Peça-me o que quiser (Adaptada)- Capítulos 180 e 181

|

Capítulo 180:


— Prefiro ser a rejeitada pelo chefe a ser uma coroa tarada e oferecida que dá em cima de todos os garotinhos que aparecem na sua frente. — Ela abre a boca e eu continuo: — Isso mesmo... Ou você acha que não sei o que você faz de vez em quando nessa sala?

— Não te autorizo a...

— Não me autoriza, é? — eu a interrompo e levanto a voz. — Olha aqui, sua ridícula, tenho sido uma boa secretária. Te acobertei, te defendi, e não contei a ninguém o que vi.

E, mesmo assim, você me trata desse jeito pelo que houve entre mim e o senhor Aguiar. Pois bem, cansei de ser boazinha! E a partir de agora, como imagino que já não faço parte da empresa e estamos falando de igual pra igual, quero que saiba que, se você me insultar, eu te insulto de volta. Se você me deixar na mão, eu faço o mesmo. E, se me procurar, vai me encontrar. Porque olha só, ô rainha da cocada preta, sejamos sinceras, aqui todo mundo é alvo de alguma fofoca... eu vou ser a ex do chefe, mas você é e continuará sendo a galinha da empresa que adora que tirem sua calcinha em cima da mesa e joguem em qualquer lugar.

— Pelo amor de Deus, quer parar de gritar?!

Eu rio. Mas meu riso é de nervoso. Me conheço e sei que, após o riso nervoso e a raiva, vão vir a tristeza e por fim o choro. Então, antes disso, tiro o telefone do gancho e jogo em cima da mesa.

— E agora, sua idiota, pode ligar pro RH e dizer pra prepararem minha demissão. Eu mesma vou até lá assinar. Fiquei tão feliz com o que acabei de te dizer, que não estou nem aí pro que vier depois.

Dito isso, dou meia-volta e desapareço da sala.

Uau, como me sinto bem!

Ao sair, topo com Cláudia e Arthur. Devem ter escutado os gritos. A moça entra na sala e eu a ouço falar com minha chefe, que pede aos berros minha demissão imediata ao RH.

Arthur me observa. Não se move. Está paralisado. Ele não esperava que eu reagisse assim. Sem olhar para ele, vou até minha mesa e começo a juntar minhas coisas.

— Entra na minha sala, Lu.

— Não. Sem chance. E lembre-se, senhor: agora sou a “senhorita Blanco”, entendido?

— Entra na minha sala — repete com fúria.

— Já disse que não — respondo.

Noto que Arthur se mexe nervoso ao meu lado. É o chefe da empresa e tem que manter a compostura. Se agarrar meu braço e me obrigar a entrar, sabe que vou reagir e que todo mundo vai ver. Por isso, ele se agacha para ficar da minha altura e murmura:

— Lu, querida, sou um idiota, um babaca, por favor, dá um pulo na minha sala. Você tem razão. Precisamos conversar.

Ao escutar isso, abro um sorriso. Mas é um sorriso frio e impessoal. Olho para Arthur. E, do mesmo jeito que ele próprio costuma fazer, reflito alguns segundos antes de dar a resposta, contraio o rosto e digo:

— Sabe, senhor Aguiar? Agora quem não quer saber nada do senhor sou eu.

Acabou a Müller e acabaram muitas outras coisas. Não aguento mais. Vá procurar outra para enlouquecer com suas mudanças de comportamento e suas desconfianças, porque eu me cansei.

Verifico gaveta por gaveta. Não encontro nada dentro, mas faço isso mecanicamente, por via das dúvidas. Fecho-as com força, pego minha bolsa e ando até a porta.

— Aonde você vai, Lu?

Com toda minha petulância madrilenha, jerezana e catalã, eu o olho de cima a baixo e sorrio com frieza.

— Ao RH. A partir de agora, não faço mais parte da “sua” empresa, senho Aguiar.

Enquanto caminho até o elevador, sinto os olhares de todos os meus colegas e, em especial, do meu ex. Eles não sabem o que está acontecendo, mas, conhecendo-os como eu conheço, logo vão tirar suas próprias conclusões. Serei o assunto preferido deles nos próximos dias, mas estou pouco me importando. Não estarei aqui para aguentar suas fofocas idiotas.

Quando entro no RH, todos olham na minha direção. Como as notícias correm! Mas é Miguel quem vem até mim e, pegando-me pelo braço, me leva até sua mesa e murmura:

— O que você fez? Sua chefe...

— Ex-chefe — esclareço.

— Ok. Sua ex-chefe está furiosa, telefonou pra cá pra te demitirem.

Minha cabeça fica concordando. Sorrio e dou de ombros..

Capítulo 181:


— Acabei de provocar minha demissão. Falei pra essa bruxa horrorosa tudo o que penso dela. Ai, Miguel, você não imagina meu alívio! Foi um dos melhores momentos da minha vida.

Nesse instante, Gerardo, chefe do RH, aparece.

— Miguel, a senhorita Blanco precisa esperar um segundo. Por enquanto, não é pra assinar a carta de demissão que eu te entreguei.

Surpreso, Miguel se vira pra mim e, quando Gerardo se afasta, ele cochicha:

— Depois do telefonema da sua chefe, Iceman também ligou. Está uma fera.

Nesse momento, não estou nem aí para o mau humor de Arthur. Me sento e Miguel pergunta:

— Mas... o que houve?

