Tentação Sem Limites - Capitulo 46

|

Penúltimo Capitulo 

Lua
''Eu preciso estar dentro de você.'' Arthur sussurrou e meu ouvido enquanto beijava ao longo do meu queixo e deslizou suas mãos debaixo da minha blusa.
''Bom.'' Respondi, pegando a camisa e puxando-o para cima da cabeça. Ele riu e ergueu as mãos para torná-lo mais fácil, em seguida, puxou minha blusa também.
''Droga, ele cresceram desde que eu fui embora.'' Ele murmurou, tocando cada um dos meus seios com as mãos.
''Há... tipo, leite neles já?'' Ele perguntou.
''Não.'' Ri.
''Eu estou tentando realmente não ser um homem sobre isso, mas eu não posso me conter. Estou animado pra caralho sobre eles.'' Ele admitiu, antes de olhar para mim através de seus cílios enquanto ele puxou um mamilo em sua boca.
''Oh.'' Eu gemia e agarrava a cabeça dele para mante-lo lá. De alguma forma, eles tinham ficado ainda mais sensíveis. Com cada puxão de sua boca meu clitóris palpitava. Era como se houvesse uma linha direta entre os dois.
''Tire está calcinha.'' Arthur disse com a boca cheia quando ele puxou minha calcinha. Eu ajudei e deslizei-a para baixo com a sua ajuda. Ele só soltou um mamilo para chupar o outro.
''Foda-se.'' Ele gemeu, deslizando um dedo dentro de mim. ''Está molhada. Sempre tão úmida e pronta.''
Estendi a mão para a fivela e comecei a desabotoar sua calça jeans. Eu o queria nu também.
''Ainda não.'' Disse ele, me movendo fora de seu colo para me lamber diretamente o centro das minhas pregas.
''Oh Deus! Arthur!'' Eu gritei, levantando meu quadril para se aproximar de sua boca. A barba deslizou sobre o meu clitóris enquanto ele jogou-a contra o meu broto inchado mais e mais. Enlouquecendo-me.
''Eu adoro quando você se contorce.'' Disse ele com um sorriso malicioso. Eu adorava quando ele me fazia contorcer. Seu dedo deslizou em meu calor enquanto ele continuava a torturar meu clitóres com o seu piercing de linguá. Este homem sexy selvagem era meu. Era difícil compreender ás vezes, mas eu estava tão feliz por ter aparecido em sua porta há quatro meses.
Ele se levantou e empurrou sua calça jeans e cuecas boxer para baixo saindo delas. Olhei para ele. Ele era bonito. Eu deixei meus olhos percorrem todo o corpo. Nada poderia faze-lo mais perfeito.
Ele beijou meu pescoço e passou a mão na minha perna até que ele enganchou seu braço sob o meu joelho e puxou minha perna para cima.  Antes que eu pudesse dizer qualquer outra coisa ele estava empurrando dentro de mim e todos os outros pensamentos me deixaram. Ele estava me enchendo e me esticando e tudo foi perfeito no mundo novamente.
''Foda-se! Como você conseguiu ficar mais apertada?'' Arthur ofegava sobre mim enquanto seus braços tremiam de me segurar.
Eu joguei minha cabeça para trás e levantei meus quadris. Estava melhor. Eu não tinha pensado que isso poderia ficar melhor.
''Está mais sensível.'' Consegui dizer com um grito estrangulado.
''Dói?'' Ele perguntou, puxando para trás. Eu agarrei sua bunda e segurei-o em mim.
''NÃO! Isso é bom. É muito bom. Mais duro, Arthur. Por favor. A sensação é incrível.''
Arthur gemeu e mergulhou o resto do caminho dentro de mim. ''Eu não vou durar muito. Está muito apertado. Vou gozar.'' Ele parou de se mover e, lentamente, recuou. Eu estava tão perto. Não queria que ele desacelerasse. A sensação de cada impulso enviado até mim foi concriável. Precisava de mais. Empurrei-o de volta com toda a força que tinha. Ele sentou-se para me observar enquanto rapidamente subi nele e sentei-me em cima dele duro e rápido.
''Puta merda!'' Gritou agarrando os meus cabelos.
Eu fui bombeando para cima e para baixo sobre ele, enquanto meu corpo subia mais próximo ao êxtase que estava me prometendo estar perto.
''Querida, eu vou gozar, ARRRRGGGGHHHH!'' Arthur chamou então agarrou meu rosto e me beijou com uma ferocidade que me enviou ao limite com ele.
Gritando em sua boca eu balancei com a liberação enquanto ele me segurou com força, me provando e sugando minha língua em sua boca. Caí em cima dele e ele me segurou perto. Ficamos ali sentados em silencio, respirando com dificuldade. Minha vagina manteve a contratação como se meu corpo estivesse passando por espasmos. cada vez que isso aconteceu Arthur gemeu. Quando eu tinha certeza que eu poderia falar novamente inclinei a cabeça para trás e olhei para ele.
''O que aconteceu? Perguntei a ele
Ele riu e balançou a cabeça. ''Não sei. Você só fodeu o inferno comigo. Juro, que esta vai ser anotada em livros, querida. Eu não acho que poderia ficar melhor e você só me provou o contrário. Santo inferno que foi selvagem.''
Enterrei meu rosto em seu peito e ri com ele. Eu estava um pouco fora de controle.
''É melhor não ser uma coisa de grávida ou a sua bundinha quente vau viver engravidando nós próximos 30 anos.''
                                                              Continua........

10 comentários:

  1. Ahh penultimo capitulo, já? :(

    Naathy

    ResponderExcluir
  2. Vai ter mais duas temporadas

    Ass:Gabi

    ResponderExcluir
  3. OMG.. Puta que Pariu..
    Capítulo Massa.. Penúltimo capítulo 😭..
    Sorte minha que vai ter 2ª temporada.. Conttiinua.. Amooo!! ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amr,essa é a 2° temporada! Iremos pra 3° e acho que pra uma 4°!
      Ass Rafa

      Excluir
  4. Ai que perfeito
    Posta maiss

    ResponderExcluir
  5. Poxaaa , ja acanbando??

    ResponderExcluir
  6. ADOREIIIIIiI.. Posta maiss!!! Pena q eh o penúltimo mais tem maisss !!:)))))

    ResponderExcluir
  7. OMG :O como assim penutimo :'( buuuáá... Fiquei triste...
    Gentee qnt fogoooo u.u
    Esses dois arrasam no lesco lescoo kkk... Manter a Lua gravida a vida inteira (eu rii) kkk

    ResponderExcluir
  8. Posta mais peloamor (:

    ResponderExcluir