Não foi um erro - 32º Capitulo

|

No capitulo anterior…

POV ARTHUR

- Arthur, não fala mais nada. – ela pediu. Ela já não sorria, apenas mantinha um rosto serio. ela se levantou do sofá – É melhor eu ir dormir, antes que aconteça alguma coisa de que eu me arrependa, assim como você também…
- Não! – pedi e peguei a mão dela – Não vai embora…
- Arthur, é melhor eu ir. Está tarde e amanha preciso acordar cedo pra levar a Yasmin na escola – ela tentava fugir de mim
- Amanha é sábado, esperta – ri dela
- Putz! – riu também

Aproveitei que ela se rendia às minhas risadas, para nos aproximarmos mais e finalmente nos beijarmos. Ela mantinha aquele olhar baixo, calmo e sereno, embora que a sua respiração estivesse meia descompassada, talvez devido ao nervosismo que ela sentia, por estar tao próxima de mim.
Eu queria colar os meus lábios nos dela o mais rápido possível. Não que eu quisesse o beijo mas… tinha saudade e curiosidade de sentir os seus lábios novamente.
Ganhei coragem, tirei um fio de cabelo da frente do rosto dela, encostei os nossos narizes e eu olhei uma ultima vez para ela. Ela mantinha os olhos fechados e os lábios entreabertos. E finalmente demos o nosso primeiro beijo, após tudo o que passamos. Um beijo calmo, sem língua e sem maldade. Ela correspondia ao beijo enquanto colocava as suas mãos sobre os meus cabelos e os bagunçava delicadamente, se é que se pode dizer isso.
Fiquei com vontade de deixar ainda mais, mas ela já não estava tao à vontade como no inicio. Então eu parei e olhei pra ela.

- Eu acho melhor eu ir dormir… – ela estava meia atrapalhada
- Espera – voltei a pegar o seu braço – Vai nem dizer nada do beijo?
- O que quer que eu diga? – ela dizia, sem sorrir – Vou nem dizer nada mesmo!

Ela subiu as escadas em passadas largas e pisando tudo mesmo. Acho que ficou chateada, mas não era isso que ela aparentava sentir no inicio do beijo.

Esperei pelo dia seguinte para ter uma nova resposta dela. Eu tinha terminado de ver o filme no sofá e acabei adormecendo mesmo lá. Mas hoje, a Yasmin acordou mais cedo e veio correndo para a sala para ver tv, nomeadamente, desenhos animados. Ela acabou me acordando.

- Aii Yasmin filha, tao cedo… - espreguicei no sofá e ela se assustou
- Papai? Nem tinha visto você ai
- Pois é… correu pro chão e nem olhou pra mais nada – ri
- Bom dia papai – ela veio me dar um beijo no rosto
- Bom dia filhota. Vem, deita aqui – apontei para o meu lado
- Não… não quero – vi que ela estava envergonhada
- Vem filha, não tem mal nenhum – ri e puxei um pouco ela, fazendo ela se sentar na beira do sofá e encostar as costas na minha barriga
- Você dormiu aqui?
- É. Eu adormeci aqui mesmo…
- Ahh – ela de seguida prestou toda a atenção no bob esponja.

Vi os desenhos animados com ela. Era impressionante como ela sabia a letra das músicas todas do Bob Esponja. Me lembro também de ver ele, quando eu era mais pequeno.
Enquanto ela via os desenhos, foi esquecendo a vergonha que tinha de estar mais próxima de mim e foi se colocando mais à vontade. Quando ela deu por si, estava já deitada ao seu lado e eu, claro, aproveitei a situação para estar mais próximo dela. Acabei até adormecendo de novo, pois tinha dormido pouco. O cheiro dos cabelos dela é tao suave, tao aromatizante. Era impossível não se apegar.

- Mas Yasmin, já vendo tv? – Lua desceu as escadas, mais uma vez, falou alto e acabou me acordando de novo. Eu permaneci de olhos fechados, fingindo dormir.
- Shiuu mamãe, o papai tá dormindo. – ela pediu, colocando o dedo indicador na boquinha, pedindo silencio
- Ahh, não vi. – ela veio para perto – Você já comeu? Está com fome?
- Por acaso to… pode fazer pra mim?
- Não amor, você já sabe fazer. Vai na cozinha e trata dos seus cereais
- Aff, chata! – reclamou, mas se levantou e foi lá

Queria abrir os olhos para ver o que Lua fazia ao meu lado. Ela estava lá desde que a Yasmin saiu e não se mexeu, pois dava para ouvir os seus passos.
Senti algo me cobrir, nomeadamente o lençol. Foi ela que me cobriu, não resisti e sorri, abrindo de imediato os olhos. Ela olhava e esboçava um leve sorriso pra mim.

- Obrigado! – ri, ao ver que ela se assustava, pois não esperava que eu estivesse acordado.
- Aii, que susto maluco! – ela colocou a mão no peito – Pense que estivesse dormindo
- Eu até estava, mas você fala alto e eu acabei acordando – sentei no sofá e passei as mãos pelos olhos
- O sofá não é local de dormir. Existem quartos, sabia?
- Sabia! Mas eu fiquei aqui, depois de ontem e acabei adormecendo – levantei do sofá – E por falar nisso, já tem resposta para mim?
- Resposta? Que resposta?
- Sobre o beijo Lua, o beijo!
- Ahh Arthur, não vamos falar disso de novo
- Me diz se ao menos gostou
- Eu não devia gostar. Porque se eu gostei, significa que quero mais e se eu quero mais eu sei que vai acabar acontecendo de novo e se acontecer de novo eu vou me iludir de novo, logo, vou pensar mesmo que não gostei
- A sua resposta foi meia confusa, mas eu entendi tudo! – eu ri – E não, não se vai iludir de novo. Estamos falando de um beijo e não de um pedido de casamento
- Não me fale em casamento, por favor! – Lua pediu

Tomamos o café da manha. Eu não deixava de apanhar a Lua me olhando várias vezes, sorrindo para mim. O clima entre agente havia melhorando. Agente ainda embirra um com o outro, mas isso é normal. Um dia passa, eu acho.

- Vamos sair hoje? To farta de estar em casa já! – reclamou a Yasmin
- Ainda ontem saímos – Lua disse
- Mas isso foi ontem. Eu queria sair hoje
-Vamos à praia então? – propus
- Boa ideia! Vamos mamae? Assim eu posso levar o meu novo biquíni, aquele das bolinhas sabe?
- Logico que sei! Foi eu que comprei
- E dessa vez, você vai entrar na água – apontei para Lua
- Mas é que nem morta! – desafiou

Com umas ondas como estas que estavam hoje, ninguém teria coragem de não entrar. O mar estava calmo, repleto de gente. impossível não ficar com desejo de entrar, apenas um louco que nem a Lua. Nesse caso, louca.

- Eu já falei que não vou! – ela insistia em ficar na toalha
- Vai sim! – insisti também
- Mamãe, vou fazer castelos na areia
- Cuidado pequena. – avisei a ela – Lua, vem ou eu te beijo agora na frente de todo o mundo!
- Eu tenho uma mão sabia?
- Só uma? Poxa, coitada de você! – zoei – É que eu tenho duas
- Afff! Morre Aguiar, morre! – Lua se levantou da toalha, finalmente e me encarou – Eu vou na água, imbecil!

Ela me chama nomes até dizer basta. Tudo o que eu fazia, nunca era bom para ela. Ou melhor, nada do que eu fazia era bom, no ver dela.
Fomos até à água. Falei para ela ficar perto de mim, visto que não tem tanta habilidade na água como eu, mas ela foi teimosa e se deixou levar pelas ondas, indo para a parte onde elas vinham maiores.
Olhei em volta e não lhe conseguir achar em parte nenhuma do mar. vi, muito rápido, os cabelos dela sobre a água, mas desapareceu rápido, então fui por baixo de água e peguei ela, que quase se afogava.

Será que chegamos nos 160 seguidores? #GOGOGO

9 comentários:

  1. ++++++++++++++++++++++++ já está + do q na hora deles ficarem juntos de uma vez

    ResponderExcluir
  2. Posta ++++++++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  3. quero mais pf
    ass Sophia

    ResponderExcluir
  4. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  5. Posta mais um hoje pf pf pf

    Amando de mais a web

    ResponderExcluir
  6. Ooiii ! Ganharam mais uma nova seguidora \o/ . To adorando o seu blog e essa sua web . Posta maiiiiiss ?

    ResponderExcluir
  7. To tãaao feliz de ver que a cada dia que passa eles estão se acertando. Posta mais

    ResponderExcluir