Adivinha quem sou esta Noite (Adaptada)- Capítulo 10 - 2º temporada

|



10.
Vem o tão esperado dia do casamento. Por Deus... Deus, que nervoso!
Arthur, empurrado pela minha mãe e avó Nira, vai para casa do seu irmão Omar para se vestir.
Excelente...
Eu vi no rosto dele que não queria sair, mas ele obedeceu e não deu um pio. De acordo com minha mãe e minha avó, não é bom que nos encontremos antes da cerimônia. Eu sei que resiste em deixar-me. Algo me diz que ele não confia em mim plenamente.
Será que tem medo que eu fuja? Eu sorrio e, para que se vá mais tranquilo, digo:
 — Eu não perderia o nosso casamento por nada nesse mundo.
Quando ele vai, eu sinto um grande vazio. Por que minha mãe e minha avó são tão apegadas às tradições? Só permiti que minha mãe e Coral ficassem para ajudar a vestir-me. Quero que ambas desfrutem deste momento top. E assim é. Eu vejo isso em seus rostos, e como elas sorriem. Se emocionam mil vezes e, quando o cabeleireiro coloca o meu véu, minha mãe chora.
— Ai, meu bebeeeeeeê. Oh, minha Luaaaaaaaaaaaaaa.
— Mãe, por favor. – Eu sorrio — Vai borrar o rímel se eu chorar.
— Ai, minha filha, você está tão bonita! Você está usando o azul, o novo, o velho e o emprestado?
Eu sorrio. O novo é o vestido. O velho é a chave que a mãe de Arthur deu a ele e ele me entregou; tenho costurada a liga azul. E emprestado o conjunto de brincos e colar que minha mãe usou em seu casamento.
— Sim, mãe, fique tranquila. Você já me perguntou umas sete vezes.
— Incrível, Lua. Parece estar bem. – Fala Coral. Isso me faz rir. É a mesma coisa que eu pensei quando me vi vestida de noiva pela primeira vez. Não sei se é o cabelo loiro e olhos azuis, mas, vamos lá, assim vestida sou a virgindade personificada.
— Está linda, carinho, linda!
— Superdivinaaaaaa. – Zomba Coral.
Minha mãe me olha com os olhos cheios de lágrimas, Coral a puxa pelas mãos para o banheiro, sussurrando que ela não vai arruinar sua maquiagem:
— Não foi sempre, mas pensei que este dia seria o contrário. Eu vestida de noiva e você ajudando a me vestir, mas...
— Sua hora vai chegar – A corto — Não seja boba. Ela sorri e, suspirando, murmura:
— Eu me tornei muito seletiva. Agora, ou me fazem chegar às seis fases do orgasmo por todo o tempo ou rapidamente os descarto.
— E se eu lhe disser que existem sete fases?
Coral olha para mim e, chegando perto, sussurra:
— Diga-me agora mesmo qual é essa fase, Florderela, ou não sai viva daqui. Olhamo-nos, e entre risadas, sussurro:
— A sétima fase é a da estrela. – E ao ver como me olha, eu esclareço: — Após o assassinato, o que é a sexta, Arthur me ensinou a ver as estrelas.
— Foda-se com meu amigo Arthur... – Com sarcasmo e sem perder seu humor, acrescenta: — No final, deve ser verdade que os maduros têm seus segredos.
— Eu lhe garanto.
— Tudo bem... Se você viu esta fase, eu também quero ver. Então, eu te informarei dos meus progressos orgásticos.
Estamos rindo quando a minha mãe volta com as outras.
— Espere até você ver o seu pai, seus avós e irmãos, ela diz. Oh, como você é linda, carinhooooooooooooo.
Contente, eu me olho no espelho. Isso se reflete lá e eu ainda não estou acreditando. Eu pareço uma estrela de Hollywood com este penteado e este vestido, e eu espero que Arthur fique tão impressionado como a minha mãe.
Quando eu saio da sala, a primeira coisa que eu vejo é o meu irmão Garret esperando lá embaixo, no lobby. Olhamo-nos e sorrio ao ver que ele vai de cavalheiro Jedi. Está muito bonito. Eu não esperava menos dele, mas eu não quero nem imaginar o desgosto de minha avó Nira.
