2ª Temporada - "LuAr na Casa dos Segredos" - 48º Capitulo

|

POV ARTHUR

Iriamos hoje à consulta tão esperada. Mas hoje eu entraria naquele consultório para saber de tudo, apesar do Thomas entrar comigo. O pequeno sabe andar bem e chega a tudo o que quer, mexe em tudo e não para um minuto, mas é normal dessa idade.
A consulta de que falo é aquela com o tal especialista neste problema que a Lua tem. Ele vai nos dizer coisas que possamos fazer ou comprar para a Lua consigo finalmente engravidar. Eu aceito tudo, menos que ele me ensine a fazer amor né? Porque isso eu sei perfeitamente!

Lua: eu acho melhor você ficar fora com o Thomas
Thomas: mamãe, água – ele pedia com voz de bebé
Lua: tem aqui meu filho – ela tirou da bolsa e deu pra ele – Quer mais? – perguntou, quando ele acabou de beber e o pequeno fez sinal negativo com a cabeça
Arthur: deixa ele com agente. Eu cuido dele. Ele hoje nem tá muito exaltado
Lua: mas mesmo assim. O consultório tem um monte de coisas e ele é curioso e vai querer mexer em tudo
Arthur: eu não vou deixar, não se preocupa

A Lua estava nervosa, muito nervosa mesmo. Ela não queria que eu entrasse com ela no consultório, pois insistia na ideia de que “você não acredita no mesmo que eu, por isso não precisa de vir”. Mas a verdade é que eu começo a acreditar, vai que dá certo. Se isto resultar, o filho que ela vai ter será meu também e eu quero estar presente em tudo.

Xx: Lua Blanco, pode entrar – disse a secretária ou algo do género
Lua: aii, é agora!
Arthur: fica calma – coloquei a mão no ombro dela e fomos para a sala indicada

A sala era fria, o que dava ainda mais nervosismo, mas apenas disso era acolhedora. O homem nos olhou de cima a baixo e fez um rosto confuso. Agente se sentou, o Thomas estava no meu colo e o médico ainda nos olhava com aquele rosto estranho e confuso.

Medico: me desculpem, mas devem se ter enganado no consultório
Lua: porque diz isso? agente veio para onde a secretaria disse
Medico: mas é que eu ia tratar de uma paciente que não podia ter filhos e… - ele lia os seus papeis todos
Lua: sou eu mesma
Medico: mas… e a criança? – ele apontou para o Thomas
Lua: ele é adotado. Mas continua sendo meu filho – Lua pegou a mãozinha de thomas que olhava o medico muito atento
Medico: ahh, me desculpe então. Eu estava a ficar confuso

O médico antes de mais nada se apresentou. Ele é o Dr. Mendes, deve ter ai uns 50 anos e é super experiente no que faz. Antes de mais nada, começou a falar sobre o problema grave que a Lua tinha. Não que agente já não soubesse, mas ele começou a lembrar tudo de novo. Falou que nem sempre pode haver cura, mas que com muita paciência vai lá.

Medico: o Arthur fez exames?
Arthur: sim, fiz. E estava tudo bem comigo
Medico: ótimo. O problema da Lua nem é o mais grave, eu já vi exames bem piores. Pode ser que com uma experiência, ainda este amo você engravide – ele olhava para ela – Agora terei de fazer umas perguntas mais pessoais. – ele olhou para nós dois e me fez engolir seco – Bom, vocês têm a vossa vida sexual ativa?
Lua: sim
Medico: usam proteção?
Arthur: claro. – o medico anotava tudo
Medico: quantas vezes fazem amor por semana?
Lua: depende… umas duas ou três
Medico: vamos dobrar as vezes então!
Arthur: o-o-que? – eu me engasguei, não que me importasse mas…
Medico: atenção! Não é por ser demasiadas vezes que façam amor que a Lua vai ficar gravida, não é isso, mas eu vou explicar tudo.
Lua: tá… - a Lua estava pouco à vontade – Continue.
Medico: que posições fazem? – agente ficou pouco à vontade para responder – Usam sempre a mesma ou trocam?
Arthur: trocamos, às vezes
Medico: muito bem. Variar é bom. Segundo algumas pesquisas, os ambientes quentes são os melhores para as mulheres engravidarem por isso seria bom viajarem
Lua: e lá o que devemos fazer?
Medico: fazer amor em locais “desapropriados” – ele fez aspas com os dedos mesmo – Tipo, no carro, num banheiro publico, na praia… lugares que vos abram a alma. De preferência que vos excitem
Lua: eles lugares me intimidam, não me excitam
Medico: mas esqueça o mundo. Foque no seu marido apenas
Lua: eu vou tentar…

(…)

Esta consulta foi no mínimo MUITO ESTRANHA! Que medico era esse? Intimidade eu tinha muito com a Lua, mas apos falarmos dela com um desconhecido, eu fiquei envergonhado de tocar no assunto.
Voltamos para casa. Dei banho no Thomas e fiquei no quarto dele brincando.

Arthur: filho, você queria uma irmãozinho? – o pequeno mal sabia do que eu falava – Seria legal né? – eu passava a mao no cabelo dele
Lua: - ela entra no quarto e senta ao meu lado – Não vamos conversar?
Arthur: eu até queria… mas estou com vergonha
Lua: de que?
Arthur: sei lá Lua… pow, so faltou dizer quanto tempo dura e sei lá mais o quê
Lua ri: confesso que fiquei envergonhada, mas é para o nosso bem
Arthur: você acha mesmo que o certo é viajarmos?
Lua: não sei… vamos tentar aqui, naqueles lugares que ele falou. Se não der viajamos
Arthur: mas e o trabalho?
Lua: temos de ver isso também… vamos dar uma pausa em algumas das coisas.
Arthur: vai dar mó trabalheira tudo isso, mas fazer amor com você 6 vezes por semana será ótimo! – ri e beijei o seu pescoço
Lua: foca Arthur, foca! – ela me empurrou – Vamos fazer isso, para eu engravidar e não para dar gozo… quero dizer, bom, um pouco dos dois – afinal, ela tinha os mesmos pensamentos que eu

Tem mais um hoje *-* 

7 comentários:

  1. tadinhos deles, ficaram com vergonha

    ResponderExcluir
  2. posta mais dois não gosto da outra

    ResponderExcluir
  3. ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei

    ResponderExcluir
  4. amo demais todas as webs, vc é perfeita e mt criativa escrevendo, posta mais pf

    ass Sophia

    ResponderExcluir
  5. +++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  6. Nooooooossa kkkk
    Ass:manu

    ResponderExcluir