Não foi um erro - 15º Capitulo

|

No capitulo anterior…

POV ARTHUR

- Você não era assim tão sensível. Cadê o Arthur fortão que eu conheço?
- Eu sou fortão, mas tenho sentimentos
- O seu sentimento é apenas por mim – ela virou o meu rosto pra si
- Me deixa! Eu tenho de arranjar maneira de saber onde a Lua está!

Eu não descansei até conseguir achar uma das redes sociais da Lua. Lá fala que ela é de Minas Gerais. Mas pow, o que ela foi fazer para lá? Desde quando ela é de lá? E mais… quem é que ela conhece lá?
Segundo o que eu me lembro, a garota só tinha olhos para mim e não ligava a mais ninguém, nem àqueles coleguinhas idiotas a quem ela chamava de “amigo”, nomeadamente Sophia, Mica, Chay e Mel. Pow, eu detestava eles.

- Vamos para Minhas Gerais? Mas como assim Arthur? – ela me olhava, enquanto eu fazia as malas de novo – Chegamos ontem neste hotel, porque é que vamos já embora?
- Se você não quiser ir, você fica, simples assim
- Você desde que veio para cá que não me trata como antes
- Por favor Alice! – estava ficando sem paciência – Ainda hoje logo pela manhã fizemos amor
- Acontece que fazer amor para mim não é tudo! – ela estava quase chorando, sentada na cama, com apenas a minha blusa vestida
- Tá… - eu baixei a bola com ela – Eu fui grosso, desculpa. – eu sentei ao seu lado, dei um beijo no topo da sua cabeça e a abracei – Eu estou preocupado com essa situação. Eu tenho uma filha e não sei Lice – era assim que eu lhe chamava – Eu pensei que vinha para cá curtir, quando afinal eu devo ter uma filha já grandinha… eu sou homem, tenho de assumir as minhas responsabilidades.
- Mas é disso que eu tenho medo… você ainda nem conheceu a menina e já está me deixando para trás
- Isso não vai acontecer nunca! – garanti para ela – Eu amo você!
- Eu também te amo muito Arthur! – entre lágrimas, ela me deu um selinho demorado

Nos aprontamos para sair e pegamos um táxi. Eu ainda não tinha um carro, precisava de comprar um, mas isso ficaria para depois.
Fui até Minas Gerais sem saber bem para onde. Enquanto não chegava lá, através do Iphone procurei o twitter da Lua. Podia ser que ela publicasse lá algo que me ajudasse a achar ela.

“Vamos passar o dia na piscina. Merecemos eu acho <3 @PedroL_12”
(inventei o user, espero que não exista mesmo xD)

Bom, piscina? Mas e se isso for de alguma casa? Ohh meu deus, isto irá me dar serias dores de cabeça.
Fui ver tweets antigos que ela tenha feito e reparei que tinha um namorado. O nome dela era Pedro que por sinal era o tal que ela mencionou no ultimo tweet.

- Amor, podemos passar no super mercado antes? Eu preciso de comprar as coisas
- Claro, passamos lá – concordei

O mercado era sempre cheio de gente, por isso é que eu mandava os meus empregados lá. Eu era famoso e as pessoas me conheciam muito e sempre que me viam numa me largavam. Felizmente, aqui no brasil era um pouco diferente. eu não era tao conhecido como em Londres.

Quando chegamos lá, fomos passando pelas prateleiras até acharmos o que tanto queríamos, ou melhor, o que a Alice queria. Mais à frente, tinha uma pequena querendo chegar nas batatas fritas e eu ajudei-lhe a pegar.

- Quer ajuda? - perguntei
- Sim. Eu queria aquele pacote azul – ela apontou

Era realmente alto e como é logico ela não chegava lá. Quando eu lhe dei, ela saiu correndo…

- Nossa, que sem educação. Nem disse obrigada – reclamou a Alice
- São crianças Lice, crianças…

 Pegamos o que precisávamos e fomos para a caixa pagar. Estava um montão de gente e tivemos de esperar um pouco. Atrás, podíamos escutar tantas conversas…

- Papai, agente não vai mais na piscina da casa da tia?
- Vamos sim linda -
- Mas esperando aqui, fica de noite e depois é hora de dormir e não vamos mais lá! – ela cruzou os braços toda chateada
- Olha o drama bebé – o cara pegou ela ao colo
- Mamãe, o papai me chamou de bebé! – a pequena choramingava
- Mas você é a nossa bebé… - ela riu

Eu virei pra trás tipo como aqueles que não querem dar nas vistas, mas dão, sabem? Aquela voz era tão familiar, aquela gargalhada… eu conhecia ela.

- Lua? – sussurrei, mas ela acabou olhando para mim e tendo a mesma reação que eu…
- Quem é amor? – perguntou a Alice, vendo a minha reação
- Mamae, quem é? – perguntou a pequena, indo para o colo da Lua
- Ninguém… vamos embora Pedro, vamos embora.
- Lua, ele não é o…
- Ele não é ninguém! – ela o interrompeu
- Sou sim! – dei dois passos até ela – Agente precisa de conversar. Que história é essa de filha? Desde quando eu sou pai e você nem me avisou?
- O que ele tá falando mamãe? – a pequena perguntou

- É ela a minha filha? – perguntei, olhando para a garota que à pouco dei o pacote de batata frita – É ela Lua? – voltei a perguntar

Este foi o de ontem. Mais tarde, posto mais 1 cap de cada web do blog ;)

8 comentários:

  1. Aaaa amando essa webbb , amore posta maisss

    ResponderExcluir
  2. Amando sua web, posta mais...

    Estou morrendo de curiosidade com o que vai acontecer.

    Maissss pf pf

    ResponderExcluir