Devagar, desço as escadas e Garret vem ao meu encontro. Ele pega a minha mão e depois de beijar-me, diz:
— Hoje vai ser um dia inesquecível para mim. Você sempre foi linda, minha princesa, mas hoje sua perfeição supera a si mesmo.
— Amor... Estou superencantadaaaaaaaaaaa. – Coral exclama.
Eu rio. Meu irmão é a bomba e minha amiga, o leite... E como se ele fosse realeza, eu faço um aceno de cabeça e respondo:
— Cavaleiro Jedi Garret Skywalker, honra-me seus elogios, mas eu tenho que lhe dizer que você está incrivelmente bonito.
— Me superencanta tambémmmmmmmmm. – Zomba Coral. Minha mãe nos olha e fala:
— Vamos, deixem de bobeira e vamos às fotos.
Rindo, agarro a mão de Garret e entramos juntos na sala de estar, onde está o resto de minha família, que ao ver-me, ficam sem palavras.
— Bem, estou tão feia assim? – Brinco.
Minha avó Nira começa a chorar enquanto minha avó Ankie corre para me beijar. Meu pai fica paralisado olhando para mim, enquanto Argen sorri e Rayco diz:
 — Você vai deixar todos de boca aberta, irmãzinha. Espero que na festa haja beleza como você. Logo depois, todos felizes, nós fazemos as fotos quando um homem branco impressionante vem nos buscar, minha avó Ankie, beija-me, e diz:
— Você é a noiva mais bonita do mundo, querida.
Eu sorrio e a beijo também. Todos nós entramos no carro. Meus irmãos e Coral estão agitados. Não quero nem imaginá-los quando eles virem alguns dos convidados.
Quando chegamos à 540 South CommonwealthAvenue me surpreendo ao ver a igreja tão bonita. Eu só tinha estado aqui uma vez e foi no final da tarde. Eu nunca tinha visto à luz do dia.
A minha família desce do carro e começam a subir a escada. Espero junto com o meu pai, a Tata e a pequena Preciosa. A menina corre para me abraçar. Está lindíssima com seu vestido de tule, escolhido por Tifany, e eu, encantada, a cubro com os meus beijos.
Quando a solto, Tata me abraça. Sussurra em meu ouvido que esperava que eu fosse ser muito feliz e quando se afasta, ela fala com a pequena:
— Seja agradável, Preciosa. E lembre-se, você tem que ir antes de Lua, jogando pétalas no chão, ok?
A pequena assente e acena um adeus com as mãos quando Tata entra na igreja.
— Hoje é um dos dias mais felizes da minha vida –Diz meu pai, sorrindo para mim. —Hoje eu a estou dando em casamento, e eu espero que você seja tão feliz como eu sou com a sua mãe.
Emociono-me e respiro fundo. Meu pai é um homem de poucas palavras, mas o que ele diz sempre toca o coração. O beijo em sua bochecha e ao abraça-lo percebo sua emoção. De repente, minha avó Ankie e Coral descem a escada e minha avó diz:
— Eu já disse antes que você é a noiva mais bonita do mundo, espere para ver o noivo. Impressionante, minha menina! Aquele garoto é incrível!
— Mamãe!!! — Repreende meu pai com carinho. Do lado de minha avó, Coral intervém sorrindo:

— Sério, Lua... Que bonito, que bonito! Estou prestes a fazê-la tropeçar, para tirar seu vestido e entrar eu mesma de braço com seu pai. Se te ocorrer dizer não quando o sacerdote perguntar, eu juro caso eu com ele e vejo as estrelas. Que cara mais charmoso. 

4 comentários:

  1. Ahhhhhhh que lindo... Finalmente o casamento muito ansiosa pelo próximo!!!

    ResponderExcluir
  2. Ou o Grande dia chegou *______* lindooooooooo

    ResponderExcluir
  3. ate que fim o casamento kkk ansiosa

    ResponderExcluir