Tentação Sem Limites - Capitulo 20

|
Tentação Sem Limites

Lua
Mel estendeu a mão e apertou a minha. Ela estava de pé ao meu lado enquanto eu me sentava a mesa do médico esperando. Fiz xixi em um copo e agora nós esperamos para ouvir os resultados oficiais. Meu coração estava disparado. Havia uma pequena possibilidade de que eu poderia não estar grávida. Pesquisei no Google ontem á noite. Os testes caseiros de gravidez poderiam estar errados e eu poderia estar ficando doente, porque o meu chefe achava que eu estava grávida.
Aporta se abriu e uma enfermeira entrou, ela estava sorrindo quando olhou de Mel para mim.
''Parabéns. É positivo. Você está gravida.''
A mão de Mel apertou a minha mais forte. Eu sabia disso, no fundo, mas só de ouvir a enfermeira dizer tornou mais real. Eu não iria chorar. Meu bebe não precisa saber que eu tinha chorado quando eu descobri que estava grávida. Eu queria que ele ou ela se sentisse amado sempre. Isso não era uma coisa ruim. Ele nunca poderia ser uma coisa ruim. Eu precisava de família. Logo teria uma de novo. Alguém que me amaria incondicionalmente.
''O médico virá checar como estão as coisa em poucos minutos. Precisamos trabalhar o sangue também. Você tem experimentado qualquer cólicas ou sangramento?''
''Não. Apenas realmente enjoo. Sentir cheiros me detona.'' Expliquei.
A enfermeira concordou e escreveu em sua prancheta. ''Pode não parecer, mas isso é uma coisa boa. Sentir enjoo é bom.''
Mel Bufou. ''Você não a viu suando frio. Nada é bom nisso.''
A enfermeira sorriu. ''Sim, eu me lembro daqueles dias. Isso não é divertido.'' Ela desviou o olhar para mim. ''O pai se envolverá?''
Será que ele se envolverá? Eu poderia dizer-lhe? Eu balancei minha cabeça. ''Não, eu não acho que ele estará.''
O sorriso triste no rosto da enfermeira quando ela balançou a cabeça e fez outra nota em sua pra prancheta me disse que viu isso muitas vezes.
''Você estava usando qualquer forma de controlar de natalidade, quando você concebeu? A pílula talvez'' Perguntou a enfermeira.
Eu não olhei para Mel. Talvez não quisesse que ela aqui afinal. Eu balancei minha cabeça.
A enfermeira levantou as sobrancelhas. ''Nada?'' Perguntou.
''Não, nada, Quero dizer, nós usamos camisinha algumas vezes, mas houve algumas vezes que não fizemos. Ele puxou uma vez... mas houve uma vez que ele não fez.''
Mel ficou tensa ao meu lado. Eu sabia o que ela estava pensando. Como eu pude ser tão estúpida? Isso tinha sido um fato que eu tinha deixado de fora da história.
A enfermeira assentiu. ''Certo. O médico estará aqui em pouco tempo.'' Ela respondeu e saiu da sala.
Mel puxou meu braço me fazendo olhar para ela. ''Ele não usou camisinha? Ele é louco? Droga! Ele deveria ter pensado em te perguntar se estava grávida. Que idiota. Eu aqui sentindo pena dele, porque ele não sabe que vai ser papai e ele não usou um maldito preservativo. Ele deveria ter feito um contato com você em quatro semanas para se certificar de que você não estava grávida. Que idiota.''
Mel estava andando na minha frente agora. Eu só assistia. O que eu digo disso? Eu estava tão errada na situação. Fui eu que me despi, fiquei em cima dele e fodi com seus miolos naquela noite. Ele era homem e a última coisa em sua mente tinha sido parar  para colocar uma camisinha. Eu não lhe tinha dado muito tempo para pensar. Mas compartilhar os detalhes da minha vida sexual e do Arthur com Mel não ia acontecer. Então, mantive minha boca fechada.
''Ele merece isso. Ele deveria ter verificado com você. Não diga ao idiota. Se ele acha que pode usar aquela coisa e não colocar uma proteção sobre ele, então ele pode viver na ignorância que eu cuido. Estarei aqui para você. Eu e você. Temos isso.''
Mel parecia pronta para enfrentar o mundo nesse momento. Isso me fez sorrir. Eu não estaria em Rosemary, quando o bebe nascesse. Eu desejaria estar. Eu queria que meu bebe tivesse alguém a mais para amá-lo. Mel seria uma excelente tia. O pensamento me deixou triste. Meu sorriso desapareceu.
''Sinto muito. Eu não queria incomodá-la.'' Disse Mel soltando as mãos da cintura, com um olhar preocupado no rosto.
''Não. Você não fez isso. Eu só queria... Eu só gostaria de não ter que sair. Eu quero que o meu bebe conheça você.''
Mel se aproximou e colocou os braços em volta dos meus ombros e apertou.
''Você vai me dizer onde vai morar e vou ver vocês dois o tempo todo. Ou você pode ficar e viver comigo. Quando o bebe nascer Arthur estará fora. Ele não fica em Rosemary depois do verão. Teríamos tempo para que vocês tivessem tudo resolvido na vida, antes que ele voltasse. Basta pensar nisso. Não se preocupe sobre quaisquer decisões finais agora.''
Arthur partiria? Será que ele desistiria de mim e deixaria Rosemary? Ou será que ele ficaria? Meu coração doeu pensando nele se afastando de mim. Por mais que eu soubesse que não ia funcionar, eu queria que ele lutasse por mim. Eu queria que ele encontrasse uma maneira de podermos estar juntos, mesmo que eu soubesse que era impossível.
Duas horas mais tarde estávamos de volta no apartamento da Mel e eu tinha vitaminas pré-natal e vários panfletos sobre ter uma gravidez saudável. Os meti em minha bolsa. Precisava de um banho quente e uma soneca.
Mel bateu uma vez na porta do banheiro e entrou. Ela estava segurando o telefone na mão e sorrindo como uma idiota. ''Você não vai acreditar nisso.'' Fez uma pausa e balançou a cabeça como se ainda estivesse em descrença.
''Fernando acabou de ligar. Disse que o apartamento é nosso pelo mesmo custo que estou pagando agora neste. Ele disse que é um privilégio já que ter dois de seus empregados na área do clube será útil. Também disse que nós duas estaríamos sem emprego se tentássemos declinar a oferta.''
Afundei no assento do vaso sanitário e olhei para ela. Ele estava fazendo isso porque eu estava grávida. Esta era sua maneira de ajudar. Eu queria gritar para ele e abraçar o pescoço de uma só vez. Meus olhos encheram de lágrimas. ''Ele ainda está o telefone?'' Eu perguntei quando percebi que Mel ainda estava segurando-o perto de sua orelha.
''Não é o Chay. Ele disse que isso tem a ver com você. Você está... tipo saindo com ele ou qualquer coisa, está?'' Ela perguntou lentamente. Isso deve ter sido a pergunta do Chay. Ela ficou repetindo que ele não acreditava nisso, mesmo quando ela disse isso.
''Você pode colocar o telefone no mundo?'' Perguntei-lhe em voz baixa.
Seus olhos se arregalaram e ela balançou a cabeça. Uma vez que ele estava em segurança silenciado, ela olhou para mim como se não me reconhecesse. O que ela pensa? Que eu estava saindo com Fernando enquanto estava Grávida de Arthur? Certamente que não.
''Mel, ele sabe. Fernando sabe.''
Compreensão caiu sobre ela e seu queixo caiu. ''Como?'' Perguntou ela.
''Ele me colocou no turno da manhã na sala de jantar. A cozinha... cheirava a bacon.''
Mel fez um grande ''O'' com a boca e assentiu. Ela conseguiu. Estendeu a mão e tirou o telefone do mudo.
''Não há nada acontecendo com Fernando e Lua. Ele acaba de se tornar um amigo dela e quer ajudar. Isso é tudo.''
Mel revirou os olhos para que Chay disse, em seguida, O chamou de louco e desligou.
''Ok, então ele sabe que você está grávida de Arthur e ele está nos dando um apartamento por uma merreca? Esta é a melhor coisa de todas. Espere até você ver este lugar. Se ele nos permitir ficar até depois que o bebe nascer, seu quarto é grande o suficiente para um berço! Ele é perfeito.''
Eu não conseguia pensar muito á frente. Agora eu só precisava ir encontrar Fernando e falar com ele. Se eu saísse em quatro meses não queria que esse acordo acabasse para Mel. Eu precisava ter certeza disso, antes de deixá-la ficar muto animada.
                                                                            Continua.......
                                                                

