia uma coisa que precisava fazer, ergueu os olhos saindo de seu quarto. Pegou o telefone ouvindo o barulho do chuveiro no quarto de Gabriel.
Lua – Boa tarde, é Lua Aguiar, gostaria de saber o número de telefone de uma funcionária nossa.
 – Sim Senhora Aguiar, qual é o nome?
Lua – Pérola Rodrigues. Era hora de se libertar!
Lua se olhou no espelho uma última vez, ouvindo o som das gargalhadas de Gabriel com Nelita na cozinha, estavam fazendo um delicioso e famoso bolo de cenoura, jogou um beijo para a filha que a todo custo tentava se manter de pé no berço móvel e fundo no quarto de Lua, tirou a franja dos olhos retocando a maquiagem perfeita, jogou os cabelos para trás arrumando a blusa de gola alta preta de lã toda trabalhada. Perfumou-se, se levantando, a calça social contrastava com o Scarpin alto de bico fino preto, na mesma cor da calça, penteou os cabelos lisos, e mais uma vez se olhou no espelho, respirou fundo pegando sua bolsa.
Nelita – Posso saber aonde vai? – Lua sorriu para Nelita. Está realmente linda…. – Linda virou a cabecinha e Nelita e Lua sorriram ainda mais. – Não é com você que estou falando meu amor…– Lua se sentou na cama separando suas jóias, colocou tudo muito simples e discreto. Voltou a se levantar, caminhando até a filha.
Lua – Vou na casa de uma pessoa, uma nova amiga, é rápido, em menos de 2 horas eu estou de volta. – Nelita assentiu. – Gabriel está se divertindo?
Nelita – Oh, você conhece seu anjo Lua, está me saindo um ótimo ajudante… –  Lua assentiu sorrindo, caminhou até a filha lhe dando um carinhoso beijo na bochecha.
Lua – Até mais minha preciosa, obedeça a Nelita ok? – Linda sorriu tentando pegar nos cabelos de Lua. – Nada disso, mamãe vai sair, volto logo, meu amor, prometo. – Lua lhe beijou novamente, deu um abraço em Nelita que logo depois pegou Linda nos braços, a pequenina que já não achando graça, fez um bico prestes a chorar.
Nelita – Imagina se isso não iria acontecer… – negou com a cabeça sorrindo. – Tem certeza que está tudo bem? Sei que já me disse que Arthur apenas foi viajar, mais te sinto distante…
Lua – Acredite Nelita, está tudo bem, precisamos desse tempo, e eu preciso resolver algumas coisas… – Nelita assentiu. – Fique tranquila… – Desceram a escada em silêncio, Lua entrou na cozinha dando um abraço e um beijo no filho, disse que não se demoraria, Gabriel alegre e distraído com o bolo assentiu, chamando Nelita e Linda para o ajudar a limpar a bagunça com farinha, Lua negou com a cabeça sorrindo, acenou para Nelita e os filhos soltando um beijo no ar para Linda, que ainda zangada lhe virou o rosto causando gargalhada no irmão e em Nelita.
Lua desativou o alarme da Mercedes preta, entrou jogando a bolsa no banco do passageiro, ligou o motor e arrancou.
Estacionou na frente de um belo condomínio no endereço em que sua funcionária havia lhe dado, aliás, não satisfeita com o telefone, Lua havia ido mais a fundo e lhe pedido o endereço, e lá estava ela, com as mãos no volante em frente ao condomínio de duas torres, bem iluminado. Fechou os olhos por vários segundos observando seu dedo, estava sem aliança e se sentia tão nua, como havia se sentido quando Arthur havia partido. Desligou o carro, saindo do mesmo pegando sua bolsa ativou o alarme e os vidros automaticamente se fecharam, sobre os saltos caminhou até a portaria.
Porteiro – Boa noite?
Lua – Olá Boa noite, eu gostaria de ir ao apartamento da Senhorita Pérola...
Porteiro – Só um minuto que vou interfonar…. – Lua assentiu, o porteiro repetiu umas, duas vezes o nome de Lua antes que o portão se abrisse permitindo sua entrada, ela sorriu em agradecimento. – É o décimo segundo andar, apartamento 122, o edifício branco.
Lua – Ok senhor, muito obrigada… – Lua seguiu as instruções de acordo, pegou o elevador chegando no andar desejado, caminhou tranquilamente até a porta que logo se abriu antes mesmo que ela tocasse, Pérola apareceu, com o semblante sério e um tanto assustado, vestia um moletom, os cabelos estavam presos em um rabo de cavalo baixo e seu rosto quase não tinha maquiagem. – Boa noite Pérola
Pérola – Boa noite Lua, aconteceu alguma coisa? – franziu a testa. – Como sou mal educada, entre sinta se em casa... Lua assentiu, entrou na casa, um apartamento aconchegante, Arthur havia passado muitas horas nele? Sacudiu a cabeça se sentando no sofá que Pérola havia lhe indicado. – Não repare a bagunça… – Lua sorriu, não havia bagunça. – Meu marido está viajando, fico vendo filmes até altas horas da madrugada, mesmo sabendo que acordo cedo amanhã, mania de adolescente… – soltou um sorriso, sentando se na poltrona à frente de Lua, a mesma a encarou completamente, perdendo o sorriso Pérola engoliu a saliva, Lua sabia, Lua sabia que ela imaginava o que se passava. – Houve algo com o projeto? – gaguejou no começo da frase e Lua começou a contar os sinais de culpa que ela dava. – Está tudo em ordem, ontem resolvi os mínimos detalhes eu pensei que…
Lua – Escute Pérola... – Pérola se calou, baixou o olhar mordendo os lábios, apreensiva. – Eu não vim aqui falar sobre o projeto… – Pérola levantou o olhar mirando a mão de Lua, estava sem aliança, seus olhos se arregalaram mirando a linda mulher a sua frente. – Arthur me contou sobre vocês… – Pérola perdeu a respiração por alguns segundos, sua face se corou violentamente.
Pérola – Eu sou casada Lua…
Lua – Você está apaixonada pelo meu marido… – Pérola se levantou e Lua se levantou logo atrás. – Na realidade, devo agradecer ele fez questão de me dizer que você era sua melhor amiga, ou quer dizer, que na realidade estavam ambos com problemas no casamento e decidiram se consolar…
Pérola – Não aconteceu nada demais…
Lua – Então você acaba de me afirmar que algo aconteceu? – Pérola arregalou os olhos levando as mãos sobre o estomago, Lua permanecia calma, com a voz séria e dura.
Pérola – Escute… – voltou a se sentar. – Eu sinto muito…
Lua – É bom que realmente sinta, Pérola… – permaneceu de pé.
Pérola – Eu-uu, estava passando por uma fase difícil no meu casamento, meu marido não era mais o mesmo eu já não era mais a mesma, Arthur estava tão para baixo, e esse projeto aconteceu naturalmente… – levantou os olhos para Lua. Eu juro que não foi propositalmente, quando eu vi, estava trabalhando o dia inteiro com Arthur Aguiar… – negou com a cabeça baixando os olhos. – Tão quieto e calado, ás vezes seus olhos se enchiam de água, e ele mirava o mesmo ponto durante minutos… – Lua fechou os olhos, gritando em seu interior que ela não tinha o direito de o conhecer, Pérola suspirou, e seus olhos se encheram de lágrimas, sua voz passou a ficar mais abafada. – Um dia fiz uma tolice e ele gritou… – franziu a testa. – Eu estava tão magoada que comecei a chorar e ele se sentiu culpado e eu disse o que estava acontecendo, e quando dei por mim ele estava dizendo o mesmo, que seu casamento estava indo por água a baixo. Os dias foram se passando e eeu-u…Apaixonei-me… – Mirou os olhos de Lua fixos nos seus. – Eu sei que não tinha esse direito mais eu me apaixonei… – negou com a cabeça botando a mão por cima dos olhos. – E eu sinto muito Lua, pelo seu casamento ter acabado, mais não há nada que eu possa fazer, eu o quero. Meu marido não está viajando… – negou com a cabeça. – Eu me separei dele fazem 2 semanas… – se levantou ficando na altura de Lua.
Lua – Agora deixe me dizer te algo Pérola… – seu semblante era tão sério que Pérola recuou um passo. – Arthur é meu marido a mais de 7 anos, tirando os 3 que nos conhecemos. As coisas nunca foram fáceis como se parece, os sorrisos nem sempre foram verdadeiros como pareceram, mais a realidade é que ele é meu marido. E eu não me separei dele. E nem vou me separar, eu poderia vir até a sua casa e fazer o maior escândalo, ou te dar algumas na cara para aprender a respeitar mulheres casadas, ainda mais quando isso pode custar seu emprego. Mais não vou fazer isso… – negou com a cabeça. – Meu marido se aproximou dos seus braços porque de certa forma eu o joguei aí, e a culpa também é minha. Então preste atenção, porque o que aconteceu jamais vai acontecer novamente, Pérola. Arthur, seja quem ele for, é meu marido, meu amigo, meu amante e pai dos meus filhos… – Pérola voltou a corar. – Eu sou a mulher dele, sua amiga, sua amante e mãe de seus filhos. E nada em quanto eu estiver viva vai mudar tal fato, eu fui clara?
Pérola – É uma ameaça? – Lua sorriu de forma fria.
Lua – Eu não preciso e nunca precisei ameaçar as mulheres que se apaixonaram pelo meu marido Pérola, e acredite você não é a única, eu apenas estou lhe dizendo que eu estou de volta. E que sou completamente insana de amor pelo meu marido. E que jamais outra mulher ocupará o meu lugar…
Pérola – Eu nunca desejei ocupar o seu lugar…



