Não foi um erro - 12º Capitulo

|

No capitulo anterior…

POV LUA

- Você tem certeza do que está pedindo?
- Logico Lua! Pelo amor… ela pequena tá sendo tao importante para mim. Eu acompanhei quase todos os meses da sua gravidez. Eu que fiz todos os seus caprichos, aguentei as suas brigas, as suas carências. Eu fiz parte disso com você. Eu não quero tirar o lugar do Arthur, logico que não, pois sei que ele é que é o pai verdadeiro. Eu apenas quero que…
- Pedro! – eu interrompi ele – É logico que eu deixo! – beijei ele não hora, feliz e emocionada com tal coisa que ele me pediu…

5 anos se passaram…

As promessas foram feitas e cumpridas. Eu não podia estar mais orgulhosa do namorado lindo que eu tinha, assim como da minha filha, que é uma peste. Ela não para quieta um segundo que seja. Sempre tem algo novo para ver, para fazer, para cantar e ainda para pousar. É… a minha filha tem os dotes do pai: adora tudo o que é moda e tudo o que é acessórios e roupas. Porque raio ela tinha de ser assim? Já não bastava aqueles olhos cor de chocolate que nem os do Arthur?

- Papai, amanha a minha festa vai ser onde? – perguntou a minha curiosa
- Vai ser na casa da sua tia Leonor – Pedro respondeu
- Na casa da sua irmã? Aquela que tem piscina?
- Isso mesmo Yasmin.
- Porquê tantas perguntas princesa? – perguntei eu
- Ahh mãe, princesa não. Já chega o papai me chamando de flor e sei lá mais o que
- E não é o que você é? – Pedro chegou ela no colo e encheu ela de beijos

A promessa que ele fez à 5 anos atrás foi cumprida com tudo a que teve direito. Ele sim é um verdadeiro pai, apesar de não o ser né? Confuso? Um pouco, para mim não, mas para a Yasmin sim.
Desde que ela nasceu que sempre viu o Pedro como pai. Porque? Simples! Era ele que estava ao meu lado quando eu precisava, era ele que dava beijos na minha boca e me enchia de abraços o dia inteiro. Era ele que cuidava dela, que dava banho dela, que trocava a fralda dela e que aturava todas as suas birras.
Eu queria tomar coragem para contar à Yasmin toda a verdade, mas eu não consigo. Não consigo mesmo. Acho que para sempre o pai dela será o Pedro, já que o “verdadeiro pai” (Arthur) está lá em Londres, torcendo a bunda de um lado para o outro, desfilando entre grandes passerelles.

Domingo, 15:10 da tarde, na casa da Leonor, tia do Pedro.

Estava tudo pronto para a festa. Confettis, coxinhas, doces, bolos, sucos e refrigerantes e até os famosos lanchinhos. Estava tudo pronto para toda a criançada se divertir. Vinham pra cá todos os amiguinho da Yasmin, felizmente ela se dava bem com todos. Chegaram os amiguinhos e também algumas pessoas a quem ela chama de tios e tias.

- Tia Sophia! – gritou e foi correndo até à porta, para lhe abraçar – Cadê o tio Mica?
- Ele não veio…
- Ahh, não acredito! – a minha princesinha já estava triste – Ele prometeu que vinha. Agora vou ficar chateada, não vou perdoar ele. – ela correu para dentro de casa
- Ahh, moçinha mimada – riu
- Coitadinha – disse a Mel – Oi galera!
- Oi gente – disse Chay chegando junto com Mica – Cadê a princesa da festa?
- Cuidado que ela não gosta desse nome não
- Opps! – Chay respondeu ao Pedro – Cadê ela?
- Foi para o quarto. – respondi – A Sophia falou que você não vinha
- Que maldosa. Vou falar com ela – ele correu para dentro de casa

Todos haviam trazido presentes para a Yasmin. Nunca pensei que fossem tantos, pois não era necessário. Ela tinha de tudo em casa.
As crianças estavam animadas na piscina e outras brincando nos insufláveis que a Leonor, irmã do Pedro, tratou de arranjar para o quinto aniversário da minha filha. Ela merecia isso e tudo mais.

- Como tem sido esses dias? Em todos os aniversários da Yasmin, algo corria mal, certo?
- Certo. Mas felizmente este ano irá ser diferente.
- E os seus pais?
- Aii Sophia, não me fala de coisas tristes – respondi pra ela
- É uma realidade Lua. – Mel estava certa
- Eu sei que é. Mas deixa isso pra lá. À coisas melhores pra viver.
- Eu não sei como é que alguém consegue ignorar um ser tão lindo como a Yasmin. A garotinha é um anjo de pessoa. Mas pior que isso, é ignorar a própria filha.
- Nesse caso estamos falando de quem? Do Arthur ou dos meus pais?
- Acho que assim seria de ambos. – respondeu Chay – Espero que esse filho da mãe arda no inferno.
- Quem é que vai se queimar? – perguntou a minha curiosa, chegando e sentando no meu colo
- Ninguém me filha, ninguém. O tio Chay estava apenas contando a historia de um filme
- É daqueles que eu não posso ver?
- Exatamente. – respondeu o Chay
- Mamãe, o papai disse que agora era hora de abrir os presentes
- Ebbaa, vamos logo então. – fiz a festa
- Afinal quem é que faz aniversário? – perguntou o Mica às gargalhadas
- É a Yasmin, mas a Lua está mais entusiasmada – rimos todos

Bom, afinal consegui postar *-* no proximo capitulo, vem "A BOMBA!"

6 comentários:

  1. Obbbaa..posta logo por favor!! #curiosa

    ResponderExcluir
  2. O Arthur aparece no próximo capítulo?

    ResponderExcluir
  3. Aí posta mais, tou morrendo de curiosidade...

    Amando sua web

    ResponderExcluir
  4. Posta ++++++++++

    Pf pf pf

    ResponderExcluir
  5. Amando sua web, posta mais

    ResponderExcluir