Adivinha quem sou esta Noite (Adaptada)- Capítulo 5 - 2º temporada

|




Finalmente, com relutância, ela e suas amigas desistem. Elas devem pensar que eu sou maluca, mas nem ligo. Nesse dia, eu quero dançar e desfrutar meu vestido exclusivo. Que um dia eu vou olhar como minha mãe faz quando tira do armário, e eu vou sorrir para lembrar belos momentos que passei com ele.
Quando chego em casa à noite estou morta.
Tifany e suas amigas vão acabar tendo razão quando dizem que o shopping é desgastante. Eu nunca tinha provado tantos vestidos, e menos ainda os de noiva.
Em 16 de Dezembro eu estou esperando com entusiasmo a minha família no aeroporto. Ao vê-los, pulei e gritei, enquanto eu corro para cumprimentá-los. Eles fazem o mesmo, alguns minutos depois nos beijamos e abraçamos como loucos.
Arthur os recebe tão feliz quanto eu, e fomos em um par de carros para a minha casa. Ao longo do caminho, a minha mãe me diz que Arturo e Luís me enviaram milhões de beijos. Que pena não tê-los aqui para me chamarem de Tulipa. Eu sabia que eles não puderam vir por causa do trabalho.
 Eu sei, porque eu falei com eles pelo telefone e estou muito triste. Eu teria adorado tê-los aqui, mas tal como é a situação do emprego na Espanha, melhor não pedir nada, para que não percam o trabalho.
Mamãe também me disse que enviou todas as minhas coisas por barco e escondeu nos meus pertences vários pacotes de presunto e salame, que eu gosto.
Aplaudo feliz!
Meu irmão Argen e Patrícia decidem ir para um hotel próximo. Eles querem privacidade, e Arthur e eu entendemos. Mas os meus pais, meus dois irmãos e minhas avós ficarão em nossa casa. E Coral, minha louca Coral, decidiu acampar na sala de estar. Não quer dormir com as minhas avós.
Arthur olha intrigado, como sempre, e eu rio. Sua família não é tão barulhenta quanto a minha, mas a casa está repleta de vida e alegria, e eu adoro isso.
Como era de se esperar, minha Gorderela especial exige minha despedida de solteira. Não falta mais nada! E Tifany, que conhece Los Angeles melhor do que eu, organiza um jantar de meninas. E no lugar mais elegante de toda cidade. O rosto de Coral quando ela conheceu Tifany e suas amigas será hilário. Eu fiz xixi de rir!
Para a despedida vem Ashley, Cloe e Tifany, junto com minhas avós, minha mãe, e Coral. O restaurante onde fomos jantar é muito, mas muito bonito e a comida é saborosa. O problema é que as quantidades são mínimas, tão escassas, tão light que tudo o que comemos é pouco.
— Vamos ver. – Coral sussurra, olhando para Tifany e suas amigas. —De onde saíram essas tops-mulheres? Eu não poderia ajudá-la, rio.
— Cale a boca e não provoque.– Eu avisei.
— O que não provoque? Mas você já viu o tipo? Está no National Geographic, não tem preço!
Eu ri novamente e, tentando manter um equilíbrio entre as tops-mulheres e minha amiga Gorderela, eu digo, também em voz baixa:
— Coral, elas são como são e você é quem você é. Basta aceitar cada pessoa e...
— Mas o tempo todo dizem porcarias como "É chiqueeeee!‖ ―Adorooooooooooo!" ou "Amorrrrrrrrrrrrrrr!‖. E nem me fale quando se despedem de seus amiguinhos com" Adeusinho‖,―Beijinhos e docinhos". Volto a rir e ela continua:
— Como pode dividir um camarão em pedaços pequenos e adorarem? Foda-me... Para mim tragam uma dúzia e então eu vou saborear. Mas com apenas um...! Coral está certa. Trouxeram-nos uma salada chique e fashion com um camarão em cima. Um! E antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ela acrescenta:
— Se você se tornar como elas, eu juro, Lua Maria Blanco, que te arranco as orelhas.
Eu cubro minha boca para não rir em voz alta.
 Sem dúvida alguma, eu nunca vou ser como Tifany e suas amigas.
Primeiro, porque eu mesmo não vou me deixar, e segundo, porque eu quero manter as minhas orelhas.
 Quando saímos do restaurante, Coral propõe a ir a um strip masculino local. Quer ver carne fresca, mas as meninas se recusam e, eventualmente, vamos tomar um drink em um lugar chamado Fashionand Look.
Quando chegamos, era o que eu imaginava: um local fascinante e repleto de gente bonita, onde olham para minhas avós como bicho estranho. Nós ficamos lá por uma hora, até que minha mãe e avó Nira dizem que querem ir. Elas estão cansadas, tanta música, as pessoas e o barulho as oprimem. Mas a avó Ankie não queria ir dormir ainda e Coral também. Simples são elas! Quando a minha mãe e a avó Mira saíram em um táxi, minha amiga olha para mim e pergunta:
— E se a gente for para uma hambúrgueria? Estou morrendo de fome e preciso de um enorme e gorduroso cheeseburger duplo. Minha risada diz tudo e a cara de horror da Tifany e de suas amigas também. Finalmente, como que com Coral ninguém pode, todos são hambúrguer! Quando nós terminamos nossos hambúrgueres gordurosos e duplos com batatas fritas e anéis de cebola, Coral insiste e vamos para um clube de meninos, mas vendo a falta de aceitação que tem sua ideia por parte das tops-mulheres, como batizou Gorderela, minha avó Ankie propõe para irmos são Cool and Hot de seu amigo Ambrosius.
De repente, eu me lembro das vezes que eu ouvi falar dele. Foi um namoradinho que tinha antes de casar com meu avô. Surpresa, eu pergunto:
— Mas você ainda está em contato com ele? Ankie balança a cabeça e diz:
— Ainda mais agora que há o Facebook e as redes sociais. Minha avó é demais! Desde que cheguei a Los Angeles, eu nunca fui ao Cool and Hot, mas só ver os rostos das três tops-mulheres,eu sei que o lugar é tudo menos glamoroso, o que é confirmado quando Ashley diz:
— Fofinha... Esse lugar é feio e brega. Minha avó, que estagnou, respondeu sorrindo:
— Nem sempre o chique e bem decorado, é o melhor querida. – E sem deixar, ela exclama — Venha, Ambrosius nos espera!
— Nos espera? – Pergunto alucinada. Minha avó balança a cabeça, piscando, sussurrando:
— Acabei de falar com ele ao telefone e está ansioso para me ver. Coral sorri. Eu não, porque eu estou em cima do muro. Nós entramos todas no carro de Tifany e no caminho, a avó Ankie explica que o lugar é um karaokê onde quem quiser pode cantar.
Ambrosius é um cantor de música country, velho nascido em Dallas. Eu sorrio ao pensar que minha avó também determina suas amizades, pelas raízes musicais.
O local está localizado nos arredores de Los Angeles e, à chegada, vemos que a porta está cheia de motos grandes. Tifany se aproxima e sussurra:
— Eu não ouvi coisas boas sobre esse lugar.
 — Por quê?
Antes que ela possa me responder, barrei as rajadas de porta aberta e um grande loiro como um armário e mais músculos que Schwarzenegger joga um bêbado e grita:
— Se você voltar aqui, você vai se arrepender, idiota! Todas ficaram paradas ao ouvi-lo, ao ver-nos, o loiro nos perguntou com cara irritada:
— Vão entrar, senhoras? Tifany e suas amigas estão tremendo como chihuahuas assustadas, mas a minha avó, plantando-se diante do tipo diz: — Procuro por Ambrosius Ford.
— Quem procura por ele? – Ele pergunta rispidamente. Implacável, a minha avó corajosa olha para baixo e diz:
— Diga que sou Ankie, a holandesa. Ele vai saber.

De repente, o brutamontes muda sua expressão, e com voz aveludada, murmura: 

5 comentários:

  1. KKKKK essa Coral arrasa kkkk amando

    ResponderExcluir
  2. É muita paty gente kkkk amando coral é otema kkkkk maisss

    ResponderExcluir
  3. As avos da Lua são ilaria's kkkk amando e ansiosa por mais ;)

    ResponderExcluir