Hello Hello :)

Desculpa meninas, não deu pra postar ontem, fiquei meio agarrada aqui em casa. Enfim...
Lua arrasando pra cima da Pérola, apenas com palavras. Não é a melhor coisa? hahaha
Ainda tem mais, sobre a briga das duas.


Com mais 10 comentários, posto o próximo capítulo.

15 comentários:

  1. Uaaal Lua Mostrando q Voltou,e q Arthur tem Dona.hahahaha Já Quero outro *--*

    ResponderExcluir
  2. Nossa será q vai sair tapa? Arthur vai demorar pra voltar?

    ResponderExcluir
  3. Tomara que quando o arthur volta só queria a lua e pessa desculpas pra ela por pensar em ficar com outra

    ResponderExcluir
  4. Adorei o modo como a Lua tratou da situação, sem descer o nível... Quero eles juntos de novo loooogo!

    ResponderExcluir
  5. Ameiii
    Já quero mas , isso ai Lua mostrando realmente que o Arthur é seu ����

    ResponderExcluir
  6. Adoreeeeei, lua arrasou! Posta mais
    Julia

    ResponderExcluir
  7. Lua fazendo a egípcia lindaaa, volta logoo Arthur... Posta maiss

    ResponderExcluir
  8. Samba de salto 15 na cara dela Luinha , mostra seu poder imperadora 🎉
    Posta mais Brendinhaaaaaa

    ResponderExcluir
  9. Lua arrasou deu dado de realidade nessa Pérola ela ta pensando que e quem pra roubar o arthur da Lua

    ResponderExcluir