12 comentários:

  1. Aiin Maanu, mais um hoje, poor favor amor? To amando! louca pra ler a recaida de LuAr hahaha'

    Naathy

    ResponderExcluir
  2. Ela tem que contar do bebe logo.

    ResponderExcluir
  3. Ahaha Lua deixou Arthur doidão deu em baby *-*
    Mel é uma amiga e tanto viu :)
    Mal vejo a hora dela contar do bb para Arthur *O*
    Adorandoooo

    ResponderExcluir
  4. Adorei perfeito posta mais ainda hj

    ResponderExcluir
  5. Queria ver LuAr juntos logo, mais?

    ResponderExcluir
  6. Nao gosto do fernado!! nao Quero Lua com ele!!

    ResponderExcluir
  7. Quero que a Lua conte logo pro Arthur sobre o bebê

    ResponderExcluir
  8. Eu queroo a lua logooo com o arthur.Postaaaaaaaa ++++++++++++

    ResponderExcluir
  9. Mãos bobas vale, hehehehehehe, continua

    ResponderExcluir
  10. A lua tem que contar do bebe,o athur merece saber

    ResponderExcluir
  11. Posta maiss logo a web ta muito boa

    ResponderExcluir
  12. Aiiiiii que massa!!!to louca para que o thur descubravque a luinha ta gravida!!
    Parabens manu !! By:Drielle

    ResponderExcluir