O Clube - Cap. 63

|

O Clube – Cap. 63
E o sorriso dela? Era algo absolutamente dominador. Ninguém tinha a menor chance diante dele. –A Menina Que Roubava Livros –Markus Zusak

Responde Luh... Tô odiando esse silêncio!
Às vezes ele é a resposta!
Sou um pai lindo e um namorado gostoso!

POV NARRADOR

-Luh? –Arthur chamou a garota, o quarto estava num total silêncio, a ultima vez que ele ouviu um silêncio assim (N/A: Entenderam? Ouviu silêncio? Minhas colocações, eu sou meio confusa, eu sei), foi assustador, ele nem gostava de lembrar. As luzes estavam apagadas e a garota estava deitada, parecia estar dormindo. –Você está Dormindo? Eu não queria dizer aquilo, não do jeito que você entendeu. –Ele disse após perceber que ela não estava dormindo. –Me desculpa, por favor! Responde Luh... Tô odiando esse silêncio!
-Às vezes ele é a resposta! –Lua disse baixo, ele percebeu que ela havia chorado.
-Você estava chorando
-Não... –Ela disse baixo.
-Eu não queria te fazer chorar!
-Eu só não quero mais me meter no jeito que você educa a Manu.
-Você não atrapalha com o seu jeito, é que eu não posso fazer tudo que ela quer...
-Tudo bem...
-Me desculpa?
-Não tem o que desculpar!
-Então, me da um beijo? –Arthur perguntou com um meio sorriso.
-Dou sim... –Ela também sorriu, Arthur se aproximou mais da garota, passando as mãos por baixo da costa dela, já que a mesma permaneceu deitada. Arthur foi deitando lentamente sobre Lua, eles não tinham pressa, tinham todo o tempo do mundo (N/A: Luares vão entender a frase). Ele a beijou delicadamente, num ritmo lento, aproveitando cada segundo, cada sensação que o beijo dava aos dois, tais sensações indescritíveis. –Arthur? –Lua o chamou baixo empurrando-o de leve.
-Oi... –Ele também respondeu baixo.
-Vamos dormi? –Ela perguntou meio que em duvida.
-Dormi? –Ele também perguntou do mesmo jeito que ela. –Dormir não estava nos meus planos... Não agora! –Ele disse brincando e voltou a beijar Lua.
-É sério Arthur! –Ela empurrou o garoto outra vez.
-Tá bom... –Ele disse por fim. –Posso te fazer uma pergunta?
-Já fez! –Ela brincou.
-Ah’ Luh!
-Tááá, faz logo vai... –Ela fez cara de tédio e ele riu.
-Bem, er... Você está com medo de mim?
-Não... –Ela disse meio que em duvida.
-Isso foi uma duvida, por quê?
-Não é medo...
-É o que então?
-E que... Que... –Ela tinha meio que vergonha de falar sobre o assunto, ainda mais com ele.
-Que? –Ele insistiu.
-Ah’ Amor, eu ainda sou... Bem... Ah’ Você sabe... Virgem! –Ela corou imediatamente.
-Virgem? –Ele perguntou outra vez, não que fosse difícil de acreditar nela. Eles ainda tinham 20 anos.
-Não acredita?
-Acredito, não é isso amor, só fiquei surpreso, você me disse que teve um namorado, sei lá...
-Er... E tive só que não aconteceu nada de mais...
-Ainda bem! –Ele sussurrou contra os lábios da garota antes de beijá-la.
-Arthur...
-Tá... Parei! –Ele disse sorrindo. –Eu não vou fazer nada que você não queira, não vou te pressionar tudo bem?
-Tá, então dorme! –Ela disse.
-Tô sem sono!
-Então fica acordado! –Lua falou e se virou na cama.
-Ei mocinha, você é muito carinhosa sabia? –Ele perguntou irônico.
-E você gosta! –Ela sorriu ao aperta o nariz dele.
-Eu amo você!
-Amo você!

DUAS SEMANAS DEPOIS

-Eu estou cansado Luh, aquele trabalho ontem me matou... –Arthur disse encostando a cabeça no ombro da namorada.
-Oooh... Tadinho de você! –Ela sorriu. –Esqueceu que eu também fiz o mesmo trabalho?
-Não amor... (N/A: Eles tinham que fazer um trabalho pra faculdade, eles entregariam o mesmo no outro dia).
-Então não reclame, você acha que eu amei fazer esse trabalho? Tá, eu quero ser uma boa medica, e pra isso a gente tem que estudar e muito!
-Eu sei linda! Dorme em casa hoje? Tô com saudades de você!
-Aaah tô até com peninha de você! –Ela brincou.
-É zoa mais... Não existem mais namoradas como antes!
-Hahaha’há já te falaram hoje que você tá muito engaçado?
-Não, você teve esse privilégio!
-Eu mereço o que então?
-Um beijo...
-Eu não quero um beijo! –Lua falou.
-Dou até mil se você quiser! –Arthur sorriu e os dois selaram os lábios.

NAQUELA MESMA NOITE, 19HRS E 30MIN.

-Luuuuh... –Manu falou contente ao vê Lua entrar na sala.
-Oi linda! –Ela disse se abaixando para ficar do mesmo tamanho que a garotinha.
-Tava com saudades de você! –Manu a abraçou.
-Eu também linda! –Lua retribuiu o abraço.
-E eu, não ganho abraço não? Assim eu fico triste! –Arthur fez uma cara super fofa e as duas riram.
-Seu pai é muuuuito ciumento! –Lua disse ainda rindo.
-Eu amo você papai! –A garotinha correu para os braços de Arthur.
-Eu também te amo de montão. –Ele disse dando vários beijinhos na filha. –Eu não sou ciumento ok dona Lua? Sou um pai lindo e um namorado gostoso! –Ele disse convencido. O que fez Lua soltar uma gargalhada, como ele sentia faltar de ver aquele sorriso e ouvi aquela gargalhada, aquela que só ela tinha, não era forçada, vinha naturalmente. –Eu amo essa sua risada! –Ele disse rindo.
-Para de ser bobo Arthur, é só um riso... –Ela não parava de ri, já estava vermelha e seus olhos lagrimavam.
-Não é só um riso Luh, é engraçado, a gente sente vontade de ri também! –Ele continuou rindo.
-Papai, ela tá passando mal! –Manu falou ao vê o estado de Lua, o que só fez eles rirem mais.
-Ela não tá passando mal amor...
-Para de ri Arthur, por favor! –Lua pedia.
-Mas é você que tá me fazendo ri... Essa sua risada é engraçada haha’ha.
-Tá, eu... Eu... Não sou palhaça... –Ela continuava a ri. –Eu, eu, depois eu volto! –Ela saiu correndo pro quarto.

*

-Voltei! –Lua disse mais calma, sua cor tinha voltado ao normal, ela já tinha tomado banho e vestia um short (curto vale ressaltar) e uma camiseta branca. Arthur a fitou de cima a baixo.
-Já estava preocupado! –Ele virou o olhar para a TV, Manuela estava deitada no colo do pai.
-Nunca ri tanto! –Ela disse sentando no sofá ao lado.
-Tudo isso porque eu disse que era lindo e gostoso, me senti um palhaço Luh! –Ele fez uma voz triste.
-Não ri por isso amor, sei lá... Foi seu modo de falar! –Ela riu outra vez.
-Tá seei... Filha? Vou tomar um banho, depois quando eu voltar à gente janta tá? –Ele disse se levantando.
-Tá! –A menina falou entretida olhando para a TV. Arthur caminhou até o sofá onde Lua agora estava deitada.
-Quer dizer que então, que eu não sou um namorado lindo e gostoso? –Ele disse deitando sobre a namorada, provocando-a com beijos e mordidas.
-Eu não disse nada disso. –A voz dela saiu abafada por conta da aproximação de Arthur.
-Então, você admite que eu sou tudo isso?
-Você é um convencido, isso sim! –Ela soltou um riso abafado.
-Você é demais! –Ele disse dando um selinho rápido nela e saiu rindo.
-Eu sei!

*

-Voltei!
-Pensei que tinha dormido no banheiro... –Lua disse.
-Há Há Há... Que engaçada você! –Ele disse irônico.
-Eu até comentei com a Manu, você demora muito pra tomar banho!
-Eu estava tomando banho e não só me jogando água! –Arthur se explicou.
-Eu também tomo banho e nem por isso demoro uma eternidade no banheiro. –Lua falou dando ênfase no ‘Tomo banho’.


Continua...


Se leu, comente! Não custa nada.
O que estão achando da web?
Vou deixar o mesmo aviso do outro post. Tá tendo bastante vizualizações. Mas comentários que é bom, nada. A web não está boa? É isso? A gente precisa saber a opinião de vocês.
Beijos...

10 comentários:

  1. A web não esta boa ....esta ÓTIMA
    By:carol

    ResponderExcluir
  2. Agora eu tou adorando kkkk ansiosa por mais

    ResponderExcluir
  3. A web está ótima! Eles são muito fofos! Mais?

    ResponderExcluir
  4. Lua 20 anos ta bom né bora aproveitar ja guardou de mais o babado o Arthur quer coisar kkkk

    ResponderExcluir
  5. Leitora nova e estou amando a web ta de mais ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooow, seja bem vinda então, Rosa. Que bom, Obg!

      Excluir
  6. estou amando a web,há cada dia fica melhor !

    ResponderExcluir