— Eu e Iceman terminamos e a babaca da minha ex-chefe teve a cara de pau de rir de mim e dos meus sentimentos.

— Você e Iceman terminaram?

— Sim.

— Sinto muito, linda. E você sabe que digo isso de coração.

— Sei. — Sorrio com tristeza. — Mas você tinha razão. Ficar com o chefe é uma furada.

Porque, mais cedo ou mais tarde, a pessoa acaba pagando por isso.

Minha aparente frieza começa a se dissipar. Falar de Arthur e da minha nova realidade é algo que me dói. Alguns minutos depois, o chefe do RH sai e se vira para mim.

— Vem na minha sala.

Obedeço e faço Miguel me acompanhar. Gerardo nos olha e por fim diz:

— Lua, o senhor Aguiar quer que você vá à sala dele agora mesmo.

Sua insistência me surpreende e respondo:

— Não. Não vou. Quero assinar minha demissão.

Miguel e Gerardo se olham surpresos. Gerardo insiste:

— Lua, não sei o que houve, mas o senhor Aguiar disse que...

— A partir de agora, o que o senhor Aguiar diz entra por um ouvido e sai pelo outro. Então, Gerardo, se você quiser, pode falar com ele e dizer que estou mandando ele à merda, ou eu mesma faço isso diretamente. Mas não pretendo ir à sala dele nem a qualquer outra. Só quero assinar minha carta de demissão.

O cara não sabe o que fazer. A situação saiu do seu controle. Por fim, me pede um segundo, pega o telefone que está fora do gancho e fala alguma coisa. Imagino que Arthur tenha escutado, mas estou pouco ligando. É até melhor. Assim ele vai se dar conta de que, quando digo alguma coisa, eu cumpro. Que ele assuma as consequências, então.

Miguel, nervoso com o que está acontecendo, me afasta da mesa de Gerardo.

— Que coragem a tua, hein, menina! Fiquei até tonto. Mas é melhor ser realista e pensar no que você própria me disse quando não iam renovar meu contrato. Há muito desemprego lá fora, muita crise, e você precisa trabalhar. Não seja boba, Lua.

E, quando vou responder, Gerardo ergue os olhos na nossa direção.

— O senhor Aguiar está me pedindo pra você não assinar nenhuma carta de demissão. Pra você sair de férias e...

— Férias?

— Sim, foi o que ele disse.

Solto uns palavrões. Vejo que o telefone continua fora do gancho. Saio correndo da sala, pego o papel que Miguel tinha deixado pronto para mim quando entrei, volto a entrar na sala e o assino sem ler. Em seguida entrego a Gerardo e, sabendo que Arthur escutará, acrescento:

— Toma, entrega minha demissão assinada pro senhor Aguiar, com todo o meu amor.

Estarrecido, Gerardo pega o papel e eu saio da sala. Miguel vai atrás de mim. Já do lado de fora, me viro para meu amigo incrédulo e desconcertado, dou um beijo na sua bochecha, faço um carinho no seu cabelo e digo:

— Me liga e a gente marca de tomar alguma coisa qualquer dia.

Logo depois, dou meia-volta e vou embora. Abandono correndo a empresa. Assim que entro no carro e saio da garagem, não sei para onde ir nem o que fazer. Acabo de cometer a maior loucura da minha vida e de repente me dou conta de que nada mais faz diferença para mim.
Amanha começa a segunda temporada:)

20 comentários:

  1. Poste mais, pelo amor de Deus! Preciso dessa web! Acaba a primeira temporada hoje e posta o primeiro da segunda, por Deus!

    ResponderExcluir
  2. Socorrinhooo, quero mais! Please!

    ResponderExcluir
  3. que web perfeitaaaaaaaaaa...a lua é demais

    ResponderExcluir
  4. Ai meu Deus, Lua determinada, tadinha, agora ela vai sofrer, ele também e eu também... Posta mais amore...

    ResponderExcluir
  5. o arthur se arrependeu de ter feito isso com a lua, que bom que lua é uma mulher de atitude..
    Cada vez mais mim apaixono por essa web <3

    ResponderExcluir
  6. Esperando pela 2º temporada estou morrendo de curiosidade.

    ResponderExcluir
  7. Eita Lua mulher arretada viu.
    Adoreiiii garota \Õ/

    ResponderExcluir
  8. Cara que web perfeitaaaaaaaa.

    ResponderExcluir
  9. Jessica parabéns pela sua web , muito perfeita

    ResponderExcluir
  10. Mdssssss que loucura.... To Besta com lua eh isso aí tem q deixar de ser besta... Ameiiii ansiosaaaaa pelo próximoooo!!!

    ResponderExcluir
  11. Aaaaaaa perfeito ♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  12. SOCORRO !!!
    Eles têm que voltar logooo !
    Posta ++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  13. Aii... To ansiosa para 2 temporada !!

    ResponderExcluir
  14. Kkkkkkkkkkkkkkk ri muito imaginando o Iceman ashuashua, tá legal essa marrentise dos dois kkk poSta maiiiiis

    ResponderExcluir
  15. Bem feito pro lesado do Arthur, tomara que fiquem separados um bom tempo, esse gelo vai ser bom pra ele aprender

    ResponderExcluir
  16. Eu preciso de mais
    Chorei. Ai meu core
    Bem feito pro Arthur, mas tomara que eles voltem logo.

    ResponderExcluir