2ª Temporada - "LuAr na Casa dos Segredos" - 57º Capitulo

|

POV LUA

Mulher grávida de 7 meses, quase 8, não é fácil não. Admiro muito o Arthur por aturar todas as minhas teimosias. Ele e o pequeno Thomas que não para de reclamar de todas as minhas reclamações. Enfim, somos uma família que só sabe reclamar disto e daquilo que nos acontece.
Mas eu tenho razoes para reclamar. A minha pequena filha não me deixa dormir, não me deixa estar muito tempo em pé e só me dá desgostos.
Tudo o que eu como de novo, deito pra fora. Quando vamos no parque com o Thomas, não podemos ficar lá muito tempo porque as dores começam. Não posso pegar o Thomas ao colo, porque as minhas costas e a minha barriga grandona não permitem. Estas e tantas outras coisas que já não posso fazer.

Thomas: mamãe chata! – dizia o pequeno, que saiu do nosso quarto e foi para o seu brincar
Lua: nem o Thomas gosta mais de mim – lá estava eu nos momentos sensíveis
Arthur: ele ama você! – Arthur me acarinhava – Mas ele só queria fazer um pequeno carinho na sua barriga e você gritou com ele
Lua: ele tinha as mãos frias amor
Arthur: mas era preciso gritar com o pequeno?
Lua: eu não tive culpa… - Lua fez bico – Amor, temos de conversar serio sobre uma coisa. – sentei na cama e peguei a mão dele
Arthur: o que?
Lua: Soraia, Aline ou Mariana?
Arthur: é de novo os nomes para nossa princesa? – ele beijou a minha barriga – Eu já te disse a minha opinião.
Lua: eu sei que você adora Aline. Mas é que Soraia é diferente a Mariana agente podia chamar de Mari
Arthur: mas é pouco original
Lua: atá, porque Alice é super original – encarei ele
Arthur ri: não é isso. mas foi um nome que eu sempre gostei
Lua: tá bom coisa chata. – dei um selinho nele – Alice Blanco de Aguiar?
Arthur ri: sim. Perfeito!
Lua: lindo! – comecei outro beijo

Fazer amor com o meu maridinho já não era como de ontem. As posições que usávamos antes não resultam mais com a minha barriga e por isso perco logo a vontade. Mas hoje, não sei porque, queria ser amada pelo Arthur ali e agora!
Puxei pela blusa dele para que entendesse que deveria vir para cima de mim, porém com cuidado. Ele entendeu colo a ideia e assim o fez.
Continuou beijando o meu pescoço enquanto eu me deliciava daqueles seus beijos. A minha Aline não parava quieta na minha barriga, principalmente quando o Arthur dava uns grandes beijos sobre mim que me deixavam arrepiada.

Parti logo para a ação e tirei a blusa dele arranhando de leve as suas costas. Ele queria tirar o meu vestido, que a muito custo foi tirado e jogado para o chão.
Não demorou muito para ficarmos por completo sem roupa e ele começar com as leves investidas.

Lua: necessito de você por inteiro
Arthur ri: safada!
Lua: te amo! – dei um leve chupao no seu pescoço

Esquecemos da porta aberta, mas felizmente não fomos interrompidos momento algum por ela.
Enquanto ele fazia aquelas suas investidas que eu adorava sentir, a minha respiração continuava descompassada como no inicio, assim como a dele.

Arthur: amor… - ele dizia com a sua respiração ofegante – A porta…
Lua: não para Arthur… - eu fechava os olhos – O Thomas não vai entrar.
Arthur: mas e se…
Lua interrompe: tudo o que é perigoso, é mais excitante
Arthur ri: apoio então… - ele continuou

(…)

Fizemos amor durante pouquíssimos minutos. Já nada se compara como antes, mas pelo menos, deu para matar o desejo. A minha barriga está grandona e não me deixa fazer tudo o que eu quero.

Eu e o Arthur tomamos banho juntos e descemos para brincar com pouco com o Thomas, que estava já de novo em frente à tv.

Arthur: então filhão, como você está?
Thomas: bem – ele não tirava os olhos da tv
Arthur: vamos jogar futebol no jardim?
Thomas: não…
Arthur: vamos sim. Você não pode ficar o dia inteiro aqui

No jardim, os dois correram de um lado para o outro sem parar para respirar ou ao menos falar comigo. Fiquei na cadeira de jardim vendo eles brincarem e ainda lendo a revista de fofocas sobre as pessoas conhecidas. Havia lá uma notícia sobre mim que me agradava muito.

Arthur: filho, cansei – Arthur sentou ao meu lado, super cansado – Eu não tenho mais forças
Lua ri: Thomas, fala que o papai é fraquinho
Thomas: fraquinho – meu filho zuou o pai
Lua ri: isso ai
Arthur: tá vendo o que?
Lua: isto aqui – apontei para a noticia na revista – Fala da gente e uma suposta participação num programa da Record. Acho que é para falar sobre a nossa vida e sobre a participação na casa dos segredos
Arthur: aé… porque vai começar uma temporada nova né?
Lua: exatamente. Mas nada se vai comparar à primeira
Arthur ri: não mesmo! Mas pra quando será?
Lua: eu não sei se isso é verdade. Como é que sai nas revistas e nos ainda não sabemos de nada?
Arthur: é… talvez seja boato mesmo.

Depois de ler e reler aquela revista mil vezes, tive vontade de fazer outra coisa

Lua: amor, eu tenho saudades de brigar
Arthur: pirou? – ele me encarou
Lua: não – eu ri – É que brigar é legal. Depois vem a reconciliação e é legal
Arthur: e quer brigar agora do nada?
Lua: podíamos fingir
Arthur: eu não vou fazer isso
Lua: mas porque? Eu quero amor! – pedi, fazendo bico
Arthur ri: Thomas, vem cá. Dá beijos à sua mãe, acho que ela está carente
Thomas: o que a mamãe tem? É a maninha? Ela tá chutando? – meu filho era muito preocupado e para ajudar à minha carência, colocou as mãozinhas sobre a minha barriga – Mana, para de machucar a mamãe – ele brigou
Lua ri: ela não está machucando. Mas é que a mamãe está apenas com desejos
Thomas: eca. Seus desejos são terríveis
Lua ri: nem são. Amor, vamos brigar, por favor
Arthur: eu não vou brigar com você…
Lua: idiota! Você nunca faz o que eu peço mesmo
Arthur: porque você é muito chata
Lua: eu que sou chata? Eu estou gravida, sabia? – gritávamos já
Arthur: e eu tenho culpa disso?
Lua: acha que eu fiz esse filho sozinha é? – ele me encarou e riu
Arthur: podemos passar à parte da reconciliação? – ele pedia todo dengoso
Lua ri: devemos amor! Obrigada por discutir comigo – eu abraçei ele – Te amo!
Arthur ri: eu que te amo tolinha – ele retribuiu o beijo e o abraço
Thomas: doidos! – ele foi embora

O fim se aproxima. Ideias para webs novas, quem tem?

9 